Hunter Mission - Ygrós

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Hunter Mission - Ygrós

Mensagem  Hipnos em Ter Set 23, 2014 5:07 pm


"Water Horse"

Ygros estava a beira do rio olhando seu fluxo enquanto pensava em quando veria sua mãe novamente. O acampamento era legal, mas ele era um espírito livre apesar de ser gentil e cooperativo. Ele nunca desobedeceria seus pais a ponto de sair do acampamento por conta própria e fazer o que bem entendia no mundo humano. Seus olhos claros como as correntes de água doce admiravam calmamente as pedrinhas do rio, até que eles se fixam na floresta ao redor por causa de um barulho. Não qualquer barulho, mas um relinchar de um equino. Ele levantou-se de sua clamaria e aprontou-se para saber se o animal estava ou não em perigo.  

ACONTECIMENTOS DURANTE A MISSÃO:
★ Deve achar traços de chuva e orvalho
★ Salvar o animal escolhido por meio de força
★ Voltar ao rio para um ultimo combate
★ Lutar montado ao animal contra um Stalfo (homem esqueleto), montado num Pesadelo (unicórnio Negro)
★ Achar uma safira
★ Achar um pedaço de ferradura
★ Combinar os itens acima de alguma forma.

REGRAS:
★ Os fatos acima não precisam ser usados, mas podem ser realizados em qualquer ordem caso os use como guia. Cada dever cumprido acima corresponde a 10XP se não usar nenhum, a XP não será dada, apenas o PET será presenteado como recompensa.
★ Não perca tempo com o prólogo, mas o restante da missão deve ser detalhada
★ Deixe claro ao final do texto o quanto perdeu de HP/MP
★ Deixe claro ao final do texto do que se trata seu Pet, assim como seu nome
★ No mínimo 25 Linhas
★ Qualquer dúvida, mande-me uma MP


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hunter Mission - Ygrós

Mensagem  Ygrós em Qua Nov 19, 2014 4:57 pm



Descobri que as águas...

Quinhentos e dezessete anos. Essa deveria ser a minha idade hoje. Tanto tempo já tinha se passado, e a maior parte foi no submundo. Eu não tinha problema em dizer que sentia saudades da minha mãe, Íris, e até do meu pai, Poseidon. Olhando o fluxo da água eu pensava quando veria eles de novo. Sinceramente, eu queria sair do Acampamento, não que aqui não fosse legal, mas eu não aguentava ficar preso aqui sem poder sair. Mas é claro, eu não desobedeceria meus pais, não sairia sem a permissão deles. 
 Enquanto eu observava a água fazer o seu curso, notei um barulho estrando vindo da floresta, então desviei meu olhar para a direção dela. Não havia como ter duvidas, aquilo foi o relinchar de um equino. Coloquei-me em pé e comecei a andar na direção da floresta, apenas para saber se o animal precisava de ajuda. Sabe, eu geralmente entendo o que os animais da classe dos equinos falam, mas dessa vez eu só escutei em relinchar mesmo. Estranho.
 Coloquei um pé na frente do outro na direção da floresta até que eu entrei nela, mas mesmo assim continuei andando na direção de onde eu imaginei que o som tinha vindo. Quando passei pelas árvores, minha jaqueta enroscou em uma galho e acabou por criar um pequeno rasgo em uma das mangas. Mas foi apenas por isso que eu acabei reparando que algumas folhas estavam molhadas, o que era estranho já que eu não lembrava de ter chovido. Dei uma olhada para os lados pensando, eu podia sentir um nível de umidade maior do que o normal naquele lugar. 
 Escutei outro relinchar depois de algum tempo, e dessa vez parecia estar mais perto. Então eu notei as pegadas no chão. Tinham realmente a forma de pegadas de cavalo, mas eles estavam com respingos de água em volta e a terra estava meio lamacenta. Segui as pegadas e notei uma coisa estranha: Uma das pegadas brilhava. Agachei-me perto dela e notei que o brilho vinha de um objeto de prata preso na lama, olhando mais de perto eu notei que era um pedaço de ferradura. Olhando bem, ela era um terço de uma ferradura, quebrada um pouco além da metade. Recolhi-a e a olhei mais de perto, notei pequenos entalhes no metal, minúsculas letras gregas. Levantei e continuei a seguir as pegadas, mas, não raro, eu via que as folhas e o chão estavam molhados. Mas o que tinha passado por aqui? Um cavalo d'água? Ri com esse pensamento idiota e continuei a seguir os rastros no chão. 
 
 Agora eu realmente estava sentindo algo diferente aqui. Não era só a umidade do lugar, tinha algo mais, algo diferente... Água doce, eu podia sentir uma grande quantidade de água doce aqui. E não era só isso, tinha alguma coisa diferente aqui, não consigo identificar exatamente o que, mas mesmo assim eu sinto um poder diferente nesse área. Então eu apenas o segui, esperando que mais cedo ou mais tarde eu encontrasse a fonte dessa energia. 
 Mas quando eu a achei, quase tive um infarto divino. 
 
  Contornei uma árvore e entrei em uma clareira, e eis que lá estava ele... Seja lá o que for ele. Na minha frente eu via a coisa mais impressionante de minha vida: um pégaso, um pégaso feito de água! eu podia ver através dele, podia ver ele criando um pequeno arco-íris com a luz que o atravessava. 
- Em nome de Poseidon, o que é você? - falei, meio maravilhado e meio receoso de chegar perto e ele fugir. 
 Ele olhou para mim, os seus olhos pareciam safiras, e neles eu vi a dor. Notei que tinha algo errado com ele, parecia que ele estava se... Desmanchando...
- O que aconteceu com você? - Perguntei me aproximando dele. 
 "E isso lhe importa?" ouvi a voz dele me minha cabeça "E quem é você?" 
- Hã, meu nome é Ygrós, eu sou filho de Íris e Poseidon... 
 "Ah, sério? Isso eu já notei! Você não estaria falando comigo se não fosse um filho de Poseidon!" 
- Ah, ok, então eu vou embora, se estou atrapalhando - comecei a me virar, mas a voz dele gritou em minha cabeça: "Espere! Hey, você não poderia, tipo, me ajudar aqui?" 
 Me virei novamente para ele sorrindo.
- Claro! Por onde eu começo?  
 "Eu preciso da minha safira! A safira e a ferradura juntas, ou eu vou derreter à meia-noite!" 
 Coloquei a mão no bolço e tirei aquele pedaço de ferradura que tinha encontrado. 
- Essa ferradura? 
 Ele relinchou e bateu as patas dianteiras no chão, jogando água em tudo ao redor.
 "Essa mesma! Onde você a achou? Ah, não importa, me ajuda a recuperar a minha safira, por favor!" 
- Hã, claro. O que aconteceu com ela? - me aproximei mais dele.
 "Um esqueleto levou. Ele foi por ali, anda, eu te levo lá!" 
 - Ok. 
 Ele ficou parado, como se esperasse que eu montasse nele. Então assim o fiz, e, pelo tridente de Poseidon, essa foi a coisa mais estranha que eu já fiz: montar em um pégaso de água. Primeiro achei que fosse atravessa-lo, mas então senti que ele era sólido... Bem, essa não era bem a palavra, não faço ideia de como explicar, mas de alguma forma eu consegui montar na água. Assim que eu fiz isso, ele abriu suas asas e levantou voo. Voamos por pouco tempo, até eu ouvir a voz dele novamente em minha cabeça:
 "Ali, olha ali, no lago!" 
 Olhei para baixo e, através do pégaso, eu vi uma coisa branca cavalgando uma coisa preta - um esqueleto cavalgando um cavalo negro. 
- O que é aquilo? - perguntei para o pégaso. 
 "Um Stalfo, dã." 
 Apenas pedi para que ele descesse até pousar no chão, e ele pousou bem na frente do esqueleto. A criatura emitiu um som que parecia ossos sendo moídos e o seus cavalo empinou nas patas traseiras soltando um relinchou demoníaco. O esqueleto trazia em suas mãos um longo machado negro de dois gumes, que ele brandia acima da cabeça desafiadoramente. O seu pônei negro bateu com as batas dianteiras no solo e correu na minha direção. 
 Eu levei a minha mão até as costas e puxei a minha espada, que era demasiadamente grande para trazer à cintura, e o pégaso d'água também correu na direção do dos monstros. Algumas faíscas voaram quando os dois metais se chocaram no ar, mas nenhum dos cavaleiros estava ferido. Sendo assim, a montaria de ambos deu meia-volta e iniciou uma nova corrida na direção do adversário. Dessa vez eu não fui tão rápido para bloquear o golpe, e o seu machado provocou um pequeno corte em meu ombro, fazendo com que o ferimento sangrasse um pouco de Icor. Sem dar atenção ao liquido dourado que escorria pelo meu ombro, fiz que com o pégaso desse outra meia-volta para um novo ataque. Só que dessa vez eu não ataquei ele com a espada, eu disparei um raio de energia cromática com a minha mão em sua direção, acertando-o bem no peito e fazendo com que ele caísse da montaria. E quando o sue pônei passou por mim, eu o golpeei com a espada de cima para baixo, fazendo com que ele se desfizesse em pó dourado. 
 O esqueleto estava se levantando quando eu passei por ele e também lhe dei um golpe com a espada, mas ele bloqueou com o machado no último instante. O seu machado voou de sua mão com a força do golpe e ele cambaleou para trás, quase caindo. Eu já estava voltando para um novo ataque, quando ele arrancou uma de suas costelas e jogou em mim. Pego desprevenido pelo ataque inesperado, não consegui desviar da costela que se fincou nas minhas costelas. Caí do pégaso e ele levantou voo, indo pousar só depois ao meu lado. Segurei aquele pedaço de osso e arranquei ele de dentro de mim, fazendo com que mais Icor jorrasse desse ferimento, manchando a minha camisa de dourado. O stalfo veio correndo na minha direção, e eu também reparei que minha espada tinha caído de minha mão, então tive que improvisar um ataque. Em uma das minhas mãos eu concentrei uma esfera de plasma, e na outra uma esfera de água. Então lancei ambas contra o esqueleto que vinha em minha direção, e as duas acertaram em seu peito, fundindo água com luz e provocando uma explosão multicolorida como um arco-íris. O esqueleto se desmanchou, deixando apenas um punhado de ossos e um objeto azul brilhante no chão. 
 "Ei, cara, mandou bem" o pégaso falou ao meu lado. 
- Você também. - falei indo na direção dos osso e recolhendo a safira no meio deles. - Ok, e o que eu faço com isso agora? 
"Junte com o pedaço de ferradura e encaixe na que está quebrada em minha pata." - a voz dele soou como se o que ele tivesse falado fosse óbvio.
 Peguei o pedaço de ferradura em meu bolço e encaixei a safira em uma lacuna que tinha nela, então caminhei até o pégaso. 
- Se me permite. 
 Segurei uma das patas dianteiras dele e a virei para trás para poder olhar a ferradura, e, por coincidência, era essa que estava apenas com meia ferradura. Eu apenas encaixei o pedaço de ferradura em seu lugar e o pégaso brilhou multicolorido, como se tivesse virado um arco-íris, e então ele voltou ao normal (ou o mais normal que um cavalo d'água pode ser). 
- Pronto. - me levantei, ainda com o sorris ode quando ele tinha brilhado - Agora você está live para voltar para o lugar de que você veio... Seja lá onde for.
 eu já tinha me virado quando ouvi a voz dele. 
"Ei! Me leva com você. Por favor!" 
 Voltei a olhar para ele, sorrindo. 
- Claro. - falei e mantei novamente nele - Sabe, acho que vou te chamar de Hidrojet. 
 Ele relinchou, e eu não pude saber se ele tinha gostado ou não do nome. 
 Ele levantou voo, e nós voamos de volta ao centro do acampamento.                            
      

Pet:

Nome: Hidrojet
Descrição: Um pégaso feito puramente de águas doces. Seus olhos brilham como safiras e, apesar de ser feito de água, é sólido o suficiente para carregar até duas pessoas.

 
Perdas de HP e MP:

- 45 HP
 - 25 MP



   

...Voam.

Thanks James Sullivan © CG
avatar
Ygrós

Mensagens : 26
Pontos : 30
Data de inscrição : 21/07/2014
Localização : Ali :3

Ficha do personagem
HP:
300/300  (300/300)
MP:
300/300  (300/300)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hunter Mission - Ygrós

Mensagem  Zeus em Sab Nov 29, 2014 4:33 pm

ϟ



Análise de Ficha


ϟ




Ygrós

*Total de XP Ganho: 70 XP
*Notas: Observei alguns erros ortográficos, mas nada de tão relevante. Evite iniciar frases com "Sabe", empobrece a leitura.
A história em si ficou ótima e gostei da forma como encaixou os itens.



Zeus




"When the power of love overcomes the love of power the world will know peace."
Zeus
avatar
Zeus
Deuses
Deuses

Mensagens : 8
Pontos : 20
Data de inscrição : 12/02/2012
Idade : 42
Localização : Monte Olimpo

Ficha do personagem
HP:
99999999/9999999  (99999999/9999999)
MP:
99999999/9999999  (99999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hunter Mission - Ygrós

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum