LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Sex Out 05, 2012 4:48 pm

Relembrando a primeira mensagem :

Labirinto de Perguntas
parte II
Havia decorrido bastante tempo, desde que Athena havia pedido algo ao acampamento que exigisse dos campistas um conhecimento amplo sobre os segredos dos deuses Olimpianos, seus mistérios divinos e histórias contadas através dos tempos. Da ultima vez a missão foi a pedido de Sphinx, pois ela queria um enigma novo para perguntar aos forasteiros que cruzam as fronteiras egípcias, pois a antiga questão estava ultrapassada e todos os habitantes desse mundo moderno já sabiam a resposta da charada velha. No entanto, Athena retornou ao acampamento para uma nova jornada pelo labirinto de perguntas. A deusa novamente queria testar os conhecimentos dos jovens meninos-deuses, afim de recompensá-los com infinitas bençãos e o famoso reconhecimento divino.

Assim que a deusa virginal explicou a situação para Quiron e Dionísio, os mesmos pediram para que um sátiro encontrasse o primeiro semideus que visse e o chamasse para a casa grande. Pois bem, o menino bode foi direto para a região dos chalés, mas pelo caminho acabou trombando com uma filha do sono que rondava sozinha por ali. Ele a pegou pelo braço e balbuciou algo ininteligível enquanto arrastava-a para a casa grande. A garota sem saber o que fazer, agora estava frente a frente com o centauro e o deus das festas e ritos vinícolas. - Uma filha de Hipnos? tem certeza que isso vai dar certo? - comentou em tom de deboche o senhor D em referencia à lentidão dos filhos do deus do sono. Quiron trotou em volta da garota e a sentou numa poltrona, onde ficasse confortável e segura - Sim, acho que dará tudo certo. - afirmou o centauro.  
REGRAS:

Sempre leia as regras, poi as vezes escrevo coisas novas e se não lidas podem causar sérios danos.

I-) Narre o momento em que acordou, o que foi fazer e como foi  surpreendida pelo sátiro e o momento de tensão ou não, na casa grande.
II-) Seus atos tem consequências, então tome as decisões com cautela.

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Façam uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para mata-la.


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo


Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Sab Dez 21, 2013 10:50 pm

Labirinto de Perguntas
parte II

FRIDA, CAIN e TOM 
Apesar do conflito, o corpo de Noah sumira, deixando para trás sua arma preferida a "Soul-Edge" banhada pelo sangue do guardião. As rosas de repente se tornaram negras, mostrando que o templo de peixes estava de luto. Frida tomara Cain nos ombros e estendera o mapa para que Tom visse os tramites do labirinto. Ela não teve paciência pra lhe dizer tudo, portanto o garoto de Athena teve que confiar em suas palavras. Basicamente, o grupo teria que decidir para onde ir e se iriam juntos, sabendo-se que somente a filha de Deméter possuía o mapa. Ainda faltavam oito casas para serem visitadas para conseguir o restante dos pedacinhos de espelho. De repente um mapa cai do bolso do filho desmaiado de Hipnos, dando a possibilidade da guerreira seguir seu caminho deixando o garoto novo se aventurar sozinho. Porem, nada impedia dos semideuses trabalharem juntos e decidissem para onde iriam.

GABRIEL 
O guardião saiu do caminho do ceifador, abrindo passagem para que ele pudesse seguir seu destino como explorador do labirinto. Gabriel passou pelo homem, mas foi parado por suas mãos quentes. O menino sentiu seu estômago se revirar com a pressão da força do ruivo. Era como se o universo pudesse caber dentro dele e estava a ponto de se expandir a qualquer momento. O filho de Ares paralisou-se por instantes quase que mortais - Antes de ir, leve este mapa e um pedaço de ambrosia caso precise e, cuidado com o que você vai enfrentar.... é tudo que posso dizer - fala o sábio entregando os itens, desejando sorte para o jovem semideus.

Gabriel então corre para o finalmente labirinto com o mapa aberto, procurando qual caminho seguir. Eram tantos a partir da entrada que sua mente violenta doía só de olhas os tantos rumos que podia tomar. O tempo do relógio corria, mesmo sem prazos, o garoto sabia que teria que tomar uma decisão logo e seguir pelas paredes que escolhera. Ele não sabia pra onde ia ao certo, mas depois de um tempinho pensando, tomou sua decisão.

ETÓN 
O  Menino chupou a bala e seus pensamentos correram pela constelação de gêmeos e toda a sua extensão de mitos. Seu corpo se desfez à medida que a bala se desgastava em sua boca. O gosto passava do doce ao amargo, e do amargo ao doce por diversas vezes, fazendo o garoto titubear entre continuar chupando ou cuspir a mesma, mas acabou degustando o item até o fim. Seu corpo sumiu, o levando até uma porta simétrica no centro de uma casa esférica enorme rodeadas de colunas gregas iguais. De ambos os lados da porta, havia uma estátua de mármore branco. As estátua representavam a forma masculina nua e crua e apontavam para cima e para baixo. O tal portão era alto, quase três metros de altura e largo o suficiente para um elefante passar. Etón até ficou meio assustado com a magnanimidade do local. As paredes ao redor da cúpula branca se estendiam ao infinito o que deixava o jovem herói em dúvida se sairia vivo dali.

O semideus caminhou até a grande porta e notou que a porta estava lacrada por uma espécie de trava ou jogo de lógica. A trava estava coberta por uma película de vidro ou algo muito resistente a ponto de não partir com um simples golpe. Em volta, havia um aro de ouro com nomes e ao redor deste havia outro aro prateado com nomes escritos. O garoto olhava, e olhava, e olhava tentando entender o que tudo aquilo significava, até que ele pegou o espírito da coisa. Basicamente ele teria que girar os aros até que um nome ficasse por sobre o outro, porem, dos doze nomes do aro de prata, apenas dois deles eram fixo, os outros podiam mudar de local. Talvez, se o menino deus colocasse os nomes certos em combinação com o aro de ouro, a porta abrir-se-a:

 

------------------------------ MAPA ATUALIZADO ------------------------------
MAPA
------------------------------ JOGO ------------------------------
PARA TODOS: Recolher os pedaços de espelho
Frida - 3
Cain - 1
------------------------------ DANOS ------------------------------
FRIDA  115/140 HP  90/140 MP 
CAIN   35/100 HP   80/100 MP   - Desmaiado até que poste
GABRIEL    130/130 HP 130/130 MP
TOM    110/110 HP 110/110 MP/center]
ETÓN    130/130 HP 130/130 MP/center]

------------------------------ OPONENTE ------------------------------
...
------------------------------ RECOMPENSA ------------------------------
FRIDA {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Pulseira de Vidro}
CAIN {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Sagitta}
GABRIEL {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa)



^^:

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Faça uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para MATA-LO


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Tom S. Falcon em Dom Dez 22, 2013 9:16 am


Casa de Peixes


Estudei o mapa com bastante precisão, era um grande labirinto com diversos santuários que representavam cada zodiaco, depois de entender o mapa o devolvi a Frida e fui recolher a espada de Noah, peguei meu casaco e usei para limpa-la, seria bastante útil então a coloquei presa a meu cinto.


- Devemos ir para aquários na minha opinião,  mas qualquer uma daria no mesmo. - Vi que Frida carregava um gnos ombros chequei seu pulso e vi que ainda estava vivo - Ele está bem? Quer que eu leve?
thanks mseller @
avatar
Tom S. Falcon
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 29
Pontos : 29
Data de inscrição : 21/10/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
100/110  (100/110)
MP:
100/110  (100/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Etón Clesse em Dom Dez 22, 2013 9:45 am

Headstrong to take on anyone ❝ lari ❞
U
ma onda de choque percorreu meu corpo, mas havia sido mais como um grande arrepio pelo meu corpo. Quando terminei de ser "teletransportado" pela balinha-mágica do anjo, havia aparecido em um grande salão branco, com gigantescas colunas gregas feitas de mármore e um portão monstruosamente grande, meu coração palpitou mais rapidamente e então dei um passo para trás para conseguir ver toda a sua amplitude. Duas estátuas estavam "esculpidas" ao lado das porta, apontando para cima e para baixo.
- Que comecem os jogos. - sussurrei, apenas para mim mesmo.
Avancei até a porta e então tentei empurra-la, sem sucesso. A porta estava devidamente trancada por um sistema de lógica. Me aproximei do mesmo e observei que não seria possível quebra-lo ou até mesmo tentar passar do portão sem o resolve-lo. Observei todas as possibilidades, os nomes e suas posições.
Eu deveria focar apenas em uma das 'roda' e tentar formar uma situação em que todos se encaixassem. Haviam nomes de deuses e de heróis gregos , eu comecei a mexer.... tentando formar uma ligação.  Reconheci o nome de alguns deles pelo simples fato de noventa porcento desses heróis estarem mortos, e por ser um Ceifador eu acabava tendo uma leve intuição de quem eles haviam sido. Alguns eram irmãos uns dos outros, mas haviam alguns que tinham três irmãos no mesmo jogo. Me lembrei do nome da casa onde estava; "Gêmeos". Comecei a movimentar o aro de ouro até que ficasse desta maneira:


Me distanciei do portão em torno de cinco metros  então ativei meu bracelete o tornando minha armadura, eu deveria estar pronto para o que viesse a acontecer.

Etón Clesse

Arsenal:

- Duo-lança: Lança com cabo feito de ouro negro que possui em cada extremidade uma ponta extremamente afiada feita de bronze sagrado.

- Espinheiro: Escudo feito de titânio revestido com vibrânio que possui espinhos de bronze sagrado afiados revestindo. Absorve os impactos desferidos contra ele.

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento.

(Estou usando)
I ♥ Boobs: Uma camisa branca escrito "I ♥ Boobs" em preto, menos o coração que é vermelho. (By: Jon D. Gilmour)"
♣ Armadura da Morte: Um bracelete negro preso ao pulso do Ceifador, feito plenamente de um metal negro, com o pensamento do semideus ela se torna uma armadura completa. Feita de Ouro Celestial tingida da cor preta e com pequenos detalhes roxo em seu peitoral que formavam o simbolo de Deimos, um leão rugindo. A armadura protegia o corpo inteiro, deixando apenas pequeno lugares livres que eram locais que poderiam atrapalhar a movimentação de seus membros. (Armadura é o simbolo da união de um semideus filho de Deimos e Ceifador de Tânato.)



ETÓN CLESSE | SON OF DEIMOS | GRIM REAPER OF TÁNATO |LEADER; CHALÉ XIV | PUPIL OF ALBA | FANTASMA ♥ / © CG
avatar
Etón Clesse
Filhos de Deimos
Filhos de Deimos

Mensagens : 45
Pontos : 47
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 20
Localização : Acampento Meio-Sangue

Ficha do personagem
HP:
140/150  (140/150)
MP:
140/150  (140/150)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Frida Forestiere em Seg Dez 23, 2013 11:21 pm

O garoto desconhecido ganhou um mapa dos deuses ou de algum deus em especial. A casa mais próxima era a de aquário, mas pensei em visitar outras casas, quem sabe gêmeos. Quando olhei a espada de Noah, pensei em pega-la, pois seria útil, já que agora tenho apenas uma mão, mas o menino foi mais rápido. O peso de Cain fez com que eu esquecesse de alguns assuntos e desse mais importância para ele e foi quando o outro campista perguntou se eu precisava de ajuda. - Preciso de ajuda sim, me ajude leva-lo. - Já meio que empurrei o corpo de Cain para o corpo do menino.- Se quer começar seu caminho comigo, terás que carregar esse "fardo" amigo comigo..- Antes ele havia dito algo sobre a casa de aquário, mas não dei muita importância e foi ai que me liguei de uma coisa.- Sim, vamos para a casa de Aquário! Já tracei o caminho, venha! - Puxei o corpo de Cain e em seguida o de Tom.

Enquanto caminhávamos observei entre algumas colunas algumas plantas que serviriam como vida para mim, usei do meu poder para recuperar o que perdi lutando com NOah. Viramos algumas paredes e finalmente chegamos no destino. O lugar era incrível.

Poderes Passivos:
▸ Cura Natural: O filho de Deméter se ferido começa a se curar naturalmente numa velocidade avançada, mas apenas se próximo a plantas.

Mapa:
[/URL]



Frida Forestiere
Desejo a todas inimigas vida longa

thank you, thay.
avatar
Frida Forestiere
Filhos de Deméter
Filhos de Deméter

Mensagens : 414
Pontos : 413
Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
HP:
140/140  (140/140)
MP:
140/140  (140/140)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O verdadeiro Labirinto

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Qui Dez 26, 2013 1:03 pm

Assim que fiz a pergunta, o homem ruivo saiu de minha frente, abrindo a passagem para que eu pudesse entrar no labirinto. Quando eu estava para passar pelo portão, o homem me barrou com uma de sua mão, eu pude sentir tamanha força e energia que ele portara, era de uma quantidade infinita, naquele breve momento eu pude sentir um pouco de medo, sentimento que eu nunca antes experimentara, mas logo me aliviei quando o homem disse: - Antes de ir, leve este mapa e um pedaço de ambrosia caso precise e, cuidado com o que você vai enfrentar.... é tudo que posso dizer - .

Depois daquele momento aterrorizador, eu passei pelos portões, e logo vi o tamanho e a magnitude do LABIRINTO, muros gigantes e majestosos, infinitos caminhos, infinitas possibilidades, eu sabia que a partir daquele momento eu deveria tomar cuidado, muito cuidado com minhas escolhas, pois eu sabia que com as escolhas erradas podem me causar a morte.


Eram tantos caminhos, eu não tinha ideia de qual escolher, isso era frustrante, eu tinha que tomar alguma decisão rapido, então no ''uni duni te'' eu comecei a andar e me embrenhar pelos corredores do labirinto


avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 124
Pontos : 130
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 20
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Qui Dez 26, 2013 10:16 pm

Labirinto de Perguntas
parte II

FRIDA, CAIN, TOM e GABRIEL 
Frida e Tom carregavam Cain juntos pelas rosas do templo de peixes até saírem do local, deixando o cheiro fúnebre de um belo campista para trás, junto com as flores da décima segunda casa zodiacal. Assim que pisaram do lado de fora, encontraram um outro meio-sangue perdido e cansado de procurar os caminhos corretos por onde percorrer. O trio não apresentava perigo, logo, Gabriel, o ceifador resolveu segui-los por onde fosse, já que o labirinto de Athena poderia ser muito perigoso para o garoto novo, pois o mesmo era filho de Ares.

Pois bem, o grupo percorreu entre flores e muros vegetais, até que as paredes do labirinto se tornaram frias e o chão escorregadio. Havia som de cachoeira e apesar da temperatura baixa, o ambiente era bonito, agradável e convidativo. O cheiro de água limpa invadia o olfato da caçadora, os desenhos de flocos de neve misteriosos nas paredes deixavam a mente do justiceiro à 1000 e, até mesmo Cain sonhava com uma paisagem nevada nalgum lugar do Canadá. Apenas Lebber, corria os olhos entediado pelos muros e a ambientação glacial do local. Fora isso, a medida que chegavam nas limites do dos muros, eles podiam ver um templo em formato de cúpula de cristal. Apenas o som das correntezas era escutado. Era tão pacifico que Frida até podia se lembrar de Korona e sua casa barulhenta e festiva e, olha, sentir falta de toda aquela bagunça. O local era impressionantemente estonteante: Uma cúpula de cristal com um jarro adornado no topo no qual derrama água por toda a extensão da cúpula. Mais de perto viram que a casa ficava no meio de uma lagoa cristalina e apenas uma ponte de gelo ligava o restante do labirinto até a entrada fria do local.

Lá dentro, não havia absolutamente nada além de esculturas de gelo. Não vaia luz e as sombras se moviam por todos os lados. No centro, vendo de cima para baixo, havia um jarro de prata que vertia um fio de água no chão e automaticamente congelava. Havia uma escadaria de diamante pela qual descia um homem pálido de cabelos negros e olhos castanhos como borra de café. Seu rosto não expressava emoção nenhuma. Ele vestia um terno branco e uma echarpe azul. Sua aura era fria e aflitivamente assassina - Quem ousa atrapalhar meu silêncio? - diz o homem num tom único e firme.

ETÓN 
O garoto havia desfeito o enigma. Foi fácil demais e a trava havia se desfeito, porem a trava de vidro não se desfizera. O garoto ficou confuso, mas sua mente não teve tempo para processar sua frustração, pois no vidro algumas palavras apareceram, formando uma frase compreensível. Ele se inclinou para ler a sentença e notou que uma musica tocava enquanto seus olhos juntavam as palavras da frase: "De um lado sou um e ao contrário sou outro. Descubra nas histórias quem somos e quem sabe deixaremos você entrar". Lido isso Etón prestara atenção no que sucederia, mas nada aconteceu, Aquela era a unica frase que estava ali e a musica era a unica coisa que quebrava o silêncio na casa de gêmeos. Ele não sabia ao certo o que fazer, mas não saiu dali... Ele não era filho de Athena, mas sabia que tinha algum mistério escondido ali.

Ps.: presta atenção na frase e escute a musica atentamente. É a unica dica que posso dar ^^
 

------------------------------ MAPA ATUALIZADO ------------------------------
MAPA
------------------------------ JOGO ------------------------------
PARA TODOS: Recolher os pedaços de espelho
Frida - 3
Cain - 1
------------------------------ DANOS ------------------------------
FRIDA  140/140 HP  140/140 MP 
CAIN   35/100 HP   80/100 MP   - Desmaiado até que poste
GABRIEL    130/130 HP 130/130 MP
TOM    110/110 HP 110/110 MP/center]
ETÓN    130/130 HP 130/130 MP/center]

------------------------------ OPONENTE ------------------------------
...
------------------------------ RECOMPENSA ------------------------------
FRIDA {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Pulseira de Vidro}
CAIN {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Sagitta}
GABRIEL {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa)
TOM {Soul Edge}



^^:

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Faça uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para MATA-LO


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Tom S. Falcon em Sex Dez 27, 2013 5:59 pm


Casa de Aquários...


Cain era mais leve que eu pensará, talvez pelo fato de Frida está levando a outra parte de seu corpo, olhei para seu rosto por alguns segundos, a caçadora não parecia estar alegre pela minha aliança e por Gabriel ter se juntado a nós. O lugar estava ficando cada vez mais frio, as paredes tinhas bonitos desenhos de flocos de neve, isso me assustava ainda mais, quanto mais bonito o local mais perigoso parecia ser, aprendi isto na Casa de Peixes, por trás das belas rosas trazia a morte de um amigo.
Chegamos a um salão circular de vidro com um jarro posicionado ao centro onde derramará uma casta d'água límpida e clara que ao contato com o chão era congelada, tinha varias esculturas de gelo espalhas por toda parte, uma voz ecoou pelo local - Quem ousa atrapalhar meu silêncio? - A frente havia uma escadaria de diamante onde descia um homem muito pálido, cabelos negros brilhosos, seus olhos eram de um tom castanho escuro, vestia um terno branco e uma echarpe azul giz. Coloquei Cain encostado em uma estatua onde estaria seguro caso não forcemos mortos.
- Olá, sou Tom o filho de Atena e com meus três aliados gostaríamos de atravessar a Casa de Aquários. - disse em um tom desafiador, sabia que teríamos uma tarefa difícil. A corrente estava pronta para o ataque em meu pulso, olhei fixamente nos olhos do guardião esperando sua resposta. 

thanks mseller @[url=][/size][/url]
avatar
Tom S. Falcon
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 29
Pontos : 29
Data de inscrição : 21/10/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
100/110  (100/110)
MP:
100/110  (100/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Etón Clesse em Sex Dez 27, 2013 7:01 pm

Headstrong to take on anyone ❝ lari ❞
M
ais um enigma começava a se formar, uma frase aparecia na porta de vidro com as seguintes palavras: "De um lado sou um e ao contrário sou outro. Descubra nas histórias quem somos e quem sabe deixaremos você entrar" . Meu coração palpitava fortemente e acelerado com medo do que me esperava atrás dessa porta, imaginei dois monstros gêmeos um do outro. Uma musica começou a tocar com uma melodia leve e uma voz começou a canta-la. Letras e frases começavam a fazer sentido para mim. Meu coração começou a desacelerar e ficar mais fraco, voltando ao batimento cardíaco normal ao ver que nada estaria acontecendo até que eu desativasse as duas travas.  Pensei, pensei e pensei por mais um pouco de tempo, e algumas coisas começavam a se formar na minha cabeça; Castor & Pollux seriam a resposta certa?. Com a morte de um deles em seus mitos, um acordo se travou entre eles fazendo com que enquanto um deles ficava um dia no olimpo o outro ficava no submundo e no dia seguinte os dois alternavam, fazendo assim jus a frase que acabara de ser citada na porta de vidro. Agora a musica. Esta era a parte complicada, tentei focar minha mente nas frases e na letra somente mas nada me vinha a cabeça. A musica já havia se repetido três vezes e foi ai que juntei as peças: A parte da musica que dizia "I see you fall asleep" poderia ser representado pelo momento da morte de um dos irmãos. "In you and me, has a new world" define o novo mundo em que eles começaram a viver após a morte, Olimpo e Submundo que era mundos antes não conhecidos por eles.
"so many ups and downs" poderia ser a alternância entre "subida e descida" do Olimpo para o Submundo dos gêmeos. Foram poucas as coisas que faziam sentido mas poderiam ser. Alem disso a musica falava muito sobre a afeição e que o medo e mentiras se derretiam ali, então imaginei que não poderia mentir ali, olhei para trás e então respirei fundo voltando a atenção para o portão.
- Então, Santuário... não sei exatamente quem poderia ser os senhores, mas com a pouca inteligencia que resta de um filho de Deimos imagino que possam ser Castor & Pollux, ou Polydeukes, seja como preferir. - Dei alguns passos para trás e me preparei para o que viesse a seguir.
Etón Clesse

Arsenal:

- Duo-lança: Lança com cabo feito de ouro negro que possui em cada extremidade uma ponta extremamente afiada feita de bronze sagrado.

- Espinheiro: Escudo feito de titânio revestido com vibrânio que possui espinhos de bronze sagrado afiados revestindo. Absorve os impactos desferidos contra ele.

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento.

(Estou usando)
I ♥ Boobs: Uma camisa branca escrito "I ♥ Boobs" em preto, menos o coração que é vermelho. (By: Jon D. Gilmour)"
♣ Armadura da Morte: Um bracelete negro preso ao pulso do Ceifador, feito plenamente de um metal negro, com o pensamento do semideus ela se torna uma armadura completa. Feita de Ouro Celestial tingida da cor preta e com pequenos detalhes roxo em seu peitoral que formavam o simbolo de Deimos, um leão rugindo. A armadura protegia o corpo inteiro, deixando apenas pequeno lugares livres que eram locais que poderiam atrapalhar a movimentação de seus membros. (Armadura é o simbolo da união de um semideus filho de Deimos e Ceifador de Tânato.)



ETÓN CLESSE | SON OF DEIMOS | GRIM REAPER OF TÁNATO |LEADER; CHALÉ XIV | PUPIL OF ALBA | FANTASMA ♥ / © CG
avatar
Etón Clesse
Filhos de Deimos
Filhos de Deimos

Mensagens : 45
Pontos : 47
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 20
Localização : Acampento Meio-Sangue

Ficha do personagem
HP:
140/150  (140/150)
MP:
140/150  (140/150)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Frida Forestiere em Sab Dez 28, 2013 9:21 pm

Enquanto caminhava para a casa de Aquário lembrei-me de uma frase que meu pai adorava falar "Um é pouco, dois é bom e três é demais" e foi assim que mais um campista apareceu e lindamente se juntou a nós. De momento não quis dar o meu parecer, mas também não vou dar agora. Só sei que tenho apenas uma mão para carregar alguém e esse alguém é Cain, que se for preciso passarei por todas as casas e o levarei junto comigo e até pretendo sair do labirinto com ele em meus braços, se é que até lá eu terei braços. Logo meus pensamentos sumiram por conta do cheiro e som agradável. Havia me esquecido de como o ambiente com a presença da natureza é fortificante e incomparável. Tudo isso me deixou instigada e com mais vontade de lutar ou de desvendar algum enigma.

Assim que adentramos no lugar lembrei de quando participei de uma missão no gelo. Eu era uma frágil campista e nem experiência tinha. Cá estou com energia de sobra e sem medo. Assim que observamos cada detalhe uma voz ecoou em minha cabeça. Uma voz branda e elegante. Meu estômago deu um nó, era como se eu lembrasse de algo que já passei. Como se essa cena fosse uma repetição. O campista Tom logo saiu falando, sobre passarmos por ali e etc. Primeiro que já começou todo errado, não devemos entrar na casa das pessoas e ir direto ao ponto. Aprendi com meu pai a ter classe e elegância, mesmo em momentos de dificuldades e desesperadores. Observei o homem elegante descendo e apenas tomei frente da situação. Fiz reverência para mostrar cordialidade e comecei a falar.-Bonjour Monsieur !  J'ai comme ça sans prévenir et entrer dans votre maison avec tant d'euphorie. Je suis Miss Forestiere, chasseresse d'Artémis. Il s'agit de faucon, fils d'Athéna, l'inconscient est la somnolence, fils d'Hypnos et enfin Daniel, fils d'Arès.- Sorri elegantemente e sinalizei cada campista. -Nous sommes sur une mission et nous devons mettre les morceaux de miroirs cachés dans chaque maison, je veux dire, gardée et protégée. Avez-vous des conseils pour nous ?- Aguardei aflita, mas meu rosto transmitia a calma e paciência. Os garotos estavam prontos para atacar, mas não devemos chegar atacando uma pessoa que não conhecemos direito só por ela apresentar perigo, se fosse assim já poderiam me atacar. Enfim, apenas esperei com um sorriso elegante no rosto.



Frida Forestiere
Desejo a todas inimigas vida longa

thank you, thay.
avatar
Frida Forestiere
Filhos de Deméter
Filhos de Deméter

Mensagens : 414
Pontos : 413
Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
HP:
140/140  (140/140)
MP:
140/140  (140/140)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O templo de cristal

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Seg Dez 30, 2013 4:09 am

Depois de horas procurando algo, qualquer coisa que fosse, um desafio, um inimigo, uma saída ou até mesmo um aliada. Até que finalmente encontro a ultima opção, sim encontrei companheiros naquele lugar. Claro, prefiro trabalhar sozinho, sem ter gente em que me preocupar e essas coisas, mas naquele lugar era diferente, se eu não recebesse ajuda dificilmente sairia daqui vivo. Bom, quem que encontrei foi, Tom, um amigo, se é que posso usar essa palavra, mas vamos deixar assim por enquanto, a outra pessoa era Frida, nunca a tinha visto no acampamento ou ouvir falar da mesma, ela de certa forma era bonita, mesmo bem... com a mão decepada, e o ultimo era Cain, ele estava desmaiado e sendo carregado por Tom e Frida.

Nós andamos bastante, dificilmente conversávamos uns com os outros, mas de qualquer forma acho que é melhor assim. Andamos por bastante tempo, e o local sempre o mesmo quase nunca mudava nada, até que chegamos em uma parte do labirinto, que o chão e as paredes começaram a mudar. As paredes estavam se tornando frias e úmidas, e o chão estava bem escorregadio, dava para ouvir também um som de cachoeira, e assim seguimos a diante. Andamos um pouco mais, até que chegamos em um tipo de templo, ele era todo feito de cristal.

Entramos no templo. Havia uma escadaria de diamante pela qual descia um homem pálido de cabelos negros e olhos castanhos como borra de café. Seu rosto não expressava emoção nenhuma. Sua aura era fria e aflitivamente assassinaQuem ousa atrapalhar meu silêncio? - falou o homem. Tom, largou Cain em algum lugar, deu algum passos a frente do grupo e disse algo ridículo - Olá, sou Tom o filho de Atena e com meus três aliados gostaríamos de atravessar a Casa de Aquários.- Soou tipo, algum vendedor de pão que vem até sua casa, toca a campainha em alguma hora importuna, e te oferece pão... Tudo bem que não fiz algo tão diferente no portão de aries, mas acho que são situações diferentes, lá em aries você podia ver, que o cara era alguém mais ''amistoso'' aqui não, este guardião de aquários, tinha uma aura extremamente poderosa e assassina. Até que Frida se pós a frente de tom e começou a falar em francês, era algo ridículo, mesmo se o cara entendesse, ele não iria permitir a nossa passagem sem antes ter uma luta contra ele, ou algum tipo de desafio.

Enquanto Tom e frida ficavam falando sem parar, falando até em francês ao homem que reclamou sobre atrapalhar o silencio, eu estava um pouco mais afastado, perto de algum tipo de parede de cristal, entre as sombras que dominavam aquele maravilhoso lugar, eu tentava não ficar totalmente oculto, mas sim algo que precisasse um poco de atenção para me notar.
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 124
Pontos : 130
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 20
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Seg Dez 30, 2013 9:10 am

Labirinto de Perguntas
parte II

FRIDA, CAIN, TOM e GABRIEL 
O homem de cachecol azul olhou com desdem o filho de Athena, não dando bola para o que ele dizia e tagarelava. No entanto, ele ergueu uma sobrancelha curiosa quando ouviu a voz da caçadora esbanjando francês. Seus cabelos negros esvoaçaram numa brisa fria e seus lábios sorriam de canto enquanto terminava de descer as escadas. O homem frio caminhava calmamente pelo salão e as estátuas geladas que estavam em seu caminho retilíneo, se afastavam de seu caminho, lhe dando passagem. Os garotos não sabiam como reagir, mas mesmo que quisessem, seus corpos estavam paralisados por conta do frio que lhes alfinetava os músculos.

O guardião sem nome aproxima-se de Frida e lhe toca o queixo, puxando o rosto da garota para lhe olhar melhor. Os olhos do moço pálido pareciam sorvetes de chocolate com gotas de café. Eram lindos e a menina até se deixou perder em pensamentos por instantes - C'est tellement agréable de voir quelqu'un qui parle la même langue - comentou ele soprando ar gelado entre os lábios da menina. O albino soltou a garota e se colocou de costas - Korona vous laisser passer, mais je ne suis pas aussi doux comme il Frida... - Os garotos não pareciam entender francês, mas mesmo se entendessem, somente Frida sabia do que se tratava o comentário do guerreiro frio - Vão precisar me derrotar para conseguir isso - disse num idioma que todos pudessem entender. O moço abriu uma das mãos e um ar frio se acumulou em sua palma, revelando um pedaço brilhante de espelho.

O templo tornou-se mais frio, especialmente nas sombras, por onde Gabriel estava. Tom sentiu um calafrio lhe percorrer a espinha e um certo medo do que viria. Frida já estava acostumada com essas batalhas de vida ou morte, mas sentiu sua vida congelando-se aos poucos. Cain deveria estar sonhando com qualquer coisa e num piscar de olhos, seus companheiros notaram que o corpo do garoto de Hipnos estava tonando-se sem vida.

ETÓN 
O filho de Deimos conseguiu usar a história da musica para responder o segundo enigma da trava de segurança. Talvez ele não soubesse quem é o certo e o contrário, mas no chute certo a porta se abriu sozinha e o garoto podê entrar no templo simétrico de gêmeos.

Lá dentro, assim como do lado de fora, era tudo igual de um lado ao outro. A sala era ampla e tão branca que fazia os olhos do garoto doerem. O chão era feito de vidro, ou qualquer outro material resistente e translucido. Etón podia ver um relógio enorme sob seus pés e, seus ouvidos escutavam o que deveria ser  tic toc dos ponteiros que marcavam os segundos. O tal equipamento/maquinário estava aparentemente parado. Porem a grandiosidade do relógio era suficiente para fazer o garoto ficar abismado e maravilhado com o local. Não havia ninguém ali, mas ele podia sentir forças esmagadoras no local. Quando ele chegou no meio da sala, ele olhou as paredes e notou que de um ado havia uma quadro solar e do outro lado, na mesma posição, um quadro lunar. Abaixo de cada um, uma espécie de botão. A questão agora era: apertar um dos botões ou sair dali antes que algo aconteça. Porem a porta já havia se lacrado, ou seja, a segunda opção já não era mais válida.

ARIS 
O garoto estava curioso em saber o porque tantos campistas entravam no templo e nunca mais voltavam. Sério? Por que tantos entravam ali? Será que estava tendo uma festinha e Aris fora o único a não ser chamado? Será que não o suportam? Enfim, eram tantas questões em sua mente que o garoto pegou o que tinha e entrou no lugar as pressas sem saber o que iria lhe esperar. Quais seriam os desafios? O filho de Afrodite adorava desafios e lá dentro do templo, entre o circulo de estátuas, havia um portal luminoso e brilhante que chamara atenção da beldade. Os passos do meio-sangue se arrastaram até a porta de luz e num súbito instante o corpo do jovem menino deus já não se encontrava naquela realidade.

Aris estava meio desnorteado, mas assim que seus olhos se recuperaram da grande luminosidade, ele pode perceber que estava na entrada de algum lugar magnifico. Diante de seus olhos, uma densa floresta rodeavam muros altos, bem altos e contínuos como se não houvesse céu e nem limites para os lados. Muros dourados maciços que faziam temer até o mais forte dos deuses. Os muros cercavam de um lado à outro e tendiam ao infinito. Aris andava por um caminho limpo rumo aos muros. Havia Sol, nuvens claras e uma brisa suave e gostosa. Diante dele, depois de uns 15 minutos de caminhada, uma entrada majestosa.

A olho nu, dava para ver uma grande cabeça de carneiro e pendurado em seu pescoço, entalhado no mármore, havia o simbolo da primeira casa zodiacal, o Áries. Passo a passo, o campista caminhou até que chegasse perto do grande portal. Foi ai que notou um homem de rosto pálido com vestes gregas, magro, mas com músculos bem aparentes, Cabelos vermelhos, longos que descem até a cintura, olhos verdes como uma floresta, e leves olheiras arroxeadas os adornando. Um sorriso cálido como um dia de inverno estampava seus lábios. O homem estava apoiado num báculo feito de Corniso (Cornus mas), florido na ponta, com algumas frutinhas parecidas com cerejas. Ele era lindo, de tirar o fôlego e olhando num ângulo diferente dava para ver uma sombra dourada que lhe cercava - Bem vindo meio-sangue - disse cortês.  

------------------------------ MAPA ATUALIZADO ------------------------------
MAPA
------------------------------ JOGO ------------------------------
PARA TODOS: Recolher os pedaços de espelho
Frida - 3
Cain - 1
------------------------------ DANOS ------------------------------
FRIDA  140/140 HP  140/140 MP 
CAIN   35/100 HP   80/100 MP   - Desmaiado até que poste
GABRIEL    130/130 HP 130/130 MP
TOM    110/110 HP 110/110 MP
ETÓN    130/130 HP 130/130 MP
ARIS    100/100 HP 100/100 MP

------------------------------ OPONENTE ------------------------------
...
------------------------------ RECOMPENSA ------------------------------
FRIDA {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Pulseira de Vidro}
CAIN {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Sagitta}
GABRIEL {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa)
TOM {Soul Edge}



^^:

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Faça uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para MATA-LO
[/center]


Última edição por Hipnos em Qui Jan 02, 2014 3:52 pm, editado 4 vez(es)


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Etón Clesse em Ter Dez 31, 2013 2:20 pm

Headstrong to take on anyone ❝ lari ❞
M
eu coração já estava disparado assim que vi a porta de vidro se abrir,tudo que aconteceu foi rápido a partir dali. Caminhei até o centro do enorme salão branco, passando os olhos por toda a sua amplitude simétrica com os olhos semicerrados de desconfiança.
- Alguém?. - Arrisquei falar com a voz saindo apenas com a metade da altura que eu queria. O eco se formou no enorme salão e após repetir três ou quatro vezes o mesmo se calou. Senti uma pressão magnifica sobre mim, parecia que havia alguma coisa me empurrando para baixo, e foi essa pressão que me fez perceber o que estava abaixo de mim; Um gigante relógio abaixo do piso de "vidro" do salão. Mesmo que os ponteiros estivessem parado eu conseguia ouvir o tic-toc deles. Tentei observar o máximo que pude para ter ideia do horario que estava parado no relógio, poderia ser alguma dica.
Passei os olhos pelas extremidades da esquerda e direita do local, e vi um quadro solar de um lado e um lunar de outro. Me aproximei de cada um deles começando pelo solar e vi um botão vermelho abaixo dele, o mesmo acontecia com o outro. Fiquei no centro da sala novamente e ouvi o bater dos portões que fez com que o mesmo se trancasse. Eu tinha que escolher um dos dois para apertar, mas qual seria?.
Pensei seriamente em uma coisa que poderia acontecer; E se eu apertasse um dos botões e o respectivo gêmeo aparece-se?. Uma batalha ou um enigma?, independente do que fosse eu preferiria que Castor aparecesse por não ser imortal como o irmão, ou pelo menos era o que eu imaginava. Quem sabe mesmo a deusa Ártemis ou o deus Apollo aparecessem perante mim. Quem sabe o sol ou a lua caíssem sobre mim, as possibilidades ali eram milhares.
A noite seria a minha melhor opção devido ser um ceifador, saberia lidar melhor em um momento como esse. Eu devia arriscar, independente do que acontecesse. Me aproximei com cautela do quadro Lunar e apertei o seu botão com um pouco de receio. Já com minha armadura no corpo apenas esperei para ver o que iria acontecer.


Etón Clesse

Arsenal:

- Duo-lança: Lança com cabo feito de ouro negro que possui em cada extremidade uma ponta extremamente afiada feita de bronze sagrado.

- Espinheiro: Escudo feito de titânio revestido com vibrânio que possui espinhos de bronze sagrado afiados revestindo. Absorve os impactos desferidos contra ele.

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento.

(Estou usando)
I ♥ Boobs: Uma camisa branca escrito "I ♥ Boobs" em preto, menos o coração que é vermelho. (By: Jon D. Gilmour)"
♣ Armadura da Morte: Um bracelete negro preso ao pulso do Ceifador, feito plenamente de um metal negro, com o pensamento do semideus ela se torna uma armadura completa. Feita de Ouro Celestial tingida da cor preta e com pequenos detalhes roxo em seu peitoral que formavam o simbolo de Deimos, um leão rugindo. A armadura protegia o corpo inteiro, deixando apenas pequeno lugares livres que eram locais que poderiam atrapalhar a movimentação de seus membros. (Armadura é o simbolo da união de um semideus filho de Deimos e Ceifador de Tânato.)



ETÓN CLESSE | SON OF DEIMOS | GRIM REAPER OF TÁNATO |LEADER; CHALÉ XIV | PUPIL OF ALBA | FANTASMA ♥ / © CG
avatar
Etón Clesse
Filhos de Deimos
Filhos de Deimos

Mensagens : 45
Pontos : 47
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 20
Localização : Acampento Meio-Sangue

Ficha do personagem
HP:
140/150  (140/150)
MP:
140/150  (140/150)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Tom S. Falcon em Qua Jan 01, 2014 5:16 pm


Casa do Frio


Me sentir levemente ofendido pelo fato da Frida me insultar em francês, mas sabia que devia ser mais educado em entrar no santuário, sabia pouco daquela linguá, apenas o básico, pois só morará no lugar por três meses.
O lugar ficou mais frio, o guardião estava pronto para nos atacar, coloquei o elmo ateniano me tornando invisível e lancei a corrente no braço do guardião. Ela se enroscou pelo mesmo e apertou, esperava que alguém o atacasse enquanto foi contido.
Soins, existent plus des ennemis dont pensent. - sussurrei para Frida, achei que seria o bastante para ela entender. Apertei a corrente com mais força e esperei um dos meus aliados ajudar.

thanks mseller @
avatar
Tom S. Falcon
Filhos de Atena
Filhos de Atena

Mensagens : 29
Pontos : 29
Data de inscrição : 21/10/2013
Idade : 22

Ficha do personagem
HP:
100/110  (100/110)
MP:
100/110  (100/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Frida Forestiere em Qua Jan 01, 2014 10:45 pm

O misterioso se aproximou de mim tão rapidamente que nem notei seu caminhar até mim. Ele me lembrava Korona, mas em uma versão bem mais maléfica e assustadora. Até agora não entrei em nenhum templo achando que seria fácil, que era só pedir que teria tudo em mãos. Meu caminho até agora foi sofrido, perdi pessoas, tive que matar pessoas e perdi minha mão. Óbvio que esses dois campistas não sabem de tudo isso e de todo trabalho envolvido até chegar nessa casa. Se eles me veem  como inimiga problema deles, eu realmente não tenho tempo pra mudar a imagem que passo ou que deixo de passar. Luto por Ártemis e por quem realmente vale a pena. Olhei de lado e Cain estava morrendo aos poucos. Não sabia o que fazer com ele, não queria deixá-lo, mas também precisava lutar. Os dois não davam importância para ele como eu  dava. Tom parece um lunático por batalhas, sempre agindo sem pensa e sem observar o seu redor. Quando o garoto disse que existia mais inimigos ali que eu pensava, apenas deixei que a frase entrasse por um ouvido e saísse pelo outro. Não estava ali para lutar com ele ou com o outro que estava escondido atrás, estava ali para ajudar em algo grandioso e lutaria com quem fosse para capturar os espelhos e não com quem quer apenas me matar por vingança ou porque não gosta de mim.

Assim que o garoto tentou algo, puxei o corpo de Cain para um canto em que ele pudesse ter mais dignidade,  mesmo que morresse. Me concentrei e pensei em usar alguns de meus poderes,  apenas para ajudar Tom e não sair como "má" na história. Se eu usasse um dos meus poderes de caçadora, poderia ajudar na contenção do homem estranho. Fiz com que gramíneas crescessem ao redor dos pés dele e segurasse pelo tempo necessário.  Agachei e toquei a palma de minha mão no chão, quem sabe eu conseguia balançar um pouco aquela estrutura e consequentemente lançar um ataque de planta sangue-suga.  Se tudo acontecesse bem e o outro campista ajudasse, conseguiremos em breve vencer esse oponente.


Poderes:
ATIVO- ▸ Ecese Gramada: Consegue fazer plantas rasteiras crescerem com perícia e velocidade. A grama fica tão trançada que dificulta o movimento do inimigo, fazendo o tropeçar ou mesmo fazer os calçados do mesmo se enroscarem na grama [gasta 10MP]
♠Nível 5♠ ▸ Geo-dynamica: consegue manipular a terra para dar pequenos tremores sísmicos, criando sulcos ou apenas tremedeiras no solo [gasta 20MP para um abalo leve]
▸ Planta sangue-suga I: Você consegue controlar plantas mágicas com fome de energia. Elas sugam parte do MP/HP do adversário [recupera 10MP/HP por turno, se a planta estiver ativa no corpo do oponente]



Frida Forestiere
Desejo a todas inimigas vida longa

thank you, thay.
avatar
Frida Forestiere
Filhos de Deméter
Filhos de Deméter

Mensagens : 414
Pontos : 413
Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
HP:
140/140  (140/140)
MP:
140/140  (140/140)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Aris Aphro Gaal em Qui Jan 02, 2014 4:58 pm




Labyrinth Of Questions


 "Por que não ?"  "Por que a unica coisa que eu sei fazer é usar um chicote" "Sim, mais e se eu conseguir" "Você não vai" . Fiquei nessa por horas até decidir o que fazer. Ao chegar no tempo fiquei olhando por mais ou menos 7 segundos para o portal, era bem brilhante e me chamou bastante atenção, amo coisas que brilham. Depois desse pouco tempo fui devagarinho até o portal, o meu maior medo era se, sei lá, que fosse uma armadilha de Atena e  filhos de Afrodite pudessem entrar e ir direto para as masmorras particulares dela. Mais e daí ? Amo isso de não saber o que vai acontecer. Já tinha vestido e guardado os presentes que minha mãe me deu e estava com minha puceira da sorte, Roma ... então tudo que fiz foi chegar mais perto até que a luz ficou tão forte que eu quase desmaiei.
 Meus olhos ainda não estavam totalmente recuperados mais de todas as maneiras eu não ia ficar ali parado. Enquanto andava percebi que aquele era um ótimo lugar pra ficar . "Não, não é" falei pra mim mesmo, aquilo era um inferno, não gosto de me sentir preso, e os muros pareciam não ter fim, as muralhas da china não montinhos de terra comprado a isso aqui. Andei uns 15 minutos em estrada limpa indo aos muros enormes, aquilo dava muito medo. Muito. Medo.O sol e as nuvens me confortaram, quado voltei a olhar dava pra ver um cabeça de alguma coisa, um carneiro, e pendurado num seu pescoço um simbolo, entalhado no mármore, à anos eu não via aquele simbolo, mais o reconheci, era Áries a primeira casa do Zodíaco.
 Fui caminhado até chegar perto de um portal, um portal relativamente grande comparado ao ultimo no qual eu 'caíra'. Havia um homem.
Lindo. Tinha longo cabelos vermelhos, era musculoso com vestes gregas. Estava segurando algo como um cajado. Um báculo ,com florzinha e cerejas na ponta. Era ... apaixonante.
-Bem vindo meio-sangue.
"Qual o numero do seu telefone?" pensei.
-Eu gostaria de entrar ... -falei confiante, embora não tivesse, tentei usar o charme na voz mais acho que ele não caiu- ... ou sair , não sei ao certo.
 Tentei ficar com a postura ereta, embora tivesse com as pernas bambas.



Arsenal:

❥ DIAMOND SKIN [Uma espécie de body-shape que se ajusta do pescoço, aos pulsos e tornozelos, feita de pequenos fragmentos de diamante. É imune a golpes de espadas, tiros de flechas e magias, porem, quando os golpes forem do elemento fogo, a defesa perde seu efeito e o usuário tem chances de sofrer danos por queimaduras.]{by Afrodite}

❥ SOUL-EDGE [Uma espada segmentada que funciona como um chicote dentado de lâminas afiadas ou mesmo uma espada longa. A lâmina é prateada e sua empunhadura é feita de ouro branco com um rubi cravejado entre a lâmina e o punhal, num formato de coração. Se o inimigo for masculino, o golpe da espada-segmentada tem o dano dobrado]

₰ Roma: uma pulseira de metal com um desenho de uma rosa, ao redor da pulseira está escrito “para meu eterno amor” em prata. {presente de aniversario de Leon Bezarius }

❥  Adaga de bronze [incial] (Escondida na camisa)

Poderes usados:

♥♥♥


avatar
Aris Aphro Gaal

Mensagens : 30
Pontos : 30
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 25
Localização : Acampamento Meio-Sangue no Chalé X /10

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

A luta começa

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Qui Jan 02, 2014 8:49 pm

O homem, ignorou totalmente tom, mas assim que a Frida conversou algo com ele em fancês, ele se interessou. Andou até ela, pois sua mão no queixo da garota, e falou com ela no mesmo idioma. Mas no final saiu como eu já esperava, mesmo com aquela conversa e a trocas de gentileza, teríamos que lutar contra ele.

Tom fez a frente na batalha, lançou a corrente e prendeu no braço do homem o segurando, e frida usou algum pode dos filhos de demeter para, ajudar a prender o homem. Bom... agora cabia a mim de fazer alguma coisa.


Enquanto o homem estava com o braço direito preso pela corrente de Tom, e temporariamente imobilizado pelo poder de Frida. Eu usei o poder (Cegueira Negra) no homem para deixa-lo temporariamente cego, e logo em seguida, usei os poderes (╬Ciclone Negro╬ e Golpe Fulminante Inicial ) para arremessar minha foice em direção ao homem com ainda mais força, assim que eu arremessa-se minha foice, pegaria a espada de guerra, e a empunharia usando a mão esquerda, e assim que a minha foice voltasse para mim a empunharia na mão direita, assim estando com as duas armas empunhas. Se depois disso não fosse o bastante ou aquilo que estávamos atacando fosse um clone e ele reaparecesse em outro lugar nos atacando, eu tentaria desviar, defender, qualquer coisa mas não deixaria que ele conseguisse me atacar.


poderes passivos:

ARES
[Nível 1]
➥ Potência Inicial: Os meus filhos são um dos mais forte de todo o acampamento, perdendo apenas para os filhos de Herácles.

[Nível 2]
➥ Ira: Você se irrita facilmente, tornando assim inevitáveis os combates mais simples. Além disso, essa Ira pode ser projetada das pessoas ao seu redor, que se sentem reprimidas por sua personalidade.

➥ Telumcinese Passiva: O filho da Guerra sabe como usar qualquer tipo de armamento. Mesmo que ele nunca tenha visto o objeto, saberá perfeitamente como utilizar a arma proposta.

[Nível 3]
➥ Perícia Corpo-a-Corpo: Os filhos de Ares são ótimos lutadores no combate não-armado. Podem se especializar em um único estilo de luta, ou então lutar apenas por contra própria.

➥ Destemido: Os filhos do Deus da guerra possuem naturalmente uma proteção contra o medo, impedindo que encantamentos de pavor caiam sobre eles. Além disso, não hesitam em atacar, quando querem.

[Nível 4]
➥ Fúria: Filhos do Deus da Guerra ao sofrerem golpes ou se sintam impotentes em alguma situação, eles tendem a se enfurecer facilmente. E isso o que o faz cada vez mais forte, e mais perigoso. Sua visão dos pontos onde tem que atacar se apuram consideravelmente e eles conseguem aplicar Golpes Críticos com mais facilidade. Lembrando, o nível de efeito da Fúria será aumentada de acordo com o seu level.

[Nível 5]
➥ Esquiva Involuntária: Filhos de Ares pressentem um ataque e desviam automaticamente, ou seja, não é preciso ver o golpe para desviar. Podem se esquivar de quaisquer golpes.

➥ Sedução Imperceptível: Mesmo não ligados ao romance, e as técnicas de sedução, os filhos de Ares tem um grande poder de atração. Mesmo eles não sabendo desse potencial, tem aos seus pés quase qualquer criatura viva, porem esses devem ser do sexo oposto.


THANATOS
[Nível 1]
Perícia com Foice I. Terão uma certa habilidade ao manusear foices, realizando golpes incríveis com a arma.

In-Justiceiro Ceifadores de Tânatos, por mais que trabalhem para a morte e se fortaleçam com a escuridão, tem como objetivo caçar as almas dos monstros e seres malignos, dentre outros. Por conta disso, conforme a maldade e malignidade do oponente cresce, aumenta também as chances de êxito em esquivas e ataques, bem como planejamentos, do ceifador.

Cura Sombria I. Quando estão em contato com as sombras recuperam cerca de 10% de HP e MP.

[Nível 2]
Dano Espiritual I. Sendo ceifadores, vocês conseguem atacar consideravelmente a alma do oponente em vez do seu corpo físico. Causa dano no HP e MP, repartidos na proporção desejada pelo usuário (inclusive 0%/100% e vice-versa.

Elo Espiritual. Os ceifadores conseguem perceber o mundo a nível espiritual e energético. Identificam auras e aprendem muito sobre as diversas situações em que se encontram a partir disto. Também podem reconhecer traços de energia de seres que estiveram ou tocaram em certos lugares e objetos, cada ser tendo sua marca de energia espiritual.

[Nível 3]
Aura Negra I. Liberam uma aura negra que da um certo medo no adversário, claro que não pode faze-lo parar, mas talvez pensar duas vezes antes de assim faze-lo.

Visão Noturna. Podem enxergam perfeitamente no escuro.

Apropriação Indevida. Podem tomar controle temporário sobre objetos ou mágicas de origem obscura, negra ou espiritual que não sejam suas. A magia precisa ter um nível inferior ao seu e o usuário menos concentrado que ele. Dura um a três turnos.

[Nível 4]
Adaptação Aérea. Se adaptam a grandes altitudes.

Necromancia I. Os ceifadores podem ouvir o que os mortos falam. Porém, isso ocorre quando os mortos querem e se irão responder também depende deles.

[Nível 5]
Jarro de Almas. Item que permite ao ceifador juntar e guardar almas de criaturas já ceifadas por ele.

[Nível 6]
Aura Negra II. Emite uma aura mais forte. Causa medo e uma dor alucinante, caso seja usada em um alvo específico e apenas medo se usada em área. A aura, após expandida, precisa de recarga, ficando retraída e sem uso por 1-4 posts, dependendo do seu uso.

Cura Maligna. Pode curar involuntariamente sua vida em locais com más vibrações e medo.
PODERES ATIVOS:

ARES
[Nível 1]
➥ Golpe Fulminante Inicial: Filhos de Ares se concentram em executar um golpe rápido e violento, que o torna mais forte e ágil momentaneamente. Dura apenas o momento do golpe.

THANATOS
[Nível 3]
Cegueira Negra. Capaz de concentrar um pouco de trevas no rosto de um oponente, deixando-o temporariamente cego. (10 de MP)

arsenal:
>Adaga de bronze [inicial]

>Escudo comum [inicial]

-Elmo Troiano - Elmo troiano com penacho vermelho. Protege contra invasões mentais.[Semi-Impenetrável]

-Espada da Guerra - Espada longa com um leve tom de vermelho na lâmina e feita de bronze celestial. Ao Comando do usuário, a espada adquire um tom vermelho sangue e dobra o dano causado por ele [uma vez por missão]. [Vira um relógio]

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode. [Vira uma jaqueta preta]

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento. [Vira um anel com uma caveira preta]

⋆ Cicatriz: Cura Sangramento. [x1]
⋆ Vida: Restaura 50HP [x1]

> Little Reaper: Um pequeno bracelete com o pingente de uma foice negra de 3 centímetros. (By: Jon D. Gilmour)

> Nikkão: uma réplica de papelão exclusiva da Nikka. (Presente de natal por Nikka Collins)

> Coral- Um colar de bronze, o pingente é uma letra "C" grande, na ponta da letra tem uma quase minuscula pedra de topázio também roxo.

◘ Coração Púrpura [Medalha de honra 1ª invasão AMS][

habilidade de personalidade:
- Acrobacia
- Alergia [peixe]
- Confiança exagerada
- Ambidestria
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 124
Pontos : 130
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 20
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Qui Jan 02, 2014 11:33 pm

Labirinto de Perguntas
parte II

FRIDA, CAIN, TOM e GABRIEL 
Tom foi precipitado e nem sondou as possibilidades antes de tomar a frente do grupo. Para um filho de Athena, o garoto de nariz pra cima, não era tão sábio e mais parecia um filho de Ares do que um garoto com inteligencia sem limites. A corrente se enroscou no pulso do homem pálido, rasgando parte do tecido de seu terno e fixando os elos pela pele do mesmo. O desconhecido estalou os dedos da mão que estava acorrentada, fazendo o pedaço de espelho sumir - Criativo... - desdenhou. O protetor de aquário fechou os olhos e abriu um sorriso de canto. A corrente de Tom esfriou a ponto de se congelar de dentro para fora. O moço de terno branco puxou o braço, despedaçando os elos um a um, até que o justiceiro sofresse a destruição de sua corrente em sua própria pele. A corrente que dantes estava presa no inimigo, havia revelado a posição do garoto-invisível. Tom fora atingido por uma massa de ar que lhe congelava de dentro para fora. Seu corpo todo se arrepiou e ele sentiu a mão da morte lhe roubando a vida aos poucos. Seus olhos se arregalaram de medo e num repentino fechas de mãos do homem de gelo, o menino da Sabedoria cai no chão se contorcendo para sobreviver. Sua corrente fora destruída e seus heroísmo colocado a baixo - És tão precipitado que até a neve se ofende de te ver caindo... - fez o comentário se virando de costas.

Frida foi a segunda a saber que o inverno mais rigoroso pode ser o pior o pior pesadelo para uma planta viva. A grama que cresceu ali foi insuficiente para que o guardião tropeçasse ou não se mexesse. Ele estalou os dedos e a grama trançada foi estilhaçada em agulhas de gelo, sumindo no ar. O homem se vira novamente soprando uma onda de ar frio, tombando as estátuas ao redor de Frida e Cain. Elas se empilharam e prenderam os dois debaixo dos restos congelados de guerreiros, monstros e coisas. Frida não foi ferida, mas o frio estava fazendo o garoto de Hipnos sofrer espasmos pelo frio.

Gabriel estava certo de que seus companheiros iriam ser bem sucedidos, mas quando viu o que estava ocorrendo, não houve tempo para parar o ataque de sua foice. A cegueira escureceu a visão do moço, mas ele facilmente desviou do ataque cortante da foice do garoto. Alguns fios negros foram cortados, mas nenhum dano severo lhe açoitou. A foice voltara em bumerangue, voltando para as mãos do filho de Ares. Com as duas em posse, o garoto estava pronto para revidar ou fazer qualquer coisa que lhe fosse útil, mas ele apenas sentiu frio - Filhos de Ares melhores já passaram por aqui.... - disse o homem dando de ombros, movendo a cabeça para umas três estátuas que estavam ao longe, perto da escada de onde descera.

ETÓN 
Assim que apertou o botão, o relógio abaixo dele acelerou-se, mostrando 18h da noite. O salão escureceu-se e as estrelas apareceram ao redor de uma lua branca e cheia. O lugar ficou frio e meio soturno. Candelabros de fogo surgiram ao redor da sala, para deixar o ambiente mais agradável. Uma ou outra estrela caía do céu noturno, mas era só uma fagulha ilusória. Aos poucos, uma névoa gélida envolveu um certo ponto, dando a forma de um homem. As estrelas até se iluminaram intensamente enquanto o hominídio surgia ali, principalmente um conjunto de estrelas quase idênticas. Etón não estava com medo, mas a medida que o ser tomava forma, ele podia sentir uma energia esmagadora lhe consumindo por dentro. Um cavalo relinchou e surgiu junto com o homem jovem que apareceu ali.

O tal guardião era alto (mais ou menos 1,90 m), cabelos castanhos claros e adornados com uma coroa de louros prateada. Seus olhos eram da cor do céu e sua pele branca como a lua. Ele era forte, viril, jovem (aproximadamente de 20 à 25 anos), corado e tinha um sorriso suave no rosto. Ele vestia apenas  um pano para tampar sua intimidade e um bracelete com o simbolo de gêmeos. Ele estava sentado num cabalo negro de olhos vermelhos que aparentemente estava inquieto - Bem vindo à Gêmeos - disse numa voz aveludada com olhos curiosos. O tic tac do relógio continuava tocando e quando Etón percebeu, já havia se passado uma hora.

ARIS 
O guardião de cabelos ruivos fez que não com a cabeça, reprovando o pedido do garoto de Afrodite. O moleque parecia meio tremulo e nervoso por estar ali na frente de um homem que ele nem conhecia - Desculpa jovem, mas não posso te deixar passar assim... - comentou o moço soprando algumas pétalas de flores, ajeitando o cajado e trocando de posição. Aris não sabia como proceder. Talvez o ataque fosse o mais certo a se fazer, mas nem isso ele tinha certeza. A aura do homem de cabelos ruivos era tão esmagadora e tão calma ao mesmo tempo que o menino bonito tremeu na espinha - Mais uma coisa Aris, não use sua voz contra mim.... - disse desviando os olhos. Aris arrepiou-se, pois ele não sabia como o homem sabia o nome dele.

GABRIEL 
Por incrível que pareça, o filho de Athena estava dormindo no templo com um livro no rosto. Horas antes, Gabriel pegara um livro na biblioteca e achou que o Templo, por ser clamo, seria um lugar legal e tranquilo para ler... Mas, ele acabou adormecendo na estátua de Hipnos. O meio-sangue teve um sonho com três semideuses batalhando contra quatro cavaleiros elementais (leia as primeiras postagens para saber mais se quiser). Quando ele acordou, vira que o templo estava um caos igual o que sonhara e havia um portal luminoso, também igual ao de sua visão. O garoto deixou o livro para trás e caminhou até a porta de luz. Seu corpo fora dragado e desapareceu para outra dimensão. Qual? Só os deuses poderiam saber.

O menino estava cercado por uma floresta densa e seus pés plantados num caminho que o guiaria até algum lugar que ele ainda não sabia. Após uns 10 minutinhos de caminhada lenta pela floresta, o garoto pode ver muros incríveis e infinitos, tanto para cima, quanto para os lados. Em sua frente havia um homem ruivo extremamente calmo, com uma energia invisível assustadora. Na frente desse homem, havia um belo campista de costas. Ele ainda não vira seu rosto, mas mesmo de costas Gabriel sentia certa queda por aquele menino. Talvez fosse filho de Afrodite ou sei lá. A mente do garoto estava inebriada, mas sabia que deveria ter foco e uma estratégia para a aproximação.

------------------------------ MAPA ATUALIZADO ------------------------------
MAPA
------------------------------ JOGO ------------------------------
PARA TODOS: Recolher os pedaços de espelho
Frida - 3
Cain - 1
------------------------------ DANOS ------------------------------
FRIDA  140/140 HP  125/140 MP 
CAIN   30/100 HP   80/100 MP   - Hipotermia, perde 5HP por turno
GABRIEL    130/130 HP 110/130 MP
TOM    60/110 HP 110/110 MP
ETÓN    130/130 HP 130/130 MP
ARIS    100/100 HP 100/100 MP
GABRIEL    100/100 HP 100/100 MP

------------------------------ OPONENTE ------------------------------
...
------------------------------ RECOMPENSA ------------------------------
FRIDA {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Pulseira de Vidro}
CAIN {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Sagitta}
GABRIEL {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa)
TOM {Soul Edge}



^^:

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Faça uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para MATA-LO
[/center]


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Aris Aphro Gaal em Sex Jan 03, 2014 10:56 am




Labyrinth Of Questions


E do nada havia uma perfuração no homem/monstro/guardião/gato , eu me espantei, mais logo uma voz falou:
-Não deve se mexer, caso contrário irá morrer. O que está havendo aqui? E onde estou?
Era uma voz altoritaria, e com uma confiaça digna de um filho de Ares,más como não vi ninguém pensei uma coisa obvia "É um filho de Atena com um daqueles elmos invisíveis ou algo assim". O homem ruivo parecia não se assustar, mais não era lutando que se conseguiria entrar.
-Você está no Labirinto, e eu estou tentando entrar.-Falei, embora não tivesse certeza no que diria-Só fique calmo- falei usando meu poder de convencimento- Você não tem  a minima chance contra ele, olhe , ele é musculoso, estratégico , deve ser criação de Atena, ui , pelo menos pra homens ela tem bom gosto, com todo respeito senhora. Agora apareça e vamos tentar entrar civilizadamente.
Esperei sua resposta, embora seja provável que ele vai me atacar. Mais minha magia acabou dando certo, eu sinto ele caindo, sinto seu coraçãozinho pensando no melhor, posso até ouvir seus pensamentos, 'Ele tem razão', esse é o lado bom dessa magia, se der certo, você sente.



Arsenal:

❥ DIAMOND SKIN [Uma espécie de body-shape que se ajusta do pescoço, aos pulsos e tornozelos, feita de pequenos fragmentos de diamante. É imune a golpes de espadas, tiros de flechas e magias, porem, quando os golpes forem do elemento fogo, a defesa perde seu efeito e o usuário tem chances de sofrer danos por queimaduras.]{by Afrodite}

❥ SOUL-EDGE [Uma espada segmentada que funciona como um chicote dentado de lâminas afiadas ou mesmo uma espada longa. A lâmina é prateada e sua empunhadura é feita de ouro branco com um rubi cravejado entre a lâmina e o punhal, num formato de coração. Se o inimigo for masculino, o golpe da espada-segmentada tem o dano dobrado]

₰ Roma: uma pulseira de metal com um desenho de uma rosa, ao redor da pulseira está escrito “para meu eterno amor” em prata. {presente de aniversario de Leon Bezarius }

❥  Adaga de bronze [incial] (Escondida na camisa)

Poderes usados:

❥ Olhar sedutor: Quando alguém cruzar com seu olhar, automaticamente ficará impressionado com a beleza, assim dando chance de um possível ataque


avatar
Aris Aphro Gaal

Mensagens : 30
Pontos : 30
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 25
Localização : Acampamento Meio-Sangue no Chalé X /10

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ataques

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Sex Jan 03, 2014 12:05 pm

Ótimo, deu tudo errado. Tom, acabou se machucando feio em sua tentativa de prender o homem pelo braço, e frida de algum jeito acabou ficando soterrada por estatuas. E ainda por cima o desgraçado me insultará (➥ Fúria e ➥ Ira ) mas isso para um filho de ares até que era bom, pois eu iria me tornar ainda mais forte com aquele insulto. Depois dele ter me insultado, eu resolvi. Eu iria finalmente ter uma luta digna.


Agora com as duas armas empunhas, a espada de guerra na mão esquerda e a foice na direita. Eu fixei a lâmina da foice no chão, (e usando o poder Levantar de Cortes) fiz com que as 3 laminas de almas saíssem pelo teto indo em direção a cabeça do oponente, logo em seguida usei Cegueira Negra no oponente e, arremessei minha foice novamente e, fiz ela ir em direção a parte esquerda do homem com uma combinação com o golpe fulminante inicial, enquanto minha foice ia em direção a parte esquerda do homem, eu dei uma investida indo de frente ao homem, assim que eu chegasse perto o suficiente para que a lâmina de minha espada alcançasse ele, eu faria um ataque horizontal com a espada e usaria mais uma vez o poder Golpe Fulminante Inicial. Depois dessa onda de ataques minha foice voltou para mim. Se ele tentasse me atacar corpo a corpo eu me esquivaria pulando para trás (➥ Esquiva Involuntária e - Acrobacia ) se ele atacasse com algum tipo de magia ou poder especial, eu rolaria para o lado ou tentaria bloquear com a lâmina de minha foice, e logo depois ficaria em posição defensiva, e tentaria bloquear ou esquivar de qualquer possível ataque.

poderes passivos:

ARES
[Nível 1]
➥ Potência Inicial: Os meus filhos são um dos mais forte de todo o acampamento, perdendo apenas para os filhos de Herácles.

[Nível 2]
➥ Ira: Você se irrita facilmente, tornando assim inevitáveis os combates mais simples. Além disso, essa Ira pode ser projetada das pessoas ao seu redor, que se sentem reprimidas por sua personalidade.

➥ Telumcinese Passiva: O filho da Guerra sabe como usar qualquer tipo de armamento. Mesmo que ele nunca tenha visto o objeto, saberá perfeitamente como utilizar a arma proposta.

[Nível 3]
➥ Perícia Corpo-a-Corpo: Os filhos de Ares são ótimos lutadores no combate não-armado. Podem se especializar em um único estilo de luta, ou então lutar apenas por contra própria.

➥ Destemido: Os filhos do Deus da guerra possuem naturalmente uma proteção contra o medo, impedindo que encantamentos de pavor caiam sobre eles. Além disso, não hesitam em atacar, quando querem.

[Nível 4]
➥ Fúria: Filhos do Deus da Guerra ao sofrerem golpes ou se sintam impotentes em alguma situação, eles tendem a se enfurecer facilmente. E isso o que o faz cada vez mais forte, e mais perigoso. Sua visão dos pontos onde tem que atacar se apuram consideravelmente e eles conseguem aplicarGolpes Críticos com mais facilidade. Lembrando, o nível de efeito da Fúria será aumentada de acordo com o seu level.

[Nível 5]
➥ Esquiva Involuntária: Filhos de Ares pressentem um ataque e desviam automaticamente, ou seja, não é preciso ver o golpe para desviar. Podem se esquivar de quaisquer golpes.

➥ Sedução Imperceptível: Mesmo não ligados ao romance, e as técnicas de sedução, os filhos de Ares tem um grande poder de atração. Mesmo eles não sabendo desse potencial, tem aos seus pés quase qualquer criatura viva, porem esses devem ser do sexo oposto.


THANATOS
[Nível 1]
Perícia com Foice I. Terão uma certa habilidade ao manusear foices, realizando golpes incríveis com a arma.

In-Justiceiro Ceifadores de Tânatos, por mais que trabalhem para a morte e se fortaleçam com a escuridão, tem como objetivo caçar as almas dos monstros e seres malignos, dentre outros. Por conta disso, conforme a maldade e malignidade do oponente cresce, aumenta também as chances de êxito em esquivas e ataques, bem como planejamentos, do ceifador.

Cura Sombria I. Quando estão em contato com as sombras recuperam cerca de 10% de HP e MP.

[Nível 2]
Dano Espiritual I. Sendo ceifadores, vocês conseguem atacar consideravelmente a alma do oponente em vez do seu corpo físico. Causa dano no HP e MP, repartidos na proporção desejada pelo usuário (inclusive 0%/100% e vice-versa.

Elo Espiritual. Os ceifadores conseguem perceber o mundo a nível espiritual e energético. Identificam auras e aprendem muito sobre as diversas situações em que se encontram a partir disto. Também podem reconhecer traços de energia de seres que estiveram ou tocaram em certos lugares e objetos, cada ser tendo sua marca de energia espiritual.

[Nível 3]
Aura Negra I. Liberam uma aura negra que da um certo medo no adversário, claro que não pode faze-lo parar, mas talvez pensar duas vezes antes de assim faze-lo.

Visão Noturna. Podem enxergam perfeitamente no escuro.

Apropriação Indevida. Podem tomar controle temporário sobre objetos ou mágicas de origem obscura, negra ou espiritual que não sejam suas. A magia precisa ter um nível inferior ao seu e o usuário menos concentrado que ele. Dura um a três turnos.

[Nível 4]
Adaptação Aérea. Se adaptam a grandes altitudes.

Necromancia I. Os ceifadores podem ouvir o que os mortos falam. Porém, isso ocorre quando os mortos querem e se irão responder também depende deles.

[Nível 5]
Jarro de Almas. Item que permite ao ceifador juntar e guardar almas de criaturas já ceifadas por ele.

[Nível 6]
Aura Negra II. Emite uma aura mais forte. Causa medo e uma dor alucinante, caso seja usada em um alvo específico e apenas medo se usada em área. A aura, após expandida, precisa de recarga, ficando retraída e sem uso por 1-4 posts, dependendo do seu uso.

Cura Maligna. Pode curar involuntariamente sua vida em locais com más vibrações e medo.

PODERES ATIVOS:

ARES

[Nível 1]
➥ Golpe Fulminante Inicial: Filhos de Ares se concentram em executar um golpe rápido e violento, que o torna mais forte e ágil momentaneamente. Dura apenas o momento do golpe.

THANATOS
[Nível 3]
Cegueira Negra. Capaz de concentrar um pouco de trevas no rosto de um oponente, deixando-o temporariamente cego. (10 de MP)

Levantar de Cortes. Fixando a lâmina da foice no chão, podem transferir os projéteis de "Lâminas de Almas" pelo solo ou paredes, fazendo-os emergir em um local desejado.(25 MP)

arsenal:
>Adaga de bronze [inicial]

>Escudo comum [inicial]

-Elmo Troiano - Elmo troiano com penacho vermelho. Protege contra invasões mentais.[Semi-Impenetrável]

-Espada da Guerra - Espada longa com um leve tom de vermelho na lâmina e feita de bronze celestial. Ao Comando do usuário, a espada adquire um tom vermelho sangue e dobra o dano causado por ele [uma vez por missão]. [Vira um relógio]

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode. [Vira uma jaqueta preta]

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento. [Vira um anel com uma caveira preta]

⋆ Cicatriz: Cura Sangramento. [x1]
⋆ Vida: Restaura 50HP [x1]

> Little Reaper: Um pequeno bracelete com o pingente de uma foice negra de 3 centímetros. (By: Jon D. Gilmour)

> Nikkão: uma réplica de papelão exclusiva da Nikka. (Presente de natal por Nikka Collins)

> Coral- Um colar de bronze, o pingente é uma letra "C" grande, na ponta da letra tem uma quase minuscula pedra de topázio também roxo.

◘ Coração Púrpura [Medalha de honra 1ª invasão AMS]

habilidades de personalidade:
- Acrobacia
- Alergia [peixe]
- Confiança exagerada
- Ambidestria
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 124
Pontos : 130
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 20
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Frida Forestiere em Sab Jan 04, 2014 11:52 am

Como previsto, deu tudo errado. Quando dei por mim estava ali com Cain e as estátuas cercando-nos, como uma barreira. Por pouco e graças aos Deuses nenhuma caiu em nós. O garoto tremia e então percebi que o frio tomava conta de seu corpo e precisava fazer algo para não deixá-lo morrer. Pensei em desistir, pensei em entregar minha vida pelo espelho, mas ninguém salvaria a vida de meu fiel amigo Cain. Coloquei então em prática meus poderes. Enquanto o moço loiro lutava com  o senhor do gelo, fiz com que uma camada de gramíneas crescesse por cima do corpo de meu amigo e talvez o manteria-o aquecido por um certo tempo. Meus poderes com as plantas ainda não eram o bastante para proteger totalmente o garoto, mas pelo menos tentei algo. Olhei para o lado e a luta continuava e eu precisava pensar em algo para ajuda-los. Com o tempo eu fui adquirindo experiência e percebendo os pontos fracos de cada adversário, talvez se eu pensasse um pouco mais encontraria o do senhor do gelo. Enquanto pensava observei Cain por um tempo e ele parecia mais corado, mas quem sabe isso não era uma ilusão do meu cérebro apenas para me deixar mais tranquila, o que não estava dando muito certo.

Depois de longos cinco minutos pensei e relembrei desde os primórdios, talvez assim eu pudesse lembrar de algo que ajudaria e foi então que lembrei de um poder especial que minha mãe havia me dado logo quando cheguei ao acampamento. O coração sazonal. Apenas os filhos de Deméter possuem esse poder, já que o mesmo pode controlar temperatura, natureza, efeitos relacionados diretamente com o ambiente, e foi ai então que pensei em algo e poderia, talvez, dar muito certo. O semideus que possuir esse poder, quando com raiva, consegue aquecer o ambiente e as vezes até criar faíscas ou fogo no lugar. Já que o senhor tem o poder do gelo eu poderia então super aquecer o lugar, mas primeiro eu preciso entrar em total fúria e para isso precisava lembrar de algo de alguma missão ou de algum fato de minha vida até agora. Antes de me concentrar retirei uma fruta de meu bolso, mais especificamente uma maçã, e deixei ao lado de Cain, caso acordasse teria algo para revigorar sua fonte de vida. Levantei-me e me posicionei-me agachada em frente a uma das estátuas caídas em volta de nós. Fechei meus olhos, toquei o chão e me concentrei. Pensamentos passavam a mil em minha cabeça, lembranças que me deixavam triste e feliz passavam longe, queria apenas lembrar o que me deixou com raiva. "Frida, precisamos conversar, eu menti para você" "Meu amor, terei que deixá-la, encontrei outra pessoa" "Frida Forestiere, você não é uma caçadora competente." "Frida, você é fraca"

Foram esses acontecimentos, que apenas minha consciência sabe, que me deixaram com uma raiva muito grande e acho que o suficiente para que eu deixasse o ambiente bem quente e derretesse uma boa parte do gelo. Meu corpo queimava, meu coração parecia que iria explodir, meu corpo suava e foi então que senti um tremor em minhas mãos. Uma mistura de sentimentos estava tomando contando de mim e uma mistura de poderes também. Pedi ajuda a minha Lady Ártemis e minha mãe Deméter. Não sabia ao certo o que iria acontecer, mas pelo menos eu estava tentando.







Poderes usados:
▸ Ecese Gramada: Consegue fazer plantas rasteiras crescerem com perícia e velocidade. A grama fica tão trançada que dificulta o movimento do inimigo, fazendo o tropeçar ou mesmo fazer os calçados do mesmo se enroscarem na grama [gasta 10MP]

▸ Cornucópia: De seus bolsos, surgem frutas diversas, dessa forma, em missões vocês não precisam gastar um tostão para se alimentar.

▸ Geo-dynamica: consegue manipular a terra para dar pequenos tremores sísmicos, criando sulcos ou apenas tremedeiras no solo [gasta 20MP para um abalo leve]

▸ Coração Sazonal - Deméter molda as estações de acordo com seu estado psicológico; da mesma forma, a emoção da prole da deusa pode muito em seus efeitos. Quando com Raiva (verão) , o usuário consegue deixar o ambiente muito quente, a ponto de gerar fogo, secar rios, e intensificar os raios solares. O fogo é aquele que expressa toda essa ira.



Frida Forestiere
Desejo a todas inimigas vida longa

thank you, thay.
avatar
Frida Forestiere
Filhos de Deméter
Filhos de Deméter

Mensagens : 414
Pontos : 413
Data de inscrição : 13/01/2012
Idade : 24

Ficha do personagem
HP:
140/140  (140/140)
MP:
140/140  (140/140)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Etón Clesse em Sab Jan 04, 2014 3:29 pm

Headstrong to take on anyone ❝ lari ❞
A
gora eu não sabia exatamente o que fazer, o céu escureceu rapidamente e a lua subiu no "teto" juntamente de centenas ou milhares de estrelas. Meu coração continuou a palpitar normalmente, para disser a verdade eu me acalmei mais ainda, acho que esse deveria ser um dos motivos escondidos que eu havia apertado aquele botão, a escuridão da noite me dava forças e me acalmava.
Obviamente, não era só aquilo que iria acontecer... uma forma de homem apareceu, fiquei encarando o homem que foi tornando ainda mais real com o passar de; Uma hora?. É, foi exatamente uma hora que correu até que ele ficasse pronto. E então o relógio marcava 18 horas.
O homem apareceu... deveria ter o que, 23 anos?, seus cabelos tinham a mesma coloração que o meu, pelo menos era o que parecia, uma coroa de louros estava em seus cabelos e um pano cobria suas partes, evitei olhar para essas partes. Um cavalo estava juntamente dele aparentemente inquieto, os olhos do cavalo eram de um tom de vermelho que me lembrava chamas. Meu coração falhou uma batida quando encarei o cavalo e ele relinchou. Olhei depois para o homem e fitei seus olhos. - Bem vindo a gêmeos. - foi o que o homem falou. Me ajoelhei rapidamente sobre um de meus joelhos, mesmo sendo um filho de Deimos eu não poderia esquecer isso, eu estava na casa de um estranho, não seria bom eu ataca-lo... - Boa noite, meu senhor. Sou Etón Clesse, prole de Deimos e Ceifador de Tânatos. Me desculpe entrar assim em sua "casa", mas poderia me explicar o que é tudo isso?. Que lugar estou?. - disse com a voz mais disciplinada que conseguia no momento e também sem me esquecer dos modos. Eu estava atento as respostas do homem e as ações tanto dele quanto de seu cavalo.

Etón Clesse

Arsenal:

- Duo-lança: Lança com cabo feito de ouro negro que possui em cada extremidade uma ponta extremamente afiada feita de bronze sagrado.

- Espinheiro: Escudo feito de titânio revestido com vibrânio que possui espinhos de bronze sagrado afiados revestindo. Absorve os impactos desferidos contra ele.

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento.

(Estou usando)
I ♥ Boobs: Uma camisa branca escrito "I ♥ Boobs" em preto, menos o coração que é vermelho. (By: Jon D. Gilmour)"
♣ Armadura da Morte: Um bracelete negro preso ao pulso do Ceifador, feito plenamente de um metal negro, com o pensamento do semideus ela se torna uma armadura completa. Feita de Ouro Celestial tingida da cor preta e com pequenos detalhes roxo em seu peitoral que formavam o simbolo de Deimos, um leão rugindo. A armadura protegia o corpo inteiro, deixando apenas pequeno lugares livres que eram locais que poderiam atrapalhar a movimentação de seus membros. (Armadura é o simbolo da união de um semideus filho de Deimos e Ceifador de Tânato.)



ETÓN CLESSE | SON OF DEIMOS | GRIM REAPER OF TÁNATO |LEADER; CHALÉ XIV | PUPIL OF ALBA | FANTASMA ♥ / © CG
avatar
Etón Clesse
Filhos de Deimos
Filhos de Deimos

Mensagens : 45
Pontos : 47
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 20
Localização : Acampento Meio-Sangue

Ficha do personagem
HP:
140/150  (140/150)
MP:
140/150  (140/150)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Hipnos em Sab Jan 04, 2014 9:35 pm

Labirinto de Perguntas
parte II

FRIDA, CAIN, TOM e GABRIEL 
Tom sentia o frio lhe consumindo e sua mente desligou-se para que ele não sofresse tanto, fazendo o filho tolo de Athena desmaiar. A deusa no monte Olimpo estava aliviada por não perder mais um filho ou campista em seu labirinto, ou mente. o garoto da sabedoria estava coberto com cristais de gelo e seu corpo tremia, mesmo desmaiado. O frio e o golpe recebido foi tão intenso que o menino demoraria a se recuperar do choque.

Frida ainda estava dentro dos escombros gelados junto com Cain, logo, tudo estava nas mãos do Ceifador. O homem de cachecol azul estava fitando o garoto com seu rosto sério e seus olhos gélidos como o inverno. Gabriel estava  excitado para o combate mano a mano, mas ao mesmo tempo estava preocupado se seria o bastante para derrotar o homem de gelo. Mesmo assim, o menino de Ares tinha a coragem suficiente para enfrentar o moço de terno branco e pele pálida. Ele avançou com a combinação de lâminas de alma vindas de cima e um golpe bumerangue de sua foice. Mesmo com os olhos de escuridão, o guardião de Aquário se movia brilhantemente de forma precisa. As lâminas de alma se despedaçaram numa chuva de cristais de gelo e a foice do garoto cravou-se numa réplica de gelo do guardião. A tal foice não retornou para seu dono, mas isso não impediu Gabriel de avançar pelas estátuas, chegando bem perto do homem de cabelos pretos. O mesmo não ficou espantado, pois já bloqueava um ou outro golpe do filho de Ares. Porem, quando o meio-sangue ia receber o primeiro golpe de gelo fulminante, o guardião assustou-se com algo e foi atingido pelo golpe do semideus. Ikhor escorreu da lateral de seu corpo, manchando seu terno com sangue dourado. Gabriel se sentiu vencedor, mas não foi ele que o fez distrair.

Frida estava de pé em meio de estátuas derretidas. A temperatura estava subindo e havia uma aura flamejante ao redor da garota. Cain estava a salvo de morrer congelado, pois a garota cuidara para que ele suportasse o frio do templo de Aquário - Agora sim está ficando interessante - disse o homem ajeitando os cabelos. Uma rajada de vento encobriu o calor do local, afastando Gabriel de perto, deixando-o próximo da garota em chamas. O homem soprou em suas mãos, criando uma esfera de ar frio de temperaturas bem baixas - Antes de me aprisionar aqui... meu Pai me de o poder absoluto sobre o gelo - comentou. Os garotos estavam prontos para  o que viria a seguir? só os deuses saberiam dizer... O frio se intensificava e o calor que Frida emanava quase se apagava. A redoma de cristal se congelava e pelo chão, estacas de gelo surgiam.

ETÓN 
O cavaleiro cavalgou até o encontro do meio-sangue, conferindo se ele apresentava ou não perigo. Porem, com a postura do menino deus, o guardião da casa de Gêmeos afrouxou as rédeas e abriu um sorriso simples no rosto bonito.  As estrelas brilhavam e o tic tac era intenso. O animal relinchou e Eton ergueu o rosto para mira-lo. O homem arrumava uma mecha de cabelos acastanhados e pigarreou - Faz tempo que não vejo um ceifador.... - disse pensativo olhando o luar. O silencio durou minutos, mas na verdade já se havia passado outra hora inteira. Eton estava começando a ficar aflito e confuso com aquilo tudo - Me desculpe Jovem, é que me distraí - falou corando - Hum, enfim.... Você está no Labirinto de Athena, o lugar mais louco que existe na mente da deusa. Ele muda constantemente depois de vencido e fica cada vez pior... - disse. Tomou folego admirando o rosto do garoto - Pra sair daqui, desse templo, você precisa de um pedaço de espelho  - falou por fim.  O garoto de Deimos compreendeu cada palavra, mas ainda não sabia como conseguir o pedaço de espelho e nem o motivo do tempo passar tão rápido assim. Quando ele notou, já era quase 22 horas. O cavalo relinchou e outras estrelas caíram do teto. Estas eram ilusões para que o meio-sangue se distraísse - O céu está lindo hoje né Etón? - falou distraído o homem seminu.

ARIS 
O menino bonito estava afoito com o que estava acontecendo. Seus olhos fitaram a imensidão verdejante dos olhos do guardião de Aries e, o filho de Afrodite temeu pela sua própria vida, pois aqueles olhos não só eram mansos, mas também tão intensos que faziam a alma de Aris se quebrantar de dentro para fora, tornando seu coração fragmentos de algo que poderia ser, mas não o é. O homem ruivo estava calmo, apesar de ter algo entrando em sua pele. Aris estava aflito e tagarelava algo para que o garoto invisível se interrompesse de fazer o que estava querendo fazer. Gabriel mesmo invisível se mantinha focado no que pretendia e sua voz ameaçadora era o que lhe causaria dor.

O homem de cabelos avermelhados soprou uma das pétalas que passava pelo seu rosto e seus olhos brilharam. Apenas Aris notou  os olhos fulminantes do guardião. A lança que o filho de Athena empunhava bambeou e retorceu-se de forma ilusória - Sabe Gabriel... Não sou obrigado a lhe dizer nada - começou a falar. O peso da energia do homem de cabelos vermelhos se estendia ao infinito e o filho da sabedoria sentia essa pressão - Com essa atitude, o único que deve explicações aqui, é o senhor... - com isso. a lança do garoto se despedaçou em zilhões de fragmentos. O corpo do menino invisível se estendeu e diminuiu, girando de dentro pra fora, se desdobrando do avesso e voltando ao normal. Gabriel sentia sua alma explodindo e seu corpo ruindo em pedaços. Seu corpo invisível caiu ali mesmo no chão e o pior, ele sentia dor. Muita dor - Sabe garotos... Eu sei todas as nuances de seus pensamentos e intensões de seus corações mortais... mesmo invisível eu posso acha-lo meu caro... - falou olhando de canto para o corpo mole do menino. Aris estava boquiaberto com o que houvera, e temia que ele fosse o próximo alvo. Assim que acabou de falar, o garoto caído no chão, sentiu outra pressão psíquica que lhe cravou no chão, rachando tudo ao redor, consumindo sua vida por completo.

------------------------------ MAPA ATUALIZADO ------------------------------
MAPA
------------------------------ JOGO ------------------------------
PARA TODOS: Recolher os pedaços de espelho
Frida - 3
Cain - 1
------------------------------ DANOS ------------------------------
FRIDA  140/140 HP  105/140 MP 
CAIN   30/100 HP   80/100 MP - Desmaiado até que poste
GABRIEL    150/150 HP 100/150 MP
TOM    60/110 HP 110/110 MP - Desmaiado até que poste
ETÓN    130/130 HP 130/130 MP
ARIS    100/100 HP 100/100 MP
GABRIEL    00/100 HP 00/100 MP

------------------------------ OPONENTE ------------------------------
...
------------------------------ RECOMPENSA ------------------------------
FRIDA {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Pulseira de Vidro}
CAIN {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa + Sagitta}
GABRIEL {Ambrosia que restaura HP/MP por completo + Mapa)
TOM {Soul Edge}



^^:

Ps1: qualquer dúvida, me mande uma MP
Ps2: Faça uma boa narração. sem erros abruptos, se teu texto for mal escrito e cheio de heroísmo, será penalizado. Não me dê motivo para MATA-LO
[/center]


Última edição por Hipnos em Seg Jan 06, 2014 11:06 pm, editado 1 vez(es)


★ Call me Hypnos, the Sleeper and Dreams's Keeper ★
Sleep is always a dream, don't you think?

credits @
avatar
Hipnos
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 858
Pontos : 1103
Data de inscrição : 23/01/2012
Localização : Rio Lethe

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário http://lrfl.deviantart.com/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Aris Aphro Gaal em Dom Jan 05, 2014 10:21 am




Labyrinth Of Questions


  O.k. , um garoto invisível acaba de ir para o submundo, mais eu ainda preciso entrar. Enxugo uma lagrima que escorre meu rosto e continuo olhando pra frente, não tenho motivos pra olhar pra baixo, ele já se foi , e eu não o conhecia, Gabriel era seu nome, mais fora isso eu de nada mais sabia, tive uma ideia, e tinha que coloca-la em pratica.
-Então, desculpe o inconveniente com esse garoto, como não quero lutar vou tenta do jeito difícil .-pensei em quantas vezes me recusara a fazer tal coisa , pensei em meu orgulho e meu ego em mil pedaços agora mesmo, mais tinha que fazer tal coisa - O senhor poderia, me deixar entrar por favor. - eu estava olhando pra baixo - Olha não vou usar magia , apenas me deixe entrar, sim ? Isso é um jeito de provar a mim mesmo que eu sou capas de usar educação e entrar em um lugar.
Esperei sua resposta, embora não houvesse nenhuma até agora, ele me examinava de cima a baixo, sem parar.
-Por favor - minha voz estava falhando, mais ainda com olhos pra baixo e friamente.
 Meu medo me consumia, será que ele vai apenas abrir mais um cratera e me jogar dentro como fez com o outro ? Será que ele vai me picar em pedacinho de me comer ? Qual seria a pior morte ? E eu também não parava de relembrar meu primeiro beijo , meu primeiro voo de pégaso.Comecei a esperar sua resposta, que não foi tão rápida , e meu medo só crescia.



Arsenal:

❥ DIAMOND SKIN [Uma espécie de body-shape que se ajusta do pescoço, aos pulsos e tornozelos, feita de pequenos fragmentos de diamante. É imune a golpes de espadas, tiros de flechas e magias, porem, quando os golpes forem do elemento fogo, a defesa perde seu efeito e o usuário tem chances de sofrer danos por queimaduras.]{by Afrodite}

❥ SOUL-EDGE [Uma espada segmentada que funciona como um chicote dentado de lâminas afiadas ou mesmo uma espada longa. A lâmina é prateada e sua empunhadura é feita de ouro branco com um rubi cravejado entre a lâmina e o punhal, num formato de coração. Se o inimigo for masculino, o golpe da espada-segmentada tem o dano dobrado]

₰ Roma: uma pulseira de metal com um desenho de uma rosa, ao redor da pulseira está escrito “para meu eterno amor” em prata. {presente de aniversario de Leon Bezarius }

❥  Adaga de bronze [incial] (Escondida na camisa)

Poderes usados:

♥♥♥


avatar
Aris Aphro Gaal

Mensagens : 30
Pontos : 30
Data de inscrição : 28/01/2013
Idade : 25
Localização : Acampamento Meio-Sangue no Chalé X /10

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Etón Clesse em Dom Jan 05, 2014 7:31 pm

Headstrong to take on anyone ❝ lari ❞
A
noite ali no santuário passava voando, já eram 22 horas e continuava andando, eu tinha que me apressar já que não sabia o que aconteceria se o dia amanhecesse. Ouvi as perguntas e falas do homem e com todas elas não me intimidei ou mostrei qualquer sentimento, apenas quando ele falou do Labirinto, um pensamento correu pela minha cabeça. Um labirinto, casa de gêmeos, pedaço de espelhos.
- Bem, senhor. Poderia me responder quantos santuários existem como este?. E o que eu deveria fazer para que ganhasse esses espelhos, inclusive o do senhor. - falei rispidamente mas com respeito em minha voz. Me levantei devagar para poder observar tudo ali melhor. Esperei a responda do homem e lhe fiz uma ultima pergunta:
- Bem, gostaria de saber uma ultima coisa... Quem é o senhor, e o que esse relógio tem haver com tudo isso que ocorre neste santuário?. As duvidas em minha cabeça surgem uma a uma, isso tudo é demais meu lorde. - falei com um tom desagradável em minha voz, uma culpa de ser filho de Deimos era não saber me portar unicamente com respeito. - Só quero terminar a minha missão imposta por um anjo e sair daqui vivo.
Abaixei minha cabeça e escutei o homem falar sobre o céu e como ele estava lindo. Levantei meu rosto em direção ao "teto" e observei as estrelas caindo sobre minha cabeça, tentei agarrar uma com a mão lentamente mas ela sumiu... "Apenas ilusões" - pensei. Dei um meio sorriso em direção para o homem; - Uma linda noite, seria um desperdício não admira-la por causa de brigas ou outros assuntos. - falei deixando minha voz suave e doce, a lua e as estrelas são uma das poucas coisas que me deixam calmo de corpo e espirito.

Etón Clesse

Arsenal:

- Duo-lança: Lança com cabo feito de ouro negro que possui em cada extremidade uma ponta extremamente afiada feita de bronze sagrado.

- Espinheiro: Escudo feito de titânio revestido com vibrânio que possui espinhos de bronze sagrado afiados revestindo. Absorve os impactos desferidos contra ele.

Capa Negra: Uma capa desfiada que cobre completamente o corpo do ceifador, escondendo sua identidade e tem a resistência de uma armadura. Protege em 15% dos ataques desferidos, não é possível outra pessoa retira-la apenas o ceifador pode.

Foice: Foice afiadíssima, tem o tamanho do ceifador, sua lâmina tem um metro de comprimento.

(Estou usando)
I ♥ Boobs: Uma camisa branca escrito "I ♥ Boobs" em preto, menos o coração que é vermelho. (By: Jon D. Gilmour)"
♣ Armadura da Morte: Um bracelete negro preso ao pulso do Ceifador, feito plenamente de um metal negro, com o pensamento do semideus ela se torna uma armadura completa. Feita de Ouro Celestial tingida da cor preta e com pequenos detalhes roxo em seu peitoral que formavam o simbolo de Deimos, um leão rugindo. A armadura protegia o corpo inteiro, deixando apenas pequeno lugares livres que eram locais que poderiam atrapalhar a movimentação de seus membros. (Armadura é o simbolo da união de um semideus filho de Deimos e Ceifador de Tânato.)



ETÓN CLESSE | SON OF DEIMOS | GRIM REAPER OF TÁNATO |LEADER; CHALÉ XIV | PUPIL OF ALBA | FANTASMA ♥ / © CG
avatar
Etón Clesse
Filhos de Deimos
Filhos de Deimos

Mensagens : 45
Pontos : 47
Data de inscrição : 12/09/2013
Idade : 20
Localização : Acampento Meio-Sangue

Ficha do personagem
HP:
140/150  (140/150)
MP:
140/150  (140/150)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Gabriel Lebber Daniel em Ter Jan 07, 2014 1:45 am

Sangue!!! Finalmente, algo tinha dado certo, meus ataques funcionaram mas não foi só minha culpa, Frida ajudou muito também. Ela que agora estava de pé, com uma aura extremamente quente, era tão quente que o calor que emanava de Frida, fez com que o guardião de alguma maneira se Desconcentrar, e por causa desse descuido recebeu meu golpe, mas não era sangue que manchava seu terno branco, mas sim Ikhor o sangue dos deuses.

Logo ele voltou a sua pose de ''fresco'', ajeitou os cabelos e disse - Agora sim está ficando interessante - Sério, que raiva me deu desse cara... Mas eu tinha que concordar com ele, isso estava ficando divertido. A ideia de eu estar lutando contra um deus era incrível, mas ainda sim preocupante, eu não sentia medo, mas sim uma adrenalina muito tensa mas ao mesmo tempo boa, algo que não sentia desde a morte de minha mãe. Depois de uma pausa, o guardião levou suas mãos para perto de seus lábios e as deu um leve sopro congelantes, e logo a temperatura do lugar voltou a cair, e o homem disse - Antes de me aprisionar aqui... meu Pai me de o poder absoluto sobre o gelo - A temperatura continuava a cair.

Logo após telo acertado, eu recuei não podia ficar parado na sua frente. Fui para perto das estatuas onde a Frida se localizava. Eu ainda não podia confronta-lo sem minha foice. Foi ai que me lembrei, ela tinha sido ''presa'' Mas com o calor que a aura de Frida estava fazendo, o gelo tinha amolecido o suficiente para fazer com que a foice pudesse voltar a mim, então me concentrei e fiz a foice voltar em minha direção. Assim que a peguei, percebi que com o frio intenso que estava fazendo, estacas de gelo estavam aparecendo no chão. Aquilo poderia ser perigoso, pensando nisso logo pulei em cima de uma das estatuas caídas no chão. Acho que ali eu estaria em segurança em relação aos espinhos... só não sábia se podia dizer o mesmo de cain ou Frida que estava relativamente com raiva... Eu tinha que me acalmar um pouco, e descansar, o bom desse terreno era que poderia me recuperar pelas sombras que dominavam esse imenso iglu de cristal (Cura Sombria I.). E eu queria ainda tentar descobrir mais daquele lugar, então falei - Também acho que isso esta ficando interessante, mas acho que não no apresentamos devidamente... qual seria o seu nome, senhor Aquario. - Depois disso fiquei atento a sua resposta, e a qualquer possível ataque, tanto direto quanto indireto e mesmo em cima da estatua não descuidaria dos espinhos de gelo se formando no chão.
avatar
Gabriel Lebber Daniel
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 124
Pontos : 130
Data de inscrição : 09/09/2013
Idade : 20
Localização : submundo...

Ficha do personagem
HP:
340/340  (340/340)
MP:
340/340  (340/340)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: LABIRINTO DE PERGUNTAS II

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 8 de 11 Anterior  1, 2, 3 ... 7, 8, 9, 10, 11  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum