Rio - Local público

Página 6 de 32 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 19 ... 32  Seguinte

Ir em baixo

Rio - Local público

Mensagem  Caos em Sab Jan 07, 2012 11:14 am

Relembrando a primeira mensagem :


O rio é um ótimo local para se passar o tempo e pensar na vida, ficar observando a correnteza da água, ou até mesmo nadar para afugentar os problemas. Aqui é um local público mas as regras continuam valendo por aqui.
Spoiler:

avatar
Caos

Mensagens : 39
Pontos : 60
Data de inscrição : 31/12/2011
Idade : 23

Ficha do personagem
HP:
100000/100000  (100000/100000)
MP:
100000/100000  (100000/100000)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://gods-and-demigods.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 11:19 pm

Mantive em silêncio enquanto ela falava. Cada frase dela parecia confusa e triste, na verdade eram, então apenas a deixei falar em silencio, sabendo que nada do que eu dissesse iria mudar em alguma coisa o pensamento dela além de ela estar claramente falando com ela mesmo.

Ao ouvi-la pedir para parar com a música, imediatamente meus dedos pararam de se mover e a olhei novamente sem falar nada. Eu começava a me arrepender amargamente de tudo aquilo...Até o assassinato de meu padrasto me fazia sentir o arrependimento, afinal se eu nao tivesse feito aquilo, não teria ido até aquele maldito acampamento. Amaldiçoado fosse Hades pelo dia em que se relacionou com minha mãe. Sentia uma profunda raiva até de Hades nesse momento, um desejo frio de matá-lo. Sabia que nem querendo muito isso seria possível, mas isso não mudava esse desejo.

Me levanto novamente, colocando a guitarra em minhas costas e a olhando com tristeza.

- Tudo bem...Eu te entendo...




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 11:27 pm

Tuomas passou o tempo todo calado e me escutando, ficamos um tempo no silencio, nenhum dos dois ousou falar alguma coisa, logo Tu se colocou de pé suspirando com sua guitarra presa às costas.
-Tudo bem... Eu te entendo...
Pisquei atônita. Tudo bem, eu entendo?! Tudo bem eu entendo?! O que?! Olhei para ele sem esconder a expressão inconformada e balancei a cabeça falando pausadamente.
-Tudo bem eu te entendo? é isso? Tudo o que tem a dizer?
Parei por um momento o observando, eu simplesmente não acreditava. Balancei a cabeça fazendo uma careta de "ok, tudo bem" e suspirei agarrando minha toalha que estava no chão e me virando pronta para ir embora.
-Tudo bem então. Se é só isso...
Estava pronta para sair, ou então conseguir fazer minha famosa saída dramatica que tanto amava. Eu simplesmente não acreditava que aquilo era tudo, eu na verdade não sabia o que eu queria, não sabia se era melhor ele ficar em silêncio ou então protestas. EU sentia que minha vontade de mata-lo seria a mesma de qualquer forma. Como a vontade que correr até seus braços e dizer que eu não ligava para nada daquilo.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Sab Fev 25, 2012 11:44 pm

Ela parecia perdida em pensamentos, sua expressão também não era das melhores, mas isso já era bastante óbvio. Logo ela acaba repetindo, indignada o que eu havia dito...Ela estava realmente brava comigo, e tinha razão, mas isso não mudava o fato de eu sentir uma dor imensa a cada palavra que ela dizia como se ela estivesse me atacando.

Vejo ela pegar a toalha e ir saindo e por impulso seguro sua mão levemente, apenas para não deixa-la ir embora daquele jeito. Eu não queria que fosse assim.

- Espera...Me desculpe, não é isso. Eu só acho que não importa o que eu fale, não vai mudar o que aconteceu e nem vai mudar o que você pensa...E muito menos o que eu estou sentindo por você.

Mantinha os olhos fixos nos dela, falava o que pensava e o que sentia tão naturalmente com ela que falava tudo que fluia em sua mente agora mesmo sabendo que poderia apenas piorar.




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Sab Fev 25, 2012 11:56 pm

Meu coração bateu mais forte quando Tuomas agarrou meu pulso, droga por que eu ainda sentia isso? Que idiota eu era! Me virei olhando-o nos olhos prestando atenção em cada palavra sua, mesmo com a raiva me tomando eu me via cada vez mais sem razão por estar brava com ele. Seus olhos tinham um brilho em parte arrependido, em parte triste. Não queria que ele ficasse arrependido, não queria me arrepender? Ele me olhava sem jeito, sua mão ainda tocava meu pulso.
-... Não vai mudar o que aconteceu, muito menos o que eu sinto por você,
Mordi o lábio, meu corpo se tornou rigido, meus olhos se focaram nos dele e soltei minha mão da sua. Mas não para ir embora. Agarrei sua camisa com uma das mãos o puxando para perto e lhe dando mais um beijo. minha mão tocava o seu rosto e a outra prendia em seu pescoço, com tanta vontade de pressiona-lo, como se eu nunca fosse solta-lo, como se nunca quisesse solta-lo... E eu não queria. Deixei meus lábios escorregarem pelos seus mais uma vez, sentia meu coração acelerar... Tinha medo de ter um ataque ou coisa do tipo. Saboreei o gosto do seu beijo, tentando expulsar quaqluer outro pensamento da minha mente, mandando qualquer coisa ruim ebora... E estava obtendo sucesso com isso.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Dom Fev 26, 2012 12:19 am

Após parar de falar, tudo fica em silêncio por um momento enquanto olho profundamente nos olhos dela, querendo saber o que ela realmente pensava agora, sabendo que não seria possível embora sonhar não custa-se nada. Porém ela parecia diferente de alguns segundos antes, menos irritada do que aparentemente estava antes.

Sinto-a soltar o pulso de minha mão e pensando no mesmo momento que ela o deixaria sem mais nenhuma palavra, mas sou surpreendido ao vê-la segurar minha camisa e sentir um puxão para mais perto dela, ficando ainda mais surpreso ao sentir seus lábios doces e macios movendo-se com os meus novamente, retribuindo seu beijo e envolvendo sua cintura com os bois braços, a puxando para bem perto do corpo querendo que aquele momento dura-se para sempre, sentindo o corpo dela junto ao seu, o sabor da língua dela enquanto brincava com a minha. Novamente, os pensamentos se esvaem e tudo que havia era os dois e o resto nada importava.





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 12:30 am

Minha respiração se tornou mais calma e mais pesada quando senti a inclinação de seu corpo a favor da minha decisão, ele retrbuiu o beijo com tanta intensidade quanto eu, minhas mãos continuavam firmes em seu pescoço como garras, sentia seu coração em sincronia como o meu, a lua, as estrelas, o silêncio da floresta, era tudo perfeito de certa forma. A brisa batia contra nossos corpos, soltei a toalha que desceu lentamente até tocar o chão, minha mão escorregou para as costas de Tuomas permitindo que eu conseguisse lhe dar uma espécie de abraço junto ao beijo não desgrudando nossos lábios até então, forcei mais meus lábios contra os delo e meu corpo também, minha língua brincava com a sua em sinconia, aquele não era meu primeir beijo, mas era sem dúvida o melhor, o mais intenso o mais... Emocionalmente pesado, talvez porque houvesse jogado todods os meus sentimentos ali... Raiva, desejo, ressentimento, até mesmo uma pontada de paixão.
Virei a cabeça sem separar o beijo ainda, meus lábios estavam começando a latejar, mas eu não ligava, não queria interromper aquilo por nada.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Dom Fev 26, 2012 12:52 am

Podia ouvir a respiração dela, que assim como a minha era ofegante, além disso também havia um leve som vindo do rio que corria vagarosamente bem proximo à eles, mas o que predominava era o silêncio, o que era bom. O beijo se mantinha firme e cada vez mais intenso, sentindo ela pressionar ainda mais os lábios e o corpo contra o meu, fazendo com que eu ficasse cada vez mais feliz, os pensamentos e sentimentos ruins que era tudo que havia em minha mente a segundos atras, havia sido transformados completamente, aproveitava o momento com ela sem se importar com mais nada, virando o rosto junto com ela para continuar o beijo ainda mais intensamente. Acaricio as costas dela sem solta-la mas sim pressiona-la contra meu corpo ainda mais. Seu toque me fazia tão bem que agora parecia que era impossível ter vivido tanto tempo sem sentir aquilo.

Após um longo momento enquanto o beijo fluía de forma natural, afasto apenas um pouco o rosto do dela, interrompendo o beijo por um momento com alguns selinhos e olhando profundamente em seus olhos, acariciando seus cabelos e exibindo um sorriso sincero e feliz, sussurrando para ela:

- Eu te amo Mell...
Dou uma mordidinha no lábio inferior dela, soltando em seguida com outro selinho. Talvez fosse cedo demais para dizer aquilo, mas tinha certeza absoluta do que sentia por ela e sabia que isso nunca iria mudar, por isso não tinha porque continuar reprimindo aquilo.




"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 1:10 am

Abri um sorriso quando Tu finalmente interrompeu o beijo, meus olhos se encontraram aos dele que tinham um brilho tão agradavel e contente quanto os meus. Com mais um selinho Tuomas sorriu, seu olhar era carinhoso, sua expressão serena;
-Eu te amo, Mell.
Meus olhos se arregalaram levemente e eu abri um sorrisinho sem graça... Droga, tentei não deicar transparecer minhas emoções. Veja bem, não é que eu não goste muito de Tu ou coisa do tipo, mas... Eu não sei... O único homem que já disse que me amava foi... Nenhu,. Ok, talvez aquele fosse um pequeno trauma, eu sofri rejeição por todos os homens de minha vida, falando especificamente do meu próprio pai e padrasto... Não tinha o melhor histórico com namorado eu nunca.... nunca me abri daquele jeito. Olhei para Tu por um momento e mordi o lábio. Não poderia ficar em silêncio... Seria pior... Eu não...
-Ownti... Obrigada.
Obrigada?! Que tipo de resposta era aquela?
Recuei um passo de forma discreta e abri um sorrisinho para Tu tentando não corar e desviei os olhos dos seus por um momento fitando o rio, que agora parecia gélido, suspirei, agarrei meu caderno de desenhos o apertando contra o peito e olhando para Tu de canto de olho.
-Hm... Acho melhor voltarmos para o chlé.... Não?
Perguntei com um sorrisinho, mesmo me sentindo completamente desconfortavel de olha-lo em seus olhos.


Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Tuomas Vuorinen em Dom Fev 26, 2012 1:27 am

A olho por um momento enquanto um silencio momentaneo toma conta novamente até que ela responde. Meu sorriso diminui um pouco ao vê-la se afastar novamente. Já sabia que ela não responderia que me amava, provavelmente ainda nem sentia aquilo por mim na verdade, pelo menos ainda não, afinal era bastante cedo, cedo demais, mas mesmo assim parecia pior do que eu imaginava, de certa forma era decepcionante.

Ela começa a desviar o olhar e fazer o maximo para evitar olhar em meus olhos e eu agora sorria apenas com o canto dos lábios...Tudo bem não era o fim do mundo, afinal ela havia me beijado de novo, mesmo que agora soubesse a verdade de que tinham o mesmo pai, mas mesmo assim, aquela forma de ela me evitar me deixava meio triste e eu não conseguia evitar isso embora disfarça-se.

- Acho que sim, está ficando meio tarde...

Desvio o olhar dela e pego minha guitarra, a ajeitando e começando a caminhar em direção ao chalé sem olha-la, com uma expressão neutra agora, sem o sorriso habitual, alguns pensamentos ruins novamente brotando em sua mente.





"When I look into your eyes
I can see a love restrained
But darlin' when I hold you
Don't you know I feel the same"

avatar
Tuomas Vuorinen
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 60
Pontos : 52
Data de inscrição : 19/02/2012

Ficha do personagem
HP:
5/100  (5/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Fev 26, 2012 10:06 am

Por um bom tempo, a minha vida e minha tarefas no Acampamento se reduziam a dormir, acordar, comer, fazer meus exercícios sozinhos e voltar ao chalé de meu pai para começar tudo de novo. talvez eu fosse um filho de Dionísio um pouco fechado ao meu mundo, já que meu pai era deus das festas, do vinho..., era natural que eu herdasse dele esses gostos, e até herdei, mas as coisas que eu gostava não se limitavam a ficar bêbado e sair para a farra - não necessariamente nessa ordem. Hoje, eu acordei pronto para gastar bastante energia, tomei uma taça de vinho, como em todas as manhãs, já que para nós, filhos de Dionísio, ficávamos mais dispostos com ele, em vez de embriagados. A noite passada eu sonhei com água, normalmente nós semideuses tínhamos sonhos esquisitos, só que os meus eram esquisitos mesmo. Portanto, após fazer algumas flexões e tomar um banho rápido, eu decidi que iria ao rio, coloquei um calção preto, chinelo, uma camisa também preta, de botões, deixando-a aberta e pegando o chinelo na mão, para poder sentir o chão e enrosquei meu violão no pescoço.

Eu teria que admitir que, mesmo não simpatizando com nenhum deus, o Sol estava fascinante, como se eu conversasse com ele, assim como o céu.
Fui caminhando em passos lentos, sentei-me na beira, parece que não tinha ninguém lá, então aproveitei o momento sozinho para tocar. Desenrosquei meu violão e tentei algumas notas de "Last Kiss'.




Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 10:16 am

Estava eu, a beira do rio com os pés na água distraidamente. Pensava em como o dia estava bonito e estava com o rosto voltado para o céu, mas meus olhos estavam fechados. Tudo o que eu queria mesmo era apenas sentir o sol que estava radiante e a pequena brisa. Os deuses estavam generosos neste dia.

Noto que alguém estava se aproximando e logo fico observando de onde ele viria. Logo vejo um rapaz se aproximando e ficando a beira do rio não muito longe de onde eu estava. Fico o observando, nunca havia o visto antes e logo vejo ele tocando...

Me levanto de onde eu estava e me aproximo devagar, tentando fazer com que ele não me visse, mas eu estava curiosa e queria ouvir a canção que ele tocava com mais clareza e de perto eu poderia ouvir melhor.

- Que canção linda!

Disse eu pensando alto, mas torcendo para que ele não ouvisse o que eu havia dito.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Fev 26, 2012 10:31 am

Eu tocava e ainda tentei algumas estrofes da música, pensando que estava sozinho. Eu me empolgava em cantar e tocar ao mesmo tempo e cada nova nota, ainda batendo os pés no chão.

- Que canção linda!

Eu voltei-me para trás, procurando a autora da voz, era bonita e eu nem de relance tinha visto ela ali antes, mas como um bom filho de Dionísio a reconheci como uma ninfa da água doce.

- Ah... olá. - falei, ainda um pouco tímido, mas num tom de voz mais agudo do que era antes. - Sim, é a minha favorita.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 10:40 am

Eu fiquei paralisada quando ele olhou para trás e me viu, olhei para os lados meio envergonhada e logo o ouço respondendo ao meu comentário.

- Ah... olá. - Ele parecia tímido mas ainda falava em um tom de voz agudo. - Sim, é a minha favorita.

Sorrio parecendo um pouco mais confortável e vou me aproximando devagar, bem, ao menos saber que ele não faria nada contra mim eu sabia que ele não faria. Me aproximo com passos curtos e lentos dizendo:

- Você toca muito bem... Pode continuar. Estava ótimo!

Paro ao lado dele, não sabia se tinha permissão para me sentar então continuei de pé esperando alguma reação dele. E o comentário a seguir pode não ser dos mais convenientes, mas foi impossível não reparar na beleza do rapaz... Mas isso logo passa, logo, logo eu estaria deixando de notar isso, espero. >.<

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Fev 26, 2012 10:57 am

- Você toca muito bem... Pode continuar. Estava ótimo!

Me arrastei para o lado, como se estivesse convidando-a para sentar-se. Enfim, como ela havia pedido, toquei o refrão, acompanhando com os pés e cantando, mas num tom bem baixo, esperando que ela não estivesse ouvindo. Oh where, oh where...


- Obrigado... sou um Menestrel, acho que é normal que toque bem.

Sorri meio que bobo, olhando fixamente para ela. As ninfas tinham uma beleza que não se podia comparar com uma filha de Afrodite, era totalmente diferente, peculiar. Me passou pela cabeça que nunca cheguei a trocar palavras com uma antes, por isso era tamanha a minha admiração por ela.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 11:08 am

Noto que ele senta-se um pouco para o lado, um gesto convidativo para mim me sentar. Enquanto me sento ouço ele cantando, como eu havia pedido, mas como ele cantava baixo creio que ele não quisesse muito que eu ouvisse, então, para não estragar eu acabo apenas ouvindo, achando que além de tocar ele cantava muito bem.

- Obrigado... sou um Menestrel, acho que é normal que toque bem.

Sorrio e noto que estávamos os dois olhando um para o outro constantemente, bem, eu nunca havíamos nos visto antes, creio que era normal ficarmos encarando apenas para poder decorar cada traço do rosto dos novos amigos, mas nesse caso ele realmente me chamava a atenção.

- Ah sim, claro. - Sorri meio sem graça olhando para o lago.

As vezes eu faço alguns comentários ridículos, mas nem todo mundo é perfeito, certo?!

- Ãhm... Mas ainda não nos apresentamos. Prazer, me chamo Amaya e você...?

Disse mordendo levemente o lábio inferior, e não tinha segundas intenções no gesto, era apenas mania mesmo ficar fazendo caras e bocas enquanto converso.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Fev 26, 2012 11:25 am

- Ah sim, claro.

Sorri ao ouvir seu comentário, mas continuei sem tirar os olhos dela.

- Ãhm... Mas ainda não nos apresentamos. Prazer, me chamo Amaya e você...?

- Muito prazer, sou William, filho de Dionísio.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Fev 26, 2012 11:33 am

Eu ainda olhava para o lago enquanto ouço a resposta dele.

- Muito prazer, sou William, filho de Dionísio.

Volto a olhar para ele e sorrio coçando de leve a cabeça, eu geralmente fazia isso quando conhecia as pessoas e não sabia mais o que falar. Bem, acho que ele notaria logo de cara que sou uma criatura cheia de manias... Espero que isso não o incomode.

- Bem, William, filho de Dionísio, o que te traz ao lago hoje? Apenas o clima calmo ou estava pensando em nadar já que o dia está maravilhoso?

Olho novamente para o rio que estava realmente convidativo para um belo banho, o sol estava quente e em resumo, o dia estava perfeito para um mergulho.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Seg Fev 27, 2012 9:21 pm

- Bem, William, filho de Dionísio, o que te traz ao lago hoje? Apenas o clima calmo ou estava pensando em nadar já que o dia está maravilhoso?

Passei os dedos por todas as cordas do violão, fazendo um som suave. Eu ainda não sabia se estava sendo uma boa companhia, e pelo que me parecia ela estava se esforçando pra puxar assunto comigo.

- Eu pensava em encontrar uma ninfa linda como no meu sonho essa noite. - parei, olhando o rio por alguns segundos, mas logo continuei. - Ate cinco minutos atrás eu achava que iria ficar aqui, sozinho, tocando alguma música de que eu goste.

Depois de terminada a frase, namorei novamente o rio, depois a garota, com certeza apoiando a ideia de um mergulho.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Ter Fev 28, 2012 7:55 pm

Percebo que ele passa levemente os dedos pelas cordas do violão fazendo com que do instrumento saísse um som extremamente agradável, que assim como a companhia do Will me fazia pensar muito sobre como era bom saber todas essas coisas.


- Eu pensava em encontrar uma ninfa linda como no meu sonho essa noite. - Ele olha para o rio, mas logo continua. - Ate cinco minutos atrás eu achava que iria ficar aqui, sozinho, tocando alguma música de que eu goste.

Olho para o rio assim como ele e encolho os joelhos abrando-os colocando o queixo apoiado nos meus braços que estavam envolvendo meus joelhos, isso fazia com que eu ocupasse menos espaço.

- Ãhm, se quiser ajuda para encontrar a ninfa que procura por tentar ajudar. Não conheço muitos aqui, mas posso dar um apoio moral, não?! - Logo depois olho para o chão e volto a falar - Mas se quiser ficar sozinho eu também posso ir embora..

E dizendo isso fiquei parada esperando que ele falasse algo, ou desse algum sinal de que minha presença o desagradava, ele era educado demais para dizer isso em palavras rudes.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Ter Fev 28, 2012 8:41 pm

Ela abraçou os joelhos e depois apoio a cabeça neles, ficando bem encolhida. Eu apenas observei a atitude, me parecia um tanto hesitante da parte dela. Por vezes, ninfas sendo espíritos da natureza, perto delas era possível você ver toda aquela beleza, beleza a qual quase não era de importância para alguns, mas era bem nítida. Nas aulas de história, eu me lembrava de cada simples informação que sabia sobre elas, principalmente o significado de seu nome, botão de rosa. Conhecendo Amaya, eu sabia porque esse significado.

- Ãhm, se quiser ajuda para encontrar a ninfa que procura por tentar ajudar. Não conheço muitos aqui, mas posso dar um apoio moral, não?! - olhando para o chão, voltou a falar - Mas se quiser ficar sozinho eu também posso ir embora..

Era uma boa escapatória para o que eu havia dito, na verdade eu já estava bem acostumado com esse tipo de coisa. Ou eu não agradei, ela podia muito bem não se sentir bem perto de um menestrel, mas por outro lado podia estar apenas fazendo com que eu repetisse, de forma que tivesse certeza do que eu havia falado.

- Eu já encontrei... agora quero que fique aqui, a não ser que seja da sua vontade ir.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Ter Fev 28, 2012 9:01 pm

Vejo que ele fica pensando, mas ainda assim não desvio o olhar do chão. Deixei-o em seus pensamentos mas ainda assim querendo saber o que ele tanto pensava. Logo ele me responde...

- Eu já encontrei... agora quero que fique aqui, a não ser que seja da sua vontade ir.

O olho sorrindo, sim, eu fiquei radiante em saber que ele não estava querendo que eu fosse embora. E ainda mais que ele parecia não estar se encomodando com a minha presença pelo comentário. Coloco a mão atrás da cabeça a sorrio abertamente, fazendo com que meus olhos se fechassem um pouco.

- Nhá, claro que quero ficar. Afinal não é todo dia que converso amistosamente com alguém.

Logo depois me arrumo normalmente, voltando a posição anterior.

Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Sex Mar 02, 2012 8:26 pm

Ela abriu um sorriso tão grande que chegou a fechar os olhos. Depois colocou a mão atrás da cabeça, falando:

- Nhá, claro que quero ficar. Afinal não é todo dia que converso amistosamente com alguém.

Sim, um tanto irônico na verdade. Eu pensei que fosse o único pouco enturmado, mas quando se conhece as ninfas mais de perto... elas não são o tipo de ser extrovertido e agitados, como centauros, que também são seguidores de meu pai.

- Você costuma ficar sozinha aqui? Digo... e suas irmãs? Costuma conversar com elas?

Eu arqueei a sobrancelha, não sabia se minha pergunta foi idiota ou eu estava sendo idiota o tempo todo, só que eu ainda estava me acostumando com a idéia de estar conversando tranquilamente com uma ninfa à beira do rio.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Mar 04, 2012 1:21 pm



" Vou ao Rio do Acampamento. "

Como os dias passam rápidos . Cronos deve estar sem Paciência no Tártaro , e fazendo com que o Tempo passe mais rápido . Só pode . Já havia feito cinco dias que eu cheguei ao Acampamento , e não tive sucesso com ninguém ; Atualmente ninguém me conhecia por ali .

Eu estava próximo a Floresta , com as Mãos adentradas no Bolso , andando calmamente , tendo como Passatempo chutar uma Pedrinha . A cada chute que fazia , a Pedrinha pulava e pulava , e novamente eu ia até ela repetindo o processo . Não sabia nem para onde estava indo , mas de uma Coisa eu sabia : Eu não tinha ultrapassado as Barreiras do Acampamento . Por sinal , a Pedra era bem Pequena e eu usava um Tênis Nike , recém lançado por tal Marca , e é por isso que quando eu chutava a Pedra , não fazia nenhum Dano em meu Pé .

A Camisa do Acampamento estava bem confortável em mim . Sentia o Tecido Divino encostar em minha Pele , que Sensação ótima . O Short no qual eu usava também se apegava bem as minhas Pernas . A Pedra agora estava me guiando a um Clima inconfortável , digamos . Ela havia me levado a um Rio . Rios , Praias , tudo isso , era uma das Coisas que eu mais detestava na Natureza , mas fazer o quê ? Estava entediado .

Pego a Pedrinha com a Mão e a Examino , vendo se ela havia tomado alguns Danos com meu Chute . Por sorte , nenhum dano . É assim que olho para o Rio e resolvo jogar a Pedrinha nele . Ela pulou e pulou cada vez mais , boiando e logo após afundando na Água depois disso . Me aproximei um pouco do Rio e me sentei na Margem dele , olhando o Sol refletir um Brilho nas Árvores . As Árvores faziam barulho , pelo Local . Pelo visto , eram as Ninfas se movimentando com minha Presença . Pouco me importava com isso , sabia que elas não me fariam mal algum se não mexesse com ela , por isso fiquei ali , calmo e bobo ; O Cedric de sempre .



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Apple O. Cletto em Dom Mar 04, 2012 1:34 pm

A noite passada eu conheci uma garota. Digamos que foi um momento mágico digno dos filmes da Disney, mas só durou uma noite de luar. Ainda lembro de seu nome, e de seu cheiro... Mellody, com um leve toque de sepultura, mas cheia de vida. Peguei meu livro e segui meu caminho até o Rio do campus. Caminho calmamente pela estradinha que desce uma ribanceira e quando afasto uma moita frondosa, me deparo com o leito do rio em movimento constante. Há ninfas a brincar nas correntezas e um garoto com madeixas castanhas sentado às margens do riacho. Não sei se devo me aproximar, mas... fazer amigos nunca é demais. Caminho lentamente até o garoto e cutuco suas costas. Abro um sorriso labial e o olho sereno e tranquilo.
- Oi... - estendo minha mão direita e aceno como num "OI".
avatar
Apple O. Cletto
Filhos de Selene
Filhos de Selene

Mensagens : 200
Pontos : 196
Data de inscrição : 06/02/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Convidad em Dom Mar 04, 2012 1:46 pm



" AAAAAAAAAARGGGGH ! "

O Clima estava começando a ficar Tediante , como todo o Acampamento estava no momento . Eu esperava ver alguém/algo aparecer por ali , mas pelo visto tinha falhado . Nada além do Som dos Pássaros assoviando , que por sinal me deixava mais Calmo , hoje me deixa mais irritado . As Árvores continuavam fazendo tamanho barulho , como se as Ninfas procurassem umas as Outras , numa Brincadeira de Esconde-Esconde . Não tinha nenhuma Opção a não ser jogar novamente outra Pedra no Lago , para tirar pelo menos alguma Parte do meu tédio .

Sem desviar o olhar das Árvores , dirijo minha Mão até a minha Esquerda e pego uma Pedra , leve e irresistente . Se jogasse no Chão agora quebraria . É assim que balanço a Mão , e então jogo a Pedra , dessa vez não tendo Sucesso ; A Pedra apenas boiou uma vez e já afundou , não pulou uma Vez se quer . Demonstrei todo meu Ódio em uma Planta que estava em fase de Crescimento , a socando . É nesse momento , que sinto uma Mão em minhas Costas .

- AAAAAAAAAARGGGGH ! - Tive um leve susto , que durou entre 5 e 10 Segundos . Só quando viro a Cabeça , vejo um Garoto . Místico , com o Olhar da Lua Brilhante . Ele me disse :

- Oi ... - Ele acenou com usa Mão direita .

Sem nenhumas Opções , disse , fazendo um de meus Sorrisos Tortos .

- Oi . - Tentei não me expressar como Sempre ; Um Bobo . Era impossível , mas ainda assim tentei .



Convidad
Convidado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 32 Anterior  1 ... 5, 6, 7 ... 19 ... 32  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum