Rio - Local público

Página 30 de 32 Anterior  1 ... 16 ... 29, 30, 31, 32  Seguinte

Ir em baixo

Rio - Local público

Mensagem  Caos em Sab Jan 07, 2012 11:14 am

Relembrando a primeira mensagem :


O rio é um ótimo local para se passar o tempo e pensar na vida, ficar observando a correnteza da água, ou até mesmo nadar para afugentar os problemas. Aqui é um local público mas as regras continuam valendo por aqui.
Spoiler:

avatar
Caos

Mensagens : 39
Pontos : 60
Data de inscrição : 31/12/2011
Idade : 23

Ficha do personagem
HP:
100000/100000  (100000/100000)
MP:
100000/100000  (100000/100000)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://gods-and-demigods.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Jun 15, 2014 12:37 am

Meus braços escondiam o rosto do sol que, mesmo fraco, incomodava a visão. Meus pés, deixei dentro do riacho, sendo massageados pela corrente leve que ainda tornava o ambiente mais relaxante com seus ruídos sonolentos. Senti o cheiro da garota se aproximando. Certo, ultimamente eu havia tendo uma leve tendência para achar que tudo ao meu redor era vinho ou proles de Afrodite, mas aquela era a minha garota, porque eu já havia tocado, beijado... eu sabia, tive apenas a certeza quando sua voz doce chegou aos meus ouvidos. Em geral, nunca se espera mesmo, mas eu e o destino tínhamos uma amizade boa para que ele me desse a liberdade de esperar por tudo. - Eu sempre espero... você sempre vem.  - falava, sorrindo. - Porque sabe que eu sempre venho também. - tirava os membros do rosto para poder olhá-la se aproximar, aquela garota era linda. Até mesmo o cachorro que a acompanhava... e eu não sou fã de canídeos, parecia achar o mesmo, pois a seguia com entusiasmo.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Dom Jun 15, 2014 12:58 am

a good
Ao chegar perto dele, parava e me abaixava, sentando ao lado do mesmo. – E como sabe que sempre vou vir? – perguntava, sorrindo para ele. Deixava uma mão pousar sobre a cabeça de Spock, que havia sentado do meu outro lado e permanecendo quieto, olhando para o rio. – E é bom saber que você sempre vem. – falava, dando ênfase no “você”. – Sentia sua falta. – dizia, olhando-o e sentindo um pequeno bico se formar em meus lábios. Nessa hora, Spock já havia se levantado e ido para o rio, pulando e caindo dentro d’água, brincando com os peixes que haviam ali.
Surprise

♦ the white swan ♦ @cg


Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Jun 15, 2014 1:08 am

Arqueava o corpo para frente, apoiando com o cotovelo, deixando o rosto no nível do dela. A encarava, sorria, se aproximava o suficiente para sentir sua respiração. - É por isso que eu sei que vem... - sorria, malicioso, mas aquele sorriso típico que carregava consigo um pouco de espontaneidade e paixão. - Eu também senti sua falta. - tocava seus lábios nos dela de surpresa, fechava os olhos, permanecendo ali por alguns segundos, apenas saboreando-os, relembrando todas as vezes e os momentos que já havia os tocado e unindo-os em apenas um. Se afastava, a encarava sorrindo novamente. - Senti falta disso. - completava.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Dom Jun 15, 2014 1:27 am

a good
Soltava uma risada ao ouvir o que ele falava. – Convencido. – falava, revirando os olhos. Mas não tive a certeza de que ele havia ligado para o que eu havia falado, já que só continuou a falar com um sorriso malicioso nos lábios. Ele estava próximo o suficiente para eu poder sentir o calor emanando dele e querer morder e tocar novamente nos seus lábios. Não precisei esperar muito, pois ele faz isso logo, fora apenas um encostar de lábios, mas que deu apenas vontade de mais, de querer mais que aquilo. Dava um pequeno sorriso, voltando a abrir os olhos, que não havia percebido que tinha os fechados, olhava para ele. – Mas eu quero mais. – murmurava, aproximando novamente o rosto do dele e mordiscando-lhe os lábios. – Senti muitas saudades disso e quero matar essa saudade. – completava, soltando uma risada baixa, levando uma das mãos para a nuca dele.
Surprise

♦ the white swan ♦ @cg


Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Jun 15, 2014 1:53 am

Meu corpo praticamente se moveu sozinho em direção a ela, deitando-a na grama devagar, beijando e mordendo seu pescoço, minhas mãos nesse momento tomavam vida própria, deslizando pela sua pele, apalpando sua coxa. Meu corpo vibrava em contato com o dela, nossos lábios clamavam um pelo outro como imãs que precisavam se unir, e assim foi até que toquei-os novamente, dando início a um beijo intenso, compartilhando o calor dos nossos corpos. Meus olhos se fecharam, repousei sua cabeça sobre o solo, e prossegui.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Dom Jun 15, 2014 1:47 pm

a good
Me deixava deitar na grama, esticando as pernas e levando outra mão para o braço dele. Mordia o lábio inferior ao sentir os beijos e mordidas no pescoço, virava um pouco a cabeça para o lado, apertando de leve a nuca dele ao sentir a apalpada na coxa. Me vinha a mente o dia em que ele havia me levado para a clareira na floresta do acampamento, sorria com isso. Um arrepio passava por meu corpo, sentindo o clichê de borboletas batendo as asas na parede de minha barriga ao senti-lo tão perto. Assim que sentia os lábios dele novamente nos meus, fechava os olhos, começando a retribuir ao beijo na mesma intensidade que ele. Quando sentia a minha cabeça repousar sobre a grama, escorregava a mão que estava no braço dele e a levava para suas costas, pressionando os dedos ali, podendo sentir os músculos existentes ali.
Surprise

♦ the white swan ♦ @cg


Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Jun 15, 2014 6:10 pm

Sentia seus dedos pressionando minhas costas, automaticamente minhas mãos que estavam em seus cabelos os puxavam com força. Incrível como foram tão poucos e curtos os momentos que passei com aquela garota, mas o suficiente para me dar conforto e calor que em toda a minha vida não seria o suficiente. Tocar, beber, festar; nada era semelhante àquilo. Achei que Orfeu seria generoso comigo, me afastando do mal que seria o amor. Para nós, ao menos, o amor era ingrato, vinha apenas uma vez na vida e deixava caos. Mas quando Noelle estava em meus braços, nossos lábios colados buscando não só o prazer, não era só a ilusão de ser eterno que me acometia, era tê-la eternamente. Não acredito em eternidade, longe disso, mas aquela filha de Afrodite, se fosse uva, seria o melhor vinho existente, e eu iria tomar dele todos os dias. Provavelmente eu tenha sorrido, não sei, as lembranças apenas ferviam minha mente e corpo, minha mão em sua coxa avançava, tocando-a. Nossos corpos estavam completamente juntos, literalmente.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Dom Jun 15, 2014 6:47 pm

some good
Mordia o lábio inferior dele ao sentir o mesmo puxar meus cabelos, mas dava um pequeno sorriso com isso. Sentia um arrepio passar pelo corpo ao sentir a mão que estava em minha coxa subir mais, e por conta disso arqueio o tronco contra ele, fechando a mão em punho que estava nas costas dele, segurando assim um pouco da camisa do mesmo. Virava um pouco o rosto para o lado, buscando um pouco de ar.

sensations

 
 
 
clumsy @ sa!



Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Dom Jun 15, 2014 6:54 pm

Quando ela escapava dos seus lábios, deslizava pelo seu rosto, beijando-o até alcançar o pescoço, destino desejado. Cheirava longamente ali, absorvendo seu cheiro, então passa a língua de leve e crava os dentes com um pouco de força, chupando em seguida. Com a mãos, acariciava seu corpo até a bunda, onde apalpava com força quando alcançava. A olhava, com o mesmo sorriso malicioso que já fazia parte de si. Enrolava seus cabelos na mão que já se agarrava ali, e procurava novamente por seus lábios, sedento. Sem se dar conta, seu corpo já se esfregava contra o dela em movimentos voluntários de desejo.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Dom Jun 15, 2014 9:43 pm

some good
Soltava um grunhido ao sentir a mordida no pescoço, mas logo sentia um calor invadir o meu corpo ao senti-lo chupar onde havia mordido. Mordo meus lábios, virando o rosto para ele novamente, deixando o quadril ser levantado. Parecia que ele sabia exatamente onde tocar, onde beijar. Deixava as mãos se infiltrarem pela camisa dele, passando as unhas nas costas do mesmo, o arranhando um pouco ali. Dava um pequeno sorriso ao voltar a sentir os lábios dele nos meus, começando novamente um beijo ao qual eu retribuía no mesmo momento. Ia descendo as mãos, as transferindo para frente dele, para a barriga do mesmo, o empurrando um pouco. Mordia-lhe os lábios, os puxando entre os dentes para logo depois os sugar e voltar ao beijo.

sensations

 
 
 

clumsy @ sa!



Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Daryl Mackenzie em Qui Jun 19, 2014 4:34 pm

Dos arrepios que suas unhas lhe causavam, sentia suas mãos pressionando seu abdômen, afim de afastá-lo. Trazia junto consigo os cabelos, os quais agarrava, não deixando dessa forma que seus lábios se desgrudassem por um só momento. Retornava ao beijo após a mordida nos lábios, a outra mão acariciava por entre as suas pernas, deslizando dos seus lábios para o pé do seu ouvido, onde mordia o lóbulo e ofegava, sem demorar para virar sua cabeça e encontrar novamente com os seus lábios, sorrindo. O calor dos nossos corpos naquele momento estava em total equilíbrio, parecia que dali alguns instantes entraríamos em ebulição... e quem sabe não entrávamos? Aqueles lábios eram muito melhores do que uva, música, devo confessar que respeito Afrodite e sua criação... não o amor, esse nasce em cada um... era Noelle.



Daryl Mackenzie


No vinho estão a verdade, a vida e a morte. No vinho estão a aurora e o crepúsculo, a juventude e a transitoriedade. No vinho está o movimento pendular do tempo. No vinho se espelha a vida.

Aquela pessoa:
Te amo, Noelle.
avatar
Daryl Mackenzie
Filhos de Dionísio
Filhos de Dionísio

Mensagens : 105
Pontos : 102
Data de inscrição : 09/01/2012

Ficha do personagem
HP:
190/190  (190/190)
MP:
190/190  (190/190)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Noelle B. Mercier em Qui Jun 19, 2014 7:58 pm

Some
Ofegava ao sentir as mãos dele entre minhas pernas e arqueava o tronco de encontro ao peito do mesmo ao sentir a mordida no lóbulo da minha orelha. Dava um sorriso, subindo as mãos para os ombros dele, voltando ao beijo. Ao chegar aos ombros do garoto, empurrava a camisa que ele usava aberta pelos ombros, a fim de retirá-la por completo.
Podia sentir que compartilhávamos do mesmo calor e que cada vez a temperatura subia mais e uma sensação crescente de querer aquele garoto vinha mais a tona.

Good Feelings

 
 
 
clumsy @ sa!



Noelle Burk Mercier

Aphrodite's Child |  Rocker | 17 years | Daryl's Only ♥️

credits @
avatar
Noelle B. Mercier

Mensagens : 138
Pontos : 140
Data de inscrição : 19/09/2012

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://iwllalwaysloveyou.tumblr.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Violett Wermöhlen em Qui Jun 26, 2014 11:03 am


TELL ME WHAT  
YOU NEED

Desde de que chegara ali, aquela manhã seria a primeira saída de Mérope do chalé onde se encontrara. O sátiro que acompanhou sua chegada até o dormitório principal a instruiu para todas as regras da instituição, sendo ouvido calmamente pela loira. Naturalmente, ela não sentiu-se confortável quando fora obrigada a fazer seus afazeres com os demais campistas. Não gostava dos olhares, dos risos, dos gestos. Fazia apenas porque era obrigada e porque não queria ser punida pela desobediência. Atitude aliás, que era quase inexistente na garota, visto que ela não se importava de seguir as regras sinuosamente..contanto que seu corpo e espírito fossem preservados.

Naquela manhã, entretanto, algo a impulsionava para descobrir o ambiente na qual estava inserida. Após o café, onde ela ignorou com altivez os olhares desconhecidos para si, deixou que os pés a levassem para onde bem entendesse. Claro que, caso algo desse errado, ela poderia usar das palavras para expôr seu lado. Assim, os olhos fitavam cada espaço com curiosidade, durante a pequena caminhada, até que ela percebeu para onde realmente estava indo: o bosque. Embora um sorriso tivesse surgido nos lábios rosados, os olhos claros notaram que havia um par de campistas portando armas vigiando a entrada. Suspirando rapidamente, caminhou com cautela até onde a dupla se encontrava, dando a entender de que não estava ali para causar perigo a ninguém. Perguntou se o local estava acessível, recebendo uma troca de olhares dos maiores. O primeiro ponderou se ela poderia entrar, pois ali, só era possível a entrada em grupos. A loira suspirou, novamente pedindo e transformando as palavras em uma espécie de acordo. Até fez um olhar de súplica para eles, tentando conquistar algum sentimento vindo dos seguranças. Após alguns minutos, o segundo assentiu com o rosto, dizendo que ela teria meia hora. Mérope sorriu e assentiu com o rosto, adentrando ao local.

Obviamente, a garota seguiu com tranquilidade as instruções que havia recebido do sátiro para aquele local. Assim que viu-se livre, posterior ao refeitório, ela rumara de volta para o chalé, pegando a Espada Troiana e acomodando-a em sua cintura, da mesma forma que a pulseira estava em seu pulso. Mais uma vez, percebera os olhares para ela e, principalmente, para a arma que carregava consigo. Talvez porque, com a foice, os outros agora poderiam imaginar de quem ela filha. Não que Mérope se importasse, mas, parecia que por ali, a questão do sangue divino parecia ser mais importante que as relações entre campistas.

Assim, ela sentia-se mais segura enquanto caminhava pelo bosque, ouvindo o farfalhar das folhas quebrar-se sob a sola de suas botas, da mesma forma que a leve brisa adornava pelo vestido e jaqueta escurecida. Os cabelos, como era de costume, estavam soltos. Soltando um pequeno suspiro, a loira caminhou por um bom período até visualizar as águas do Rio fluindo por entre um espaço entre as árvores. Novamente sorriu, indo sentar-se próxima à margem, concluindo que ali sera o seu novo local de descanso.



The time, it has come to destroy

YOUR SUPREMACY
avatar
Violett Wermöhlen
Filhos de Éris
Filhos de Éris

Mensagens : 22
Pontos : 20
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  Ord Thurin em Qui Jun 26, 2014 12:01 pm

Tudo bem, eu confesso. Essa foi a pior ideia que eu já tive.

Saí do meu chalé pela manhã, corri na arena, como faço de costume, e me dirigi ao refeitório. Fazia minha refeição normalmente, conversando com alguns dos meus irmãos, quando surgiu uma discussão um tanto quanto... peculiar.

Debatíamos calorosamente sobre se seria possível utilizar uma pedra de mármore esculpida conforme um casco de navio para navegar em qualquer aquífero que fosse. Eu e mais dois irmão defendíamos que sim, pois navios são muito mais pesados do que peças de mármore. Outros três de meu chalé afirmavam categoricamente que não seria possível sem uma propulsão.

Apaixonado e teimoso como qualquer bom filho de Atena, resolvi provar que seria possível. Partimos em direção ao bosque, pois meu irmão que iniciou a discussão só o fez porque encontrou lá a pedra nesse formato.

Continuávamos debatendo ao longo do caminho, e passamos pelos guardas sem sequer olhar em seus rostos, nos encaminhando para a primeira curva do rio. Longa meia hora de caminhada.

A pedra repousava de lado, às margens da corredeira. Era do tamanho de uma porta, e se assemelhava a uma canoa. Começava a me perguntar se aquilo realmente flutuaria.

- E então, Ord, vai lá. Mostre-nos sua pedra flutuante. - Disse Austin com desdém.

Ergui o queixo, lançando-lhe um olhar austero, e desenrolei a corda que trouxemos, ancorando a canoa de mármore para dentro do rio. Sem dizer uma palavra, empurrei-a até o leito mais fundo e torci. Torci muito.

Deu certo.

A canoa estava flutuando.

Triunfante, subi, abri os braços e um enorme sorriso.

- Eu disse! Eu disse a vocês que flutuava!

Ainda feliz, não percebi que a canoa se movimentava, lentamente iniciando uma descida, empurrada pela força da água.
Quando vi a expressão de espanto dos meus pares, me perguntei o que acontecia, e porque eles estavam se afastando. Olhei pra frente, bem a tempo de me sentar quando a canoa venceu a primeira queda, ganhando velocidade.

Isso não vai acabar bem. Merda merda merda merda

A canoa continuava a ganhar impulso, alheia a seu próprio peso, como se estivesse se conduzindo sozinha.

Claro, Ord, uma canoa de mármore flutuante que se conduz sozinha... Tá na cara que é algum filho de Poseidon que tá fazendo isso. Agora, chega de besteiras e bole uma solução pra sair vivo dessa.

Comecei a pensar furiosamente, analisando cada pedaço de terreno que voava na minha visão. Mais à frente, a maior das quedas, com seis metros. Eu precisava pensar em algo.
Finalmente, a solução surgiu em minha mente. Fui para a popa, colocando a perna esquerda na água, até que a embarcação estivesse em uma diagonal com o leito do rio. Na minha cabeça, a jangada se aproximaria cada vez mais da margem, até que fosse seguro pular. Na vida real, a canoa começou a girar.

Quanto mais me aproximava da queda, mais ideias me surgiam. Uma delas não me pareceu tão idiota quanto as demais, e resolvi arriscar; posicionei (com muito esforço) o barco reto mais uma vez, e aguardei pela queda.

A jangada embicou na cachoeira, ficando na vertical. O peso do mármore foi  - como eu pensei - suficiente para me lançar na margem esquerda.

Tudo virou um borrão: árvores, rio, jangada, cabelos loiros, e então - o impacto. Meu corpo se chocou contra a terra, senti uma dor aguda no lado direito do abdômen mas estava bem, estava vivo.
Levantei meu rosto do chão, um tanto ardido por ter raspado no chão, e encarei a expressão aturdida da garota que me olhava.

Tentei sorrir, mas acabei fazendo uma expressão de dor. A garota parecia querer paz e sossego
E eu chego voando aqui, me estabacando bem ao lado dela. Que ótimo.

Me sentei, arfando um pouco, as mãos raladas apoiadas nos joelhos. Finalmente, olho pra ela e digo:

- Muito prazer. Eu sou Ord, o Voador. - Respiro fundo para tentar me tranquilizar, e minha visão periférica percebe a Espada Troiana que a garota carrega. - Sinto muito se te assustei ou algo do tipo, não foi minha intenção. Eu sei que isso pode parecer estranho, mas tu não costuma frequentar os locais comuns do acampamento, não é? Eu...  - Fico levemente ruborizado ao perceber que já tinha visto a garota antes, no dia de sua chegada.

Faz quase tanto tempo quanto a minha... Jamais me esqueceria desses olhos...

Percebo que estava a encarando por tempo demais, e desvio o olhar para o local onde a jangada afundou.

- Essa foi uma queda e tanto...
avatar
Ord Thurin
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 53
Pontos : 69
Data de inscrição : 07/02/2014
Idade : 23
Localização : Planeta

Ficha do personagem
HP:
180/180  (180/180)
MP:
180/180  (180/180)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Violett Wermöhlen em Qui Jun 26, 2014 12:24 pm


TELL ME WHAT  
YOU NEED

As diversas folhas, silêncio e sossego pareciam criar um mundo á parte para a loira. Por um instante, a loira quase esqueceu-se de que estava em uma acampamento, sendo vigiada e tratada como uma campista estranha e perigosa. Por ora, a semideusa poderia deixar aqueles pensamentos ruins de lado e aproveitar o tempo que ainda possuía naquele salão.

Infelizmente, seus planos para ficar sozinha ali não se concretizaram pois um garoto apareceu ''magicamente'' em seu pés. Seria engraçado se não fosse trágico o fato do garoto aterrizar desajeitadamente próximo a ela. Rapidamente, seu subconsciente alertou-a para sair dali e cumprir o pequeno trato que havia feito com os guardas na entrada da floresta; todavia, antes que mudasse fazer algo, os olhos visualizaram uma garota de cabelos ruivos cantarolando tranquilamente. No instante seguinte, virou o corpo para o sentido oposto, pensando se continuaria a ficar por ali. Novamente, um pequeno empecilho fez com que seu planejado fosse desfeito. Sem sombra de dúvida, agora a loira estava convicta de havia escolhido um dia não muito bom para passear pelo refúgio dos semideuses. Arqueando as sobrancelhas devido as primeiras palavras do moreno,ela moveu o corpo na direção dele, ouvindo-o se apresentar enquanto fixava o olhar em seu rosto.

- Você se machucou?. - Perguntou ironicamente para Ord, observando-o com mais paciência e curiosidade. - Sou Mérope. E não, não costumo sair por aí tentando fazer amizade com os demais campistas. - Deu de ombros enquanto ele se recompunha.




The time, it has come to destroy

YOUR SUPREMACY
avatar
Violett Wermöhlen
Filhos de Éris
Filhos de Éris

Mensagens : 22
Pontos : 20
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Mensagem  Ord Thurin em Qui Jun 26, 2014 4:08 pm

Me levanto, começando a me recompor. Espano a sujeira da roupa, estalo algumas articulações e me estico um pouco. Passo a mão de leve sobre as costelas, e constato que todas estão inteiras.

- Entendo. Um semideus já atrai confusão demais, não é bom andar com vários. De qualquer forma, desculpa pela entrada súbita. Não costumo fazer esse tipo de coisa.

Agora que estava em pé, reparo que a garota escolheu um lugar afastado de tudo para se sentar. Reparo em suas roupas, sinto o leve perfume no ar. Alguns segundos de silêncio, e entendo que ela queria estar sozinha.

Agora, mais do que nunca. Bom trabalho.

Fito o topo da queda d'água, pensando se devia voltar para os meus irmãos ou ir me recompor. Lembro-me de algo que me faz sorrir.

- Bem, eu só vim mesmo para te entregar isso - Retiro do bolso uma pedra roxa ovalada, e estendo a mão para que a garota pegue. - Mais uma vez, desculpa incomodar. Vou te deixar em paz.

Ainda com a mão esticada, dou um pequeno passo para trás, desejando não ter apostado coisa alguma. Eu estava envergonhado.

Vai embora. Sai daí seu paspalho, vai embora. Solta a pedra no chão e corre pra qualquer lugar

Minha mente me mandava ir, mas preferi ignorar. Alguma coisa nessa garota me fazia querer ficar, me despertava algo mais interessante do que a vontade de ir embora.



avatar
Ord Thurin
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 53
Pontos : 69
Data de inscrição : 07/02/2014
Idade : 23
Localização : Planeta

Ficha do personagem
HP:
180/180  (180/180)
MP:
180/180  (180/180)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Kyle Winshester em Ter Jan 13, 2015 11:13 pm

Depois de Alguns meses fora do acampamento e eu voltei... Tradução eu arrumei confusão na escola e como não tinha outro lugar para ir eu voltei para esse lugar. Mesmo me trazendo lembranças dolorosas e coisas a mais.  - AHHH! O rio! Acho que senti saudade dessa poça de água. - Falei rindo - É eu senti saudades.  - Falei sentando perto da beira enquanto tirava os tênis e meias colocando em seuida os pés na água. - Que refrescante... - falei com uma voz relaxada.


avatar
Kyle Winshester
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 1270
Pontos : 1264
Data de inscrição : 07/01/2012
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
150/180  (150/180)
MP:
160/180  (160/180)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Marie Butzek em Ter Jan 13, 2015 11:24 pm


relax

Living easy, livin' free Season ticket, on a one way ride Asking nothing, leave me be Taking everything in my stride
Don't need reason, don't need rhyme Ain't nothin' that I’d rather do Going down, party time My friends are gonna be there too
__________________________________________________________________________________
Reclamada como filha de Zeus, calças de couro preto rasgadas, blusa branca regata suja de sangue, braço cortado, lança em punho: resumo da chegada de Marie no Acampamento. A menina queria um descanso, apenas, e tomou um banho em seu chalé, colocando um short jeans preto e a blusa do CHB, um tênis cinza e uma touca de cabelo cor de vinho. Cabelo solto, como sempre.

Marie caminhou até um rio. Sempre teve uma certa antipatia com a água, mas foi assim mesmo. Encostou em uma árvore perto do local e esticou as pernas. Aquele era um bom lugar para descansar.


Última edição por Marie Butzek em Ter Jan 13, 2015 11:39 pm, editado 1 vez(es)


YOU'VE BEEN THUNDERSTRUCK!

ϟ
avatar
Marie Butzek

Mensagens : 41
Pontos : 41
Data de inscrição : 23/12/2014
Idade : 20

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Ter Jan 13, 2015 11:26 pm

Cansado do treinamento duro que estava tendo na arena, resolvi pela primeira vez ''relaxar'' em algum lugar do acampamento. Pensei em dar uma passada no rio e quem sabe dar um mergulho. Ainda com a capa, e as foices eu andei com passos ligeiros até o meu objetivo. Andando pela trilha qual levava ao tão falado rio, eu já começava a ouvir o barulho da água, e o cheirinho de cachoeira.
Chegando mais perto da margem percebi que não tinha sido o único a ter a ideia de ''relaxar'', e vi um garoto dentro da água. Fiquei olhando, pensando se ia ou não... já que talvez eu não conhecesse o garoto ( que pela aura que emanava parecia ser prole de Hermes) Até que finalmente decidi.
Andei até a margem, e falei para o garoto - Se não se importa, estou me juntando a ti - e com isso tirei a capa, que era como uma segunda pele. Assim deixando amostra o meu corpo pálido, sarado e cheio de cicatrizes (uma combinação bem estranha ) e finalmente entrei na água.
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 125
Pontos : 131
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Kyle Winshester em Ter Jan 13, 2015 11:37 pm

Olhei para a figura que tinha acabado de chegar e feito contato. Nossa isso soou meio E.T mas tudo bem. - Sem problema Ceifeiro. Pode se sentar! Sou Kyle. - falei logo me apresentando porque se eu não me engano filhos de deuses... como posso dizer ''darks'' e seguidores não são muito extrovertidos.  Ver ele tirando a capa me lembrou quando eu era paladino e sem querer criou um sorriso em meu rosto que fui perceber quando olhava para uma nuvem cobrindo a lua mas não o tirei do rosto.


avatar
Kyle Winshester
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 1270
Pontos : 1264
Data de inscrição : 07/01/2012
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
150/180  (150/180)
MP:
160/180  (160/180)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Marie Butzek em Ter Jan 13, 2015 11:43 pm


relax

Living easy, livin' free Season ticket, on a one way ride Asking nothing, leave me be Taking everything in my stride
Don't need reason, don't need rhyme Ain't nothin' that I’d rather do Going down, party time My friends are gonna be there too
__________________________________________________________________________________
Marie podia ouvir a conversa de dois garotos de onde estava. Querendo fazer algumas amizades - nada mais do que isso! -, foi até os dois e se sentou ao lado do loiro que se identificou por Kyle. Tirou os sapatos, e os deixou ao seu lado, enquanto mergulhava os pés na água e sentia um pequeno choque elétrico percorrer seu corpo.

- Perdão se estou incomodando, mas posso ficar aqui? - disse e ajeitou a touca que cobria sua testa.


Última edição por Marie Butzek em Ter Jan 13, 2015 11:57 pm, editado 1 vez(es)


YOU'VE BEEN THUNDERSTRUCK!

ϟ
avatar
Marie Butzek

Mensagens : 41
Pontos : 41
Data de inscrição : 23/12/2014
Idade : 20

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Ter Jan 13, 2015 11:49 pm

Logo após o garoto me responde, percebi que ele estava meio que sorrindo... o olhei confuso e meio irritado -Desculpa... mas qual a graça ? - logo após isso, uma garota chegou e pediu licença para se sentar. Fiquei quieto a olhando se ajeitar ao meu lado.
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 125
Pontos : 131
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Kyle Winshester em Ter Jan 13, 2015 11:54 pm

Olhei para ele e quando ia responder surge uma criatura do nada que saiu das sombras e... ok estou exagerando... Era só outra campista.  - P-pode... - respondi meio que sem muita reação.  Com certeza estou cercado por aquele tipo de pessoa que é rebelde sem causa.  Olhei para os dois enquanto mexia os pés fazendo a água ondular. - Vocês estão aqui a quanto tempo? - Perguntei pois com certeza ia se criar aquele silêncio nostálgico.


avatar
Kyle Winshester
Filhos de Hermes
Filhos de Hermes

Mensagens : 1270
Pontos : 1264
Data de inscrição : 07/01/2012
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
150/180  (150/180)
MP:
160/180  (160/180)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Marie Butzek em Qua Jan 14, 2015 12:02 am


relax

Living easy, livin' free Season ticket, on a one way ride Asking nothing, leave me be Taking everything in my stride
Don't need reason, don't need rhyme Ain't nothin' that I’d rather do Going down, party time My friends are gonna be there too
__________________________________________________________________________________

- P-pode... Vocês estão aqui há quanto tempo?

A filha de Zeus notou Kyle gaguejando ao permitir, só não entendia o porque. Decidiu tirar a touca e prender o cabelo em um coque frouxo. Olhou para o menino que estava dentro d'água, depois para o loiro.

- Cheguei hoje.


Última edição por Marie Butzek em Sab Jan 17, 2015 10:19 pm, editado 1 vez(es)


YOU'VE BEEN THUNDERSTRUCK!

ϟ
avatar
Marie Butzek

Mensagens : 41
Pontos : 41
Data de inscrição : 23/12/2014
Idade : 20

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Qua Jan 14, 2015 12:09 am

-Vocês estão aqui a quanto tempo ? - perguntou o filho de Hermes, no intuito de começar uma conversa. A filha de Zeus respondeu, olhando para o garoto e em seguida para eu. Sendo praticamente obrigado a responder falei abaixando a cabeça - três anos e alguma coisa... - fiz uma pausa, pensando se deveria falar mais - Na verdade não sei... passei algum tempo ''passeando'' no submundo... já que o tempo de lá é diferente daqui eu posso ter 55 e não sei- olhei para kayle - e você ? -.
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 125
Pontos : 131
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 21
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Rio - Local público

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 30 de 32 Anterior  1 ... 16 ... 29, 30, 31, 32  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum