Rio - Local público

Página 5 de 32 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 18 ... 32  Seguinte

Ir em baixo

Rio - Local público

Mensagem  Caos em Sab Jan 07, 2012 11:14 am

Relembrando a primeira mensagem :


O rio é um ótimo local para se passar o tempo e pensar na vida, ficar observando a correnteza da água, ou até mesmo nadar para afugentar os problemas. Aqui é um local público mas as regras continuam valendo por aqui.
Spoiler:

avatar
Caos

Mensagens : 39
Pontos : 60
Data de inscrição : 31/12/2011
Idade : 23

Ficha do personagem
HP:
100000/100000  (100000/100000)
MP:
100000/100000  (100000/100000)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://gods-and-demigods.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Rio - Local público

Mensagem  Jake F. Lews em Qua Fev 15, 2012 7:38 pm

Enquanto a garota falava não parava de prestar atenção em suas palavras com um olhar atento mais virado para o rio,ao ouvir que seu padrasto havia morrido assenti,meu sorriso desapareceu e fiquei em silêncio até o fim da história,ouvi seu sorriso e meu sorriso voltou.
Minha família mortal nunca gostou de mim por causa do que aprontava então aqui no acampamento é melhor e eu já estou conseguindo me controlar.
Falo e dou um sorriso bobo só havia feito algumas coisas mais ninguém descobriu então não fiz nada então não fiz nada mesmo olho para o rio as águas já estavam calmos sob a luz da lua bonito mais estava ficando frio naquele momento.
-Você está ficando com frio?
Falo e olho para a garota enquanto espero sua resposta.



Jake Lews, Son of Hermes, Mentalista...

A última coisa que penso antes de dormir é no seu sorriso, lembro de quando ti conheci e desde então vivo a sorrir... Sophi você é meu S2, minha vida... Meu amor ;3
avatar
Jake F. Lews
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 396
Pontos : 384
Data de inscrição : 28/01/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue-Chalé XI ou então por ai

Ficha do personagem
HP:
100/160  (100/160)
MP:
115/160  (115/160)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Qua Fev 15, 2012 7:51 pm

Abri um sorriso para Jake o observando e dei de ombros. Toquei meu pé no chão, eu estava descalça no momento, o observei enquanto falava dos seus pais mortais.
-Eu sei lá, não acho que algum semideus tenha tido a vida maravilhosa desde o principio. -Falei dando de ombros. -Mas tudo compensa depois... Digo, eu espero.
Dei uma ridsadinha, eu não era a melhor em animar as pessoas, mas eu fazia o meu possivel. Abri um sorriso maior ainda quando escutei sua segunda pergunta. Franzi a testa e dei de ombros.
-Um pouco, mas aguento. Pode voltar para o seu chalé se quiser... Vou ficar mais um pouco aqui.
Falei respirando o ar frio. Como filha de Hades, eu não negava um tempinho no escuro ao ar livre, na verdade ficar em volta de sombras era uma das coisas que eu mais gostava de fazer... Talvez eu tivesse mais em comum com meu pai do que eu pensava o.ó


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Jake F. Lews em Qua Fev 15, 2012 8:14 pm

Dei uma risadinha com as palavras que ouvi,será que pelo menos uma vez eu terei uma vida não maravilhosa mais boa pelo menos,uma que desse para viver vejo a garota descalça mais ela ia continuar ali eu não iria aguentar muito com o frio que estava fazendo.
Eu acho que vou voltar para o chalé,estou com muito frio.
Dou um sorriso e me despeço,volto para o chalé de Hermes e vou me deitar na cama para me esquentar e talvez dormir.



Jake Lews, Son of Hermes, Mentalista...

A última coisa que penso antes de dormir é no seu sorriso, lembro de quando ti conheci e desde então vivo a sorrir... Sophi você é meu S2, minha vida... Meu amor ;3
avatar
Jake F. Lews
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 396
Pontos : 384
Data de inscrição : 28/01/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue-Chalé XI ou então por ai

Ficha do personagem
HP:
100/160  (100/160)
MP:
115/160  (115/160)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Seg Fev 20, 2012 2:15 pm

Depois de um tempo observando o rio, senti meu corpo completamente descansado. Bocejei, estava realmente ficando frio, o sol já sugria ao longe. Suspirando, agarrei meu caderno e caminhei lentamente de volta ao chalé, que mesmo solitário me devia uma boa noite de sono.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Jake F. Lews em Qui Fev 23, 2012 3:02 pm

Passeava por entre as árvores escutando as risadas das dríades vindo de todas as direções,não ligava isso sempre acontecia,continuava meu caminho,sem rumo apenas seguia uma direção,cheguei ao rio,o silêncio predominava no local,o único som que se escutava eram as risadas vindo da floresta e a correnteza do rio que estava como sempre,seguindo sua direção natural fluindo lentamente,me aproximo do rio,retiro meus sapatos e levanto a barra de minha calça sento à beira do rio no silêncio profundo me perdia em meus pensamentos,sobre tudo e nada ao mesmo tempo,meus olhos sem querer ficavam no rio como se quisessem olhar cada gota individualmente,como se a qualquer hora algo saísse de dentro da água,bem onde meus olhos estavam,até que me rendo e deito-me de costas na pedra olhando para as nuvens brancas formadas no céu acima de mim tendo o brilho do sol vindo em minha face enquanto fecho lentamente meus olhos para um melhor repouso.Depois de algum tempo levanto-me e saio.



Jake Lews, Son of Hermes, Mentalista...

A última coisa que penso antes de dormir é no seu sorriso, lembro de quando ti conheci e desde então vivo a sorrir... Sophi você é meu S2, minha vida... Meu amor ;3
avatar
Jake F. Lews
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 396
Pontos : 384
Data de inscrição : 28/01/2012
Idade : 22
Localização : Acampamento Meio Sangue-Chalé XI ou então por ai

Ficha do personagem
HP:
100/160  (100/160)
MP:
115/160  (115/160)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Apple O. Cletto em Qui Fev 23, 2012 6:57 pm

Fazia já um tempo desde que eu encontrei uma menina estranha na praia, eu nem voltei a vê-la novamente. Peguei meu livro por entre as minhas coisas no chalé. Coloquei-o debaixo do braço e segui rumo ao rio do acampamento. O lugar era estonteante e cheio de vida. Vagalumes estavam dançando pela orla do riacho. Sentei-me afastado das águas, numa rocha que estava próxima ao local. Abri na página 143 do livro que estava lendo. Respirei fundo e comi as palavras que se destacavam ali.

Assoviei e um cavalo alado desceu dos céus e repousou ao meu lado. Satélite era incrivelmente lindo e seu bater de asas espalhou um pouco de suas penas que dançavam no ar ao meu redor. Passei a mão em sua crina e permaneci em silencio sob o luar.
avatar
Apple O. Cletto
Filhos de Selene
Filhos de Selene

Mensagens : 200
Pontos : 196
Data de inscrição : 06/02/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 5:33 pm

Certamente havia um tempo em que eu não saía do meu chalé, mas o que eu poderia fazer? Continuava abalada com o fato da mensagem que havia recebido na manhã anterior... Talvez não fosse nada e eu estivesse fazendo drama... Era nisso que eu tentava acreditar pelo menos.
Seja como for, naquele dia eu resolvi sair um pouco. Considerando os lugares que já conhecia no acampamento, resolvi voltar para o rio, aquele com certeza havia sido o local com paisagem mais agradavel até o momento e uma noite estrelada como aquela ficaria muito bom próxima as águas cristalinas.
Joguei a toalha no chão (sim, eu havia levado uma, problema?) e me sentei observando o rio que corria de forma doce e serena, meus olhos pairaram sobre o caderno em meu colo e agarrando um lápis comecei a riscar o papel em branco, como costumava fazer para me distrair um pouco. O curioso, era como minhas paisagens, desenhos, tudo o que reproduzia no papel, saía de uma forma mórbida e gótica, como em videoclipes da banda evanescence... Pensando bem eu ganharia uma grana boa os vendendo alguns esboços para cenário... Bem, com toda a alegria que eu tentava transparecer, tinha que despejar meu lado sombrio em algum lugar, certo? pobre das folhas e do lápis que era pressionado contra o papel mostrando formas de todos os tamanhos e espessuras.
Logo ali estava, um novo desenho, um rio negro sob um céu escuro, sem estrelas, com árvores tortas e rostos nas sombras, do chão crescia uma grama alta e o fluxo do lago batia com força nas pedras, onde pequenos detalhes poderiam ser notados dentro dela. A margem do rio uma garota estava ajoelhada, com a mão erguida em direção as águas escuras, usava um vestido longo e negro com luvas de renda nas mãos, seus cabelos voavam e não permitia a visão de seu rosto, ela aprecia chorar, lamentar, e nas águas uma mão era erguida, apenas a mão. Minha mente entrou em automático, logo estava completamente submersa em meus pensamentos, fazendo assim o mundo a minha volta desaparecer com o momento.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 5:56 pm

Após tudo que havia passado, coisas realmente estranhas e que eu consideraria irreais e absurdas antes de minha mãe me dizer o que realmente eu era, ou antes mesmo de chegar naquele acampamento, agora qualquer coisa começava a me parecer real, nada seria de fato impossível, eu havia mudado meus pensamentos e agora, pelo menos eu sei quem realmente sou e até sabia quem, de fato, era meu pai. Alguém que eu nem em meus maiores devaneios sonharia que fosse mesmo sabendo que tinha lá algumas características parecidas...Logo o Deus do Submundo.

Agora eu realmente tinha muito o que pensar, era estranho tudo aquilo se desenrolar de uma forma tão rápida. Caminhava vagarosamente, sem um rumo certo, apenas explorando um pouco mais o acampamento que tao pouco conhecia, até ver ao longe a água fluindo em um aparente rio. Me aproximo dele sem apressar os passos, à guitarra às costas, o que era raro já que vivia tocando.

Ao me aproximar mais, vejo alguém por ali sentado, cabelos compridos e loiros...Abro um sorriso ao perceber que sabia quem era a garota que parecia concentrada em seu caderno, com um lápis em mãos que se mexia por todos os cantos da folha. Continuo à passos calmos até chegar proximo à ela, sentando ao seu lado em silêncio, olhando para o desenho que ela fazia, logo voltando o olhar para seu rosto com um sorriso espontâneo nos lábios, afinal era bom vê-la novamente. Falo em um tom baixo:

- Não sabia que era desenhista...E desenha bem por sinal...




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 6:07 pm

Meus pensamentos foram quebrados de repente. Uma voz cortou o silêncio tirando minha mente do automatico e fazendo as cores voltarem aos meus olhos, dei um pulo com o susto e fechei o caderno por impulso. Abri um sorriso um pouco assustado ao reconhecer o rosto. Era Tu! Suspirei quase aliviada balançando a cabeça um pouco sem graça.
-Hm... Obrigada.
Sorri sem graça, meus desenhos eram intimidades minhas e eu era completamente tímida em relação à eles, mas tentei não deixar transparecer, apenas observei Tu com seu sorriso reconfortante.
-Quanto tempo! Digo... Sumiu!
Realmente, eu não via o semideus há tempos! Da última vez que o havia visto... Bem... Corei. Coloquei meu caderno de lado pousando o lápis junto dele e me virei para Tu com um sorriso grande no rosto.
-O que houve? Acabou indo realmente fazer uma social com as filhas de Afrodite?
Fiz uma caretinha dando risada em seguida.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 6:19 pm

Vejo que ela se assusta, talvez devesse ter pegado um pouco mais leve com a "surpresa". Mantenho o sorriso e ouço o que ela diz, assentindo com a cabeça para concordar, afinal realmente fazia um bom tempo que não havia a visto, da última vez as coisas ainda pareciam um pouco mais normais, mas deixo esse pensamento de lado e vejo ela corar levemente sem dizer nada, apenas rindo internamente.

Ao ouvir sua suposição que era bastante boba, dou risada também junto com ela, balançando a cabeça em negativa.

- Claro...Excelentes companhias- continuo o riso brevemente- Brincadeira, tinha alguns...assuntos importantes e imprevistos.

Sorrio com o canto dos lábios e então continuo:

- Sentiu minha falta, é?

Ri levemente, brincando.





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 6:32 pm

Meus olhos pairaram curiosos sobre Tu quando citou os assuntos "importantes e imprevistos", ergui uma sobrancelha engolindo a curiosidade que tomou conta de mim e ergui uma sobrancelha girando meu anel no dedo o analisando.
-Hm... Sei... Está tudo bem com sua família?
Perguntei de forma tímida, pensando bem Tu estava diferente, não parecia triste nem perdido, tinha um ar confiante e bem humorado... por um lado um pouco sombrio, meu coração acelerou e senti meu rosto esquentar quando ouvi sua pergunta. Desviei os olhares na hora e dei uma risada nervosa mordendo o lábio. (sim, uma mania minha u.u)
-Quase não aguentei a dor.
Falei tentando soar sarcastica, mas acho que meu tom saiu mais sem jeito do que tudo. Fechei os olhos, eu certamente não me saía bem com garotos... Ou pessoas.
Abri um sorrisinho sem mostrar os dentes para Tu.
-Não sei se é impressão minha, mas parece feliz... pode me contar o motivo?
Sorri enquanto olhava mais uma vez para o anel.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 6:57 pm

Ouvi a pergunta dela, de certa forma surpreso e curioso pelo motivo de ela ter perguntado aquilo, afinal eu não tinha nenhuma notícia de minha mãe desde que havia chegado ali, e ela provavelmente sabia disso. Será que ela sabia que eu já sabia quem era meu pai? Eu provavelmente não estava disfarçando nenhum pouco. De repente, lembro que ela havia me dito quem era seu pai e isso me vem subitamente a memória e reprimo o impulso de fazer uma careta e mantenho o sorriso tentando contornar a pergunta respondendo simplesmente:

- Ah...Acho que sim, não tenho tido muitas notícias.

Percebo que ela corava ainda mais ao ouvir minha pergunta. Na verdade era uma pergunta boba, apenas brincalhona, mas havia a feito realmente para saber o que ela responderia. Ao ouvir sua resposta em um tom que parecia tentar ser sarcastica mas que na verdade não foi muito convincente. Meu sorriso fica maior, cada vez mais tinha motivos para ficar feliz. Ela me faz outra pergunta e então penso um pouco sem tirar os olhos dela, dizendo em um tom sincero, afinal era verdade.

- Acho que você me faz sentir assim...Alguma coisa em você faz eu me sentir mais feliz, consigo esquecer os problemas quando conversamos...




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 7:20 pm

Assenti ao ouvir o que ele havia dito sobre boas noticias, na verdade eu o entendia bem... Meus olhares se abaixaram e suspirei, desde que eu havia chegado no acampamento as boas noticias não batiam mais em minha porta... Na verdade minha vida toda fora assim, as boas noticias simplesmente... Não lembravam de mim. Meus olhos se encontraram aos do Tu, ele parecia pensativo por um tempo, meu coração começou a bater tão forte que eu tinha medo de ele escuta-lo, meus olhos se fixaram nos seus, mas pela priemeira vez não me senti desconfortavel com isso, na verdade eu senti que não conseguiria desvia-los, estreitei os lábios por um moemento suspirando levemente, abri um sorrisinho que morreu em seguida.
-Hm... Er... Eu..
Uau Mellody! Essas sim são palavras articuladas! Senti meu rosto querer esquentar, mas eu não ligava, por um momento minha mente tinha saído de foco, por que eu tinha que apagar assim sempre? ¬¬
-Hm... No que você está pensando?
Perguntei com um sorrisinho percebendo o silêncio que crescia entre nós dois, Tu estava calado como eu, seus olhos eram brilhantes e me prendiam, abri um sorriso querendo descobrir o que se passava por sua mente.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 7:38 pm

Cada vez mais ela parecia ficar sem palavras o rosto dela quase tomando um tom de vermelho permanente, o que não era ruim, achava fofo de certa forma. Sorrio com o pensamento e ouço a pergunta dela. Era uma pergunta díficil afinal agora que ela havia feito, tudo havia vindo em minha mente de forma súbita, porém percebia que dessa vez ela mantinha o olhar em meus olhos, sem desviar como fazia normalmente, uma atitude que me surpreende um pouco. Os meus sentimentos por ela começavam a ficar confusos, eu não havia visto ela tantas vezes, mas as vezes que havia falado com ela tinham sido suficientes pra despertar um sentimento, de certa forma novos para mim.

- É complicado dizer...Meio confuso de certa forma.

Dizer o que realmente tinha em mente podia não ser uma boa idéia então guardo para mim continuando pensativo.

- Mas estou curioso é com o que você está pensando.




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 7:57 pm

Abri um sorriso, enquanto ouvia o que ele falava, estreitei os olhos e balancei a cabeça, Tu era tão fofo, dei uma risadinha e balancei a cabeça mordendo o lábio.
-O que estou pensando? Hm... Não sei.
Sorri mais ainda perdendo os olhos na noite negra, suspirei me deitando na toalha virando meus olhos para as estrelas, elas brilhavam muito naquele noite, o clima estava quente e confortante, sentia meu corpo leve, eu me sentia calma e não sabia o porque. Olhei para Tu de onde estava e sorri.
-Eu estou pensando em como eu posso deixar uma pessoa feliz, já que considerando minha raizes, eu deveria passar medo para as pessoas.
Dei risada levando apoiando uma das minhas mãos sobre minha barriga.
-Acho que não sou uma boa filha de Hades, meu pai vai acabar me deserdando.
Sorri,


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 8:26 pm

Vejo que ela se deita e continuo a admirando com os olhos calmamente, enquanto ouço sua resposta, vacilando um pouco o sorriso mas tentando disfarçar. Era exatamente por causa disso que não sabia se era certo o que começava a sentir por ela. A pouco tempo havia descoberto que meu pai era Hades, assim como o dela o que certamente era um impasse, não era certo sentir uma coisa daquelas, não mais. Perdido nos pensamentos, logo que a vejo rindo, forço o riso, tentando ser convincente e esquecer novamente aquela questão, voltando a me concentrar apenas nela, ficando em silencio por um tempo.

A garota era realmente bonita, e a noite estrelada sobre aquele rio parecia deixar o ambiente perfeito, não conseguia ficar muito tempo sem sorrir e nem manter os pensamentos ruins por muito tempo. Deito ao lado dela, apoiando o cotovelo no chão e rosto em minha mão, virado levemente para ela e a olhando nos olhos. Mantenho o silêncio enquanto meus olhos vasculhavam cada centimetro de seu rosto, parando por um tempo em seus lábios mas logo se concentrando e voltando à seus olhos.

- Ainda me parece tão estranho você ser filha de Hades. É tão...Diferente dele. Você é bondosa, alegre...Bonita concerteza- abre um sorriso maior a observando. Me distraio ao enumerar suas qualidades e perdido em seus olhos uma que preferia manter em segredo escapa -...Atraente...- Me calo na hora e desvio o olhar xingando a mim mesmo em pensamentos por ter deixado aquilo escapar.




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 8:40 pm

Abri um sorriso enquanto Tu ficava calado, ele ficou por um bom tempo, com sua boca fechada e olhos em movimentos... Não me senti mal, não me senti estranha como eu ficava quando as pessoas ficavam me colocando no pedestal, me comparando a filhas de Afrodite, falando que eu era perfeita... Eu não sentia vontade de mata-lo como sentia vontade de matar os autores desses comentários, na verdade os seus olhares me deixavam feliz, confortável, eu tinha vontade de puxa-lo para perto de mim, e eu não sentia essa vontade há um bom tempo... A lua contribuía muito para o clima, sua luz prateava toda a paisagem, iluminava deixando tudo mais belo e mais alegrem suspirei com os olhos voltados para o céu, Artemis havia caprichado naquela noite, as estrelas não ficavam para trás comparadas a luz da lua. Meus olhos voltaram para Tu enquanto ele falava.
Não pude deixar de sorrir com os elogios, ainda mais com o jeito como ele ficou quando falou a última característica, meu rosto demonstrava bobeira, eu sei, eu estava observando o garoto como uma idiota.
-Acha mesmo que sou tudo isso?
Sorri, ok talvez aquela atitude não fosse algo que me atraisse normalmente, na verdade elogios sempre me espantaram, mas no caso dele parecia tão sincero, tão genuíno que eu tinha vontade de beija-lo... Ah que pensamento tolo o meu! Mas por que eu sentia meu corpo tão a ponto de fazer isso? Com o sorriso ainda no rosto fiz a coisa mais estúpida que eu poderia ter feito, na verdade fora a primeira vez que fizera algo como isso, mas eu me sentia em uma necessidade tão grande de tê-lo que...
Aproximei meu rosto do dele na medida que podia sentir sua respiração, meus olhos estavam fundos no seu e meus lábios cada vez mais perdendo as curvas do sorriso, fui fechando meus olhos aos poucos, e sentindo a aproximação tomar conta da minha mente. Lentamente fui tentandi puxa-lo em um beijo, mas lhe dando espaço para recuar caso quisesse... Apesar que só de pensar nessa possibilidade sentia meu corpo se partir.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 9:03 pm

Desde que me conhecia por gente, nunca havia sentido vergonha de expressar o que pensava ou na verdade de nada que havia feito, mas também nunca havia sentido algo parecido por alguém. Ao ouvir a pergunta dela, volto a olha-la e vejo seu sorriso. Sorrio também deixando a vergonha novamente desaparecer e em seu lugar a confiança aumentar.

- Não, não acho...Tenho certeza de que é muito mais.

Meu sorriso se alarga ainda mais e eu a vejo se aproximar lentamente, com o rosto cada vez mais perto do meu. Aquela atitude dela me deixou surpreso mas de certa forma hipnotizante. Se aproximava dela também, como se ela fosse um imã, me atraindo cada vez mais, fechando os olhos e sentindo seu hálito quente em meus lábios, logo tocando os dela com os meus então beijando-a calmamente, esquecendo tudo que havia em volta, esvaziando completamente a mente, como se tudo que houvesse agora fosse apenas eu e ela. Levo a mão até seu pescoço, apreciando o momento.





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 9:19 pm

Meu corpo vibrou, meu coração falhou uma batida e acelerou 300 por segundo assim que nossos lábios se tocaram, sua boca macia e o gosto do seu beijo me tirou o fôlego, me senti um pouco surpresa por ele não ter recuado e extremamente feliz e aliviada ao mesmo tempo, senti suas mãos tocando meu pescoço, o toque de seus dedos me arrepiou levemente, apoiei minha mão em sua nuca brincando com a ponta dos seus cabelos enquanto saboreava sua língua, abri um sorriso assim que o beijo se interrompeu e lhe dei um selinho logo em seguida, meus olhos correram seu rosto fazendo meu coração pular mais um pouco.
-Quem diria que o garoto com a guitarra apareceria mais uma vez para alegrar meu dia.
Dei uma risadinha tocando levemente na guitarra que estava com ele, aquela era o amor de Tu, com toda a certeza, onde o garoto ia levava a guitarra junto... Na verdade se parecia comigo e meu caderninho de desenhos... Não o largava por nada desde que me entendo por gente... Senti meu peito doer ao me lembrar de minhas aulas de artes... Eu sentiria tanta falta de pintar em um muro como nos nossos projetos anuais de arte moderna... Suspirei, eu teria que aprender a conviver sem as coisas que gosto... me contentaria com meus desenhos góticos no papel fino, sorri para Tu.
-Novidades sobre seu pai? Digo, descobriu que ele é Apolo e eu estava certa o tempo todo?
Sorri enquanto lhe dava mais um selinho seguido de um beijo na ponta do nariz. Dei uma risadinha.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 9:37 pm

Podia sentir o coração dela bater acelerado pela proximidade que tinha com ela, mas só conseguia manter a atenção de fato em seus lábios que se moviam em sincronia com os meus. Ao interromperem o beijo sinto o selinho dela o retribuindo logo em seguida com um sorriso nos lábios. Se sentia feliz como nunca, como não estivera por anos desde que a mãe se juntou com seu falecido padrasto. Percorro com os olhos, todo o seu rosto novamente agora que estava muito proximo ao seu e rindo com seu comentário.

- Acho que é o destino.

Ri levemente e envolve a cintura dela com os braços, puxando-a para mais perto de mim. Ao ouvir sua pergunta porém, o sorriso vacila novamente mas dessa vez o mantenho com convicção. Afinal Hades poderia ser pai de ambos, mas ele não era exatamente um pai exemplo, estava convicto de que isso não lhe importava mais, queria ficar com ela, independente daquilo ser errado ou não. Mesmo assim, ainda tinha medo do que ela pudesse pensar e dizer, medo de ela não pensar como eu e isso acabasse qualquer possibilidade de ficarem juntos.

- Eu...Eu tenho que te contar uma coisa... - Penso medindo as palavras e ficando sério, olhando em seus olhos ao falar- Isso vai ser estranho. Mas bem, vou falar.- Respira profundamente- Eu não me importo mais com isso, o que eu comecei a sentir por você é mais importante do que isso pra mim, mas o fato é que somos...Meu pai é Hades.

Falo por fim, me calando e observando sua reação com o que havia acabado de falar, com uma expressão séria e avaliativa.





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 10:01 pm

Meus olhos se iluminaram e ri com seu comentário em relação ao destino, eu nunca acreditei no tal, mas depois de hoje, depois de ter encontrado com ele na praia, no rio, depois de tudo no dia de hoje... Me batia uma pontadinha de esperança. Sorri feliz quando senti seus braços envolvendo minha cintura me puxando contra ele, me acomodei próxima ao seu corpo e olhei para ele atenciosa, ele começou a gaguejar como se fosse me dizer uma coisa difícil, mas o que poderia ser? Nada o que tu fosse me dizer estragaria aquele momento, nem mesmo se ele me dissesse que era filho de Zeus (inimigo do meu pai) ou coisa assim, não importaria... Não mesmo.
-Pode falar. -Sorri lhe dando um selinho. -Eu aguento. Sou forte.
Falei mostrando meus braços e rindo logo em seguida. parei por um momento para prestar atenção nele, mas a verdade era mais pesada do que eu esperava. meu sorriso morreu, meus olhos se arregalaram, assim que ele terminou de falar meu peito retardou o movimento... Ou melhor, acelerou 100%... Não, ele batia mais rapido e mais devagar ao mesmo tempo. Senti tudo desabar à minha volta e tudo o que senti foi surpresa. me afastei de Tu no mesmo momento me colocando de pé, minha mão cobriu minha boca que estava aberto, minha expressão era atônita, surpresa, inconformada. Olhei séria para ele.
-Está brincando né?
Ri, mas sua expressão era séria me dando certeza de que ele falava sério, eu não podia acreditar! Como ele poderia não ligar? Como ele poderia ter me beijado sabendo que eramos irmãos... Ok, fui eu quem o beijou mas... AH! Não importa!
-Está dizendo que somos irmãos?
Em outros casos eu estaria feliz por não ficar mais sozinha no chalé, por ter um irmão para passar comigo por tudo... Mas minha vontade no momento era de desmaiar.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 10:13 pm

Enquanto eu falava, ela tentava me descontrair com comentários, mas nada do que ela falava mudava minha expressão, afinal era um assunto sério e extremamente desconfortável. Ao conseguir terminar de falar, olhei para ela e vi seu sorriso desaparecer do rosto, seus olhos ficaram arregalados e sua expressão de surpresa era bem óbvia. Ela se levanta ainda sem falar nada, com a mesma expressão, me olhando como se tivesse cometido um crime, que de fato havia cometido mesmo...Era exatamente a atitude que eu tinha medo e esperava. Meu rosto ficou triste, a decepção tomou conta de mim. Ela riu, achando que era uma brincadeira mas logo percebeu que não.

- Meio-irmãos...

Diz meio envergonhado, sabendo que o fato de não terem a mesma mãe não mudava em nada. Não se arrependia de ter feito o que fez, mas sim por provavelmente nunca sentir seus lábios macios e seu beijo doce novamente.

- Me desculpe, eu não devia ter feito isso...Me desculpe...De verdade.

Olho para o chão, sem conseguir olhar em seus olhos novamente, pensando no que havia feito.




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 10:29 pm

Eu sentia a raiva começar a esquentar meu rosto, mas eu não estava com raiva de Tu. Eu estava com raiva por não conseguir sentir raiva dele. Cobri meu rosto com as mãos e bati o pé olhando incrédula para o outro lado sem ser ele. Seus pedidos de desculpas explodiam minha cabeça, eu não queria ouvir seus lamentos, seus arrependimentos, eu só queria apagar tudo. Desde a minha chegada, eu só queria apagar. Senti minha garganta se fehcar impedindo sair qualquer som da minha boca. Meus olhos estavam ardendo, olhei para o céu e soltei um longo suspiro.
-Quando... Quando foi reclamado?
Perguntei de costas para ele, eu não conseguia me virar, não conseguia olha-lo. Eu sei, eu sei, drama, só que não era bem assim. Aquele havia sido o meu primeiro momento realmente agradavel no acampamento e em um piscar de olhos, com uma simples frase tudo tinha conseguido acabar. Era pior do que eu imaginava, eu nunca conseguira ter mais de uma hora de felicidade? Fitei o chão e respirei fundo.
-Isso é... Errado.
Eu juro que não sabia do que estava falando, se era do fato de termos ficado, ou do fato de ele ser meu irmão, ou do fato de eu ter que ve-lo todos os dias mesmo quando fosse dormir, ou o fato de eu obviamente ainda sentir alguma coisa por ele. Que tipo de pessoa eu era?


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 10:47 pm

Me levanto, ficando sentado ali na beira do rio, os braços um encima do outro, apoiados nos joelhos e o queixo logo acima dos braços. A vejo se virar de costas para mim sem ter simplesmente nada para falar. As palavras vinha à minha boca e voltavam a escapar, não tinha o que dizer, eu sabia o que estava fazendo, sabia que estava errado, mas não tinha como evitar nem que quisesse. Ouço sua pergunta e respondo logo em seguida.

- Ontem...

Me mantenho calado e olhando para as costas dela, pensando no que poderia dizer que não piorasse ainda mais a situação, se perguntando se pelo menos ela me olharia novamente até ouvir o que ela diz. Suspiro e então tento formar algumas frases.

- Eu sei que é errado...Mas Hades não é exatamente a imagem do que é certo. Talvez eu tenha puxado isso dele, mas não importa. Eu apenas não o considero como meu pai de verdade, na verdade eu sempre me conformei com o fato de não ter um. Mesmo assim eu sei que não devia ter feito o que fiz, eu devia ter te contado antes...

Fico em silêncio absoluto depois de dizer isso, sem saber mais o que dizer ou o que fazer.Pego minha guitarra então, a colocando no colo e dedilhando levemente e de forma bem baixa a música que lhe vinha a cabeça sem muito pensar. (Dear God - A7X)





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 10:57 pm

Meus ouvidos absorviam cada palavra que ele dizia, mas não faziam o menor efeito, meu coração ainda batia forte, eu sentia minhas mãos se fechando em punhos, ouvi o que ele disse grunhindo em seguida.
-É... Deveria.
Falei com os dentes trincados, mas ao ouvir o que ele, me virei com violência batendo o pé no chão e soltando um grunhidinho agudo.
-Você não fez nada! Eu que te beijei! Mas como eu fui... argh! Mas que droga! Por que tem que sempre acabar mal? por que sempre tem alguma coisa fazendo algo dar errado?
Meu sangue corria mais rapido a cada palavra que dizia, eu sentia meu corpo esquentar, olhei para os céus pedindo ajuda, voltei a olhar para Tumas de forma relutante, mordi a língua e fechei os olhos tentando juntar paciencia.
-Pode parar com a maldita música?
Eu sei, eu sei, não deveria ter sido cruel com Tuomas desse jeito, estava apenas descontando minha raiva nele e isso era errado, mas eu não costumava ser boa em pensar enquanto estava brava. Suspirei massageando o cenho e olhando de forma delicada.
-Me desculpe eu... É só muita coisa para digerir.
Suspirei. Eu me odiava tanto por estar ali... Minha vida era tão mais facil antes .


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 5 de 32 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6 ... 18 ... 32  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum