How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Qua Jul 31, 2013 11:58 pm

Um ambiente escuro, com estalagmites e estalactites deixando o local com a sensação ainda mais húmida, Abel deslocava-se com uma certa urgência esgueirando-se pelo local com a respiração tão ofegante que só fora abafada por um grito de socorro vindo de uma direção que não pôde ser diferenciada pelo rapaz. Ele tentava responder, perguntar quem estava ali, mas nada saia de sua boca, como se houvesse perdido a voz sem saber o motivo e um barulho de machado batendo em um metal repetidamente pôde ser ouvido por todo o local seguido por uma gargalhada estrondosa capaz de causar arrepios até no mais corajoso dos guerreiros.

Abel acordou ofegante e encharcado em suor na sua própria cama, sem conseguir tirar aquele sonho aterrorizante de sua cabeça quando olhou ao redor, pela sua janela podia-se ver que ainda estava escuro no acampamento e as novidades não cessaram naquele momento. Parada diante da porta do dormitório do rapaz, estava uma figura desconhecida, apenas um vulto sem feições, mas da estatura de uma criança. As linhas do suposto holograma remetiam à imagem de uma criança, mas a voz assolava uma sabedoria sem limites conforme os pés tocavam o chão e elevavam-se novamente.

- Assustador, não? Mas se você conseguir obter sucesso, mais de uma vida pode ser salva. Terei minha justiça, jovem e bravo guerreiro.

Uma luz branca a contornava, branda e calma, oscilando em suas formas. Com um brando passar de mão à sua frente, um pequeno baú de madeira caiu diante de Abel que permanecia na cama, chaveada e do tamanho referente à palma de sua mão.

- Os Deuses não permitirão que eu lhe ajude, apenas deixaram escapar de minhas posses este pequeno objeto que nem eu mesma sei o que contém. Deves ir até onde os titãs são impedidos de amarem-se e lá encontrará as respostas para o próximo passo. E um conselho, não se apegue no que pode perder.

Dito isso, a figura sem face desapareceu do quarto e pela janela o Sol já começava a surgir, em breve todos os campistas já estariam perambulando pelo acampamento e Quiron já estaria acordado. Uma missão assim jamais seria permitida à campista algum, o que fazer?

Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.

Avisos importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
Deverá escolher apenas uma arma que será utilizada durante toda a sua missão.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Qui Ago 01, 2013 12:44 am

Fazia um tempo que meu pai não me agraciava com sonhos. Acho que eram meus irmãos imortais que não gostavam de me visitar. De vez em quando eu sonhava com paisagens ou com minha mãe e meus irmãos, mas outras muitas vezes eu apenas apagava. Nessa noite, porem, Epiales veio me assombrar com seus pesadelos. Apesar de todo oneiroi aparentar ser um anjo de asas negras, eles não são tão bons quanto parecem. Morpheu por exemplo, se unido com outros sonhos, pode dar a humanidade pesadelos tão traumáticos quanto Epiales. Enfim, eu não sabia muito bem onde estava. Porem, parecia que eu estava perdido num labirinto feito de rochas úmidas. Era frio e tudo me deixava com vontade de me secar com uma toalha. Entretanto, é melhor passar frio e caminhar no molhado do que enfrentar uma tormenta com trovões violentos. Até me arrepiei só de pensar. Voltando ao pesadelo, eu não conseguia falar nada. Era como se eu tivesse nascido mudo ou sei lá, gritasse num show uma noite antes de estar ali. Parecia que havia alguém em perigo ou algo assim. O fato era que apesar de ter alguém precisando de meu auxílio, havia algo que me perseguia. A coisa riu e eu acordei do meu tenebroso sonho.
Minha cama estava toda molhada. Ainda bem que nós, filhos de Hipnos acordamos tão bonitos quanto antes de dormirmos. Sim, apesar da minha cama estar suada, meus cabelos estão secos e penteados como se eu não estivesse dormindo. Fora essa normalidade,  meus olhos ainda mostravam terror. Apesar de eu ter enfrentado deuses e monstros antigos, alguma coisa nesse sonho me deixou apavorado. Rolei o olhar pelo quarto e notei que apesar de ter alguém ali, ainda estava escuro. Devia ser madrugada. Ainda bem que meus irmãos de chalé tem sono pesado. Estendi minhas asas brancas rajadas de dourado e deitei a cabeça pelo meu pescoço. O azul dos meus olhos fitavam uma espécie de holograma infantil. Sua voz, apesar da aparência, mostrava-se pesada em sabedoria. Não sou muito inteligente, não sou muito feliz, mas sei quando devo me portar com calmaria. Dei um bocejo e cocei meus olhos marejados enquanto a menina me despejava algumas palavras sobre o meu sonho. Tive um momento de paz, mas quando ela disse vingança, engoli seco e dei de ombros. Não nasci para vingar ninguém... podiam pelo menos chamar um justiceiro e não um ceifador. 
Pisquei profundamente e quase voltei a dormir, mas não me ocorreu. Olhei em minhas mãos e uma caixinha, tipo um baú, de encaixe perfeito na minha palma se encontrava perfeitamente chaveada. Analisei a caixinha enquanto a garota tagarelava novamente. Eu não precisava olha-la ou dar atenção a ela. Meus sentidos trabalham separados, ou seja, consigo fazer várias coisas ao mesmo tempo. As vezes eu só me desligo, mas dessa vez, meu corpo curioso mexia na caixinha e minha mente prestava atenção no que o holograma dizia. Ela dizia algo sobre os Titãs, coisas para não se apegar e alguma espécie de segredo. Dei de ombros e a presença da garota sumiu. 
A luz afetou minhas vistas e eu saltei da cama. Vesti minhas calças, uma camiseta de manga cumprida e listrada de branco e verde. Coloquei a caixinha numa mochila comum, junto com uma troca de roupa e algumas dracmas. Silenciei meus passos para nenhum irmão acordar e peguei minha espada de três lâminas. Atravessei a parede do chalé e olhei para a luminosidade do céu amanhecido. Eos nos trouxe um belo amanhecer hoje... pena que não poderei dormir. Respirei fundo e balancei as penas das minhas asas alvejadas. As bati e voei. Não sabia o rumo certo, mas o quanto antes eu saísse desse acampamento, melhor seria. Fechei os olhos, sosseguei minha mente e parti para o desconhecido. Só vou sentir falta do meu irmão Cain e minha irmã Seth, mas meu pai cuidará deles. Esbocei um sorriso angelical e voei pra longe do acampamento.


Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Sono de Beleza: Ao acordar após um profundo sono ou um simples cochilo os filhos de Hipnos acordam sem qualquer amasso em suas roupas, pestana nos olhos ou mau hálito e seus cabelos ficam bem penteados.
♦Consciencia Independente: Os semideuses filhos de Hipnos mesmo adormecidos, possuem total consciência do que ocorre e do que esta presente ao seu redor.
♦Pés de Pluma: Os filhos de Hipnos possuem os passos leves e silenciosos, podendo ser até inaudíveis caso haja empenho para isso.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Qui Ago 01, 2013 8:30 pm

O filho de Hipnos, contrariando as expectativas, fora um dos primeiros a acordar no acampamento e podia observar isso pela maneira como os primeiros ruídos nos chalés eram escassos. Por diversas vezes, o filho de Hipnos tinha a sensação que estava sendo vigiado ou até seguido, mas olhava para trás e nada enxergava. No entanto, a voz da garota-holograma continuava repassando as frases finais na sua mente como se fosse uma gravação repetitiva: “Os Deuses não permitirão que eu lhe ajude, apenas deixaram escapar de minhas posses este pequeno objeto que nem eu mesma sei o que contém. Deves ir até onde os titãs são impedidos de amarem-se e lá encontrará as respostas para o próximo passo. E um conselho, não se apegue no que pode perder.”

Essas palavras faziam com que ele se perguntasse o que ela gostaria de dizer com isso, quando latidos grossos e guturais começaram a ecoar pelo acampamento, vindos do chão. O rapaz abaixou o olhar e deparou-se com a da Sra. O'Leary extremamente agitada com seus olhos voltados para ele. O animal latia colericamente e, em breve, o acampamento estaria presente para o que estava alterando seu humor de maneira tão súbita. O que ele faria? E ainda teria o desafio de descobrir para onde deveria ir primeiro em sua missão. Ele deveria ser rápido, cada segundo estava contado ali e quem sabe o que aconteceria se o mesmo fracassasse.

Os resmungos do Deus do vinho, vindos da Casa Grande, começaram a ser ouvidos por toda a redondeza reclamando para que Quiron fizesse algo que o cão infernal que costumava acompanhar Dedalus parasse de latir, mas o animal simplesmente ignorava tudo ao redor com os olhos voltados para o campista que sobrevoava a área, como se quisesse acompanhá-lo ou avisar a todos de sua localização. Rosnava, choramingava, uivava e latia abanando o rabo negro em um tom de súplica e nervosismo.

Prazo:
Abel terá o prazo de 48hs para postar, qualquer imprevisto deve mandar uma MP avisando.

Avisos importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Qui Ago 01, 2013 9:53 pm

Eu voava tranquilo, sem rumo, mas tranquilo e o mais rápido que podia. Até que a voz da menina holográfica martelava minha mente com aquela voz digital. E não era uma palavra ou outra que me assombrava, era uma sentença inteira. Quem era essa menina? O que eu tenho que fazer? ou o que será que tem dentro dessa porcaria de caixa? De repente minha mochila pesou e eu bambeei no ar. Olhei fixo num ponto e as perguntas se misturavam em minha mente, junto com a voz da pessoa que invadiu o meu quarto. Onde será que fica esse lugar onde os Titãs são impedidos de amar? Coisa de louco... ainda bem que meu trabalho é dormir e salvar umas vidas. Espera, ceifar umas vidas. Confuso isso, mas qual semideus não tem uma vida confusa né?!
Minhas asas sentiam o movimento do vento e minha confusão mental logo cessou-se quando ouvi os latidos da senhorita cachorro infernal. Parei no ar e corri os olhos pelo acampamento e notei um problema. Adoro cavalos pois eles não fazem alarido e, não gosto muito de cachorros pois eles latem pra qualquer coisa que atravessam seu campo de visão. Escutei a voz de Dionísio e vi algumas ninfas acordando. Desci até onde a cachorra latia e - O que foi? Fica quietinha por favor! - tentei acalma-la. Se não desse certo, e ela tentasse me atacar, um truque hipnótico funcionaria eu acho. Entretanto se a cadela não se aquietasse, teria que silenciar o ambiente todo e fugir as pressas pra um lugar onde eu não sei onde. Eu poderia tentar sentir o que ela estava sentindo, mas não sei se meus poderes empáticos são tão bons a ponto de entender o que se passa na alma de um animal. 


Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Pés de Pluma: Os filhos de Hipnos possuem os passos leves e silenciosos, podendo ser até inaudíveis caso haja empenho para isso.
♦Rosto de Anjo: O filho do sono é tão calmo e sereno, que sua tranquilidade é sentida por seus inimigos, oponentes e amigos e eles simplesmente não sentem vontade de te golpear.

ATIVO:
♦Hipnose I: Você pode utilizar habilidades hipnóticas por meio do olhar, fazendo uma única pessoa realizar suas vontades. Dura apenas dois turnos e o custo de energia tanto quanto a efetividade da habilidade depende muito da capacidade mental e do auto-controle da vitima - gasta 10MP por cada tentativa
♦Acusticinese I: Hipnos consegue sair e entrar em lugares sem emitir som algum, da mesma maneira, você manipula as vibrações sonoras para silenciar um ambiente ou pessoas. Dura 3 turnos -gasta 10MP

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Qui Ago 01, 2013 10:33 pm

O cão infernal simplesmente não conseguia parar de se agitar, era como se quisesse dizer algo para o campista, em uma frustração de não conseguir falar com palavras. Fazendo menções de saltar no mesmo lugar, o animal abaixava o dorso e se reerguia latindo cada vez mais. As vozes dos campistas de Ares começaram a serem ouvidas reclamando do barulho e ruídos nos chalés os acompanhavam, indicando que mais e mais campistas acordavam alertados pelo cão infernal.

Dentro da cabeça do ceifador, diversas dúvidas surgiam. Como o que continha dentro daquele baú? Alguma arma? Algum veneno? Ou quem sabe algum mapa? Mas a caixa estava tão cuidadosamente vedada que quem olhasse diria que era o próprio Hefesto quem a tinha feito. Uma peculiaridade no minúsculo baú em suas mãos era que mapas de diversos países passavam a serem esculpidos, alternando-se entre si como um globo que rodopia na madeira do pequeno objeto.

Mais alguns minutos que Abel esperasse, ele seria pego e seus problemas só aumentariam, ele precisava tomar uma decisão imediatamente antes que houvessem atrasos desnecessários em seu percurso. Qual seria seu próximo passo? Mesmo que escapasse, ele não tinha ainda um destino escolhido até então, quem sabe se a menina reaparecesse para ajudá-lo? Ele precisava pensar.

Prazo:
Abel terá o prazo de 48hs para postar, qualquer imprevisto deve mandar uma MP avisando.

Avisos:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Sex Ago 02, 2013 1:09 am

O cachorro não parava de latir e os filhos de Ares já começavam a despertar e juro que senti uma aflição enorme. Se eles achassem que eu sou um estranho eu poderia morrer. Mentira, eu colocaria todo mundo pra dormir. Minha mente continuava tranquila e calma como sempre. Respirei fundo e assoviei divagar. Manipulei o som para que nenhum barulho ocorresse ao redor de mim e da cadela. Agarrei sua coleira e encostei minha testa na dela. Tentei entender o que ela queria, mesmo não tendo muita certeza do que aconteceria - Fica calminha... para de latir por favor. Eu tenho pouco tempo... - falei e deixei que minha voz empática transferisse a minha calma para ela. Não sei se daria certo, mas espero que meu rosto angelical e as minhas asa brancas rajadas de dourado a acalmassem. A aureola em em minha cabeça, sim, minha espada vira uma aureola e paira sobre a minha cabeça. Enfim, eu espero que minha aparência de anjo a acalme.
Peguei na mochila a caixinha de madeira e agora sobre a luz amena do Sol, pude ver entalhado o mapa, ou melhor o globo terrestre. Achei aquilo curioso e muito estranho. Quem fez esse baú, trancou algo realmente importante nele e quem sabe algo perigoso também. Bocejei e mostrei pra Cão Infernal - Você sabe o que é isso? - disse calmo e tranquilo - Sra. O'Leary, eu tenho que sair daqui em silêncio... se a senhora souber o que é isso... vem comigo por favor! - disse sereno, mas com um tom aflito. Guardei a caixinha na mochila e cocei as bochechas babonas da cadela. 
Abri as asas e as bati com calma. Olhei melancólico para a fêmea canina e coloquei meu dedo indicador entre os lábios, como um pedido de silêncio. Cessei a acusticinese e fiz um sinal para que a cadela me seguisse. Meu objetivo era voar pela colina e me esconder na floresta perto do acampamento. Se a cadela estiver comigo, pensar com ela nalgum plano de busca. Quem sabe entender este baú ou qualquer coisa parecida. Primeiro eu tenho que sair desse acampamento, antes que me peguem aqui. Alcei voo e não olhei para trás. Se a senhorita O'Leary estivesse comigo ok, se não... eu teria que ir mais longe do que eu pensei pra ela não denunciar minha posição. 


Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Rosto de Anjo: O filho do sono é tão calmo e sereno, que sua tranquilidade é sentida por seus inimigos, oponentes e amigos e eles simplesmente não sentem vontade de te golpear.
♦Empatia II: Agora a aura e a mente do filho de Hipnos estão ainda mais sensíveis, e como esses são extremamente serenos e calmos, agora conseguem diminuir a raiva, ódio e fúria de outra pessoa, transferindo sua tranquilidade a este. (Filhos de Ares são imunes)

ATIVO:
♦Acusticinese I: Hipnos consegue sair e entrar em lugares sem emitir som algum, da mesma maneira, você manipula as vibrações sonoras para silenciar um ambiente ou pessoas. Dura 3 turnos -gasta 10MP

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Sex Ago 02, 2013 3:10 am

O plano de Abel havia funcionado, em partes. Assim que o campista abaixou-se e afagou as bochechas do grande cão infernal, a Sra. O’Leary abanava o rabo como se desejasse brincar saltitando com força no chão o que fazia com que o mesmo tremesse algumas vezes pelo tamanho do animal. Quando Abel afastou-se, a cadela o seguiu de maneira agitada e animada, como se brincasse de pique com o filho de Hipnos fazendo com que o centauro, que havia saído para acalmar os ânimos do animal saísse e, infelizmente, observasse a mesma correndo em direção à saída.

- Peguem a Sra. O’Leary, ela vai fugir!

O mesmo ordenou e alguns campistas correram na sua direção. Por pouco o ceifador não fora visto, mas o animal ficou para trás entre uivos tristes e agoniantes de alguém que vê seu dono partir. As asas de Abel o alçavam cada vez mais alto demonstrando os dotes naturais de voo do garoto que contornava as árvores e logo afastou-se tanto do acampamento que o mesmo desapareceu atrás de si.

Algo, no entanto, chamou a atenção do garoto no caminho: uma tempestade se aproximava e, ao estreitar os olhos, podia ver movimentações furtivas aproximando-se dos limites do acampamento. A escolha estava clara diante dos olhos do menino: Ir garantir a defesa de sua casa com o risco de atrasar-se ainda mais, ou deixar que os campistas cuidassem de fosse lá o que se aproximava da divisa do acampamento e conseguir chegar a tempo em seu destino ainda não decifrado. O que iria fazer? Parecia que os Deuses estavam testando sua sabedoria em decisões embora o rapaz devesse voar contra o tempo.

Prazo:
Abel terá o prazo de 48hs para postar, qualquer imprevisto deve mandar uma MP avisando.

Avisos:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Sex Ago 02, 2013 10:15 am

Saí voando e foi uma pena terem pego a senhorita O'Leary, eu curtiria muito a ajuda dela. Apressei em bater minhas asas e meus olhos claros fitaram o horizonte. Uma tempestade vindoura caminhava até o acampamento e junto dela alguns vultos estranhos. Não tenho medo de muita coisa, apenas relâmpagos em assustam. Depois que derrotei Asklepios, Brontes, batalhei contra um exercito de homens golfinhos e acabei com Scylla, nenhuma batalha ou adversidade me causam medo ou angustia profunda. Agora que sou ceifador, nem mesmo sinto pena do que abato... Bom, as vezes um traço de melancolia me atinge e entro em devaneio.
Distraí-me por um breve momento. Porem a minha decisão estava tomada: Eu preciso descobrir como chegar ao meu destino, concluir essa missão e sair vitorioso de mais essa empreitada. Eu confio nos meus "amigos" do acampamento para combaterem essas coisas que se aproximam. Não é de hoje que vão precisar da minha ajuda. Bom, nunca precisaram, sempre agi sozinho ou substituí campistas que não puderam realizar suas tarefas como semideuses. Dei de ombros e apressei em tomar velocidade. Quanto mais longe e rápido eu saísse dos limites do acampamento melhor. 
Permaneci com minha mente calma e tranquila. O mais importante agora era não em preocupar com o acampamento e buscar dicas de onde eu precisava ir. Lembrei de tudo o quanto me foi informado e somei aos detalhes do que me foi apresentado. Não sou muito inteligente, mas de repente uma moeda cai de cabeça pra cima e as ideias surgem. Pensando melhor no que a menina holográfica disse e juntando com os detalhes do globo entalhados na caixinha, creio que posso traçar um plano de viagem. O baú, trancado a sete chaves, me trás a lembrança de Atlas, o titã que foi sentenciado a segurar o peso da Terra. Sabendo-se que Atlas é um titã, ou jovem titã... tanto faz... Creio que se casa direitinho com o que a menina flutuante me dissera. Desviei de uma arvore ou outra e lembrei de uns fatos passados. Creio que o novo Monte Ótris, o lar dos titãs, se encontra na Florida, mais precisamente no Monte Tamalpais ou algo parecido. Seria uma viagem longa, mas tenho paciência e posso descansar meu corpo enquanto voo. De qualquer forma, eu espero estar certo ou perderei muito tempo.


Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Sex Ago 02, 2013 11:44 pm

A decisão de Abel quem sabe fosse a correta, mesmo sendo o acampamento o local atacado os minutos do campista estavam contados para que ele conseguisse cumprir de maneira satisfatória sua missão. Conforme o mesmo voava em direção à Florida, podia observar que a madeira esculpida aproximava-se do local onde ele se encontrava e, após algumas horas viajando ele já podia ver o estado de Nova Jersey esculpido ali, era como um mini mapa em suas mãos.

Com suas asas cansadas, o filho de Hipnos optou por pousar em uma lanchonete próxima do local, quem sabe conseguisse algum lanche gratuito se desse as respostas certas. Assim que seus pés tocaram o chão, suas asas recolheram-se e ele sentiu como após uma maratona sem fim além de seu estomago estar implorando por um hambúrguer com batatas fritas e refrigerante.

O letreiro do recinto piscava em “CLAHNTOENE PEGICAI”, onde a última letra insistia em falhar no letreiro fosforescente do local e ele estava aparentemente deserto, com apenas uma música de rádio podendo ser ouvida de dentro da porta. Mas a lanchonete parecia muito bem feita para estar à mercê da sorte e sua parede era feita de grandes blocos artesanais semelhantes ao das pirâmides, enquanto a sua porta era decorada com a boca de um leão com um par de patas em cada lado.

A placa dependurada na fechadura tinha uma escrita indecifrável para o olhar disléxico do menino que podia ler apenas como: “SVDENDEE RGPENUTA A” e os olhos felinos que pairavam sobre a porta pareciam que estavam vivos, pois acompanhavam os movimentos do rapaz, mesmo com um cheiro incrivelmente apetitoso que provinha do interior do restaurante fast food.


Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.
Avisos Importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Sab Ago 03, 2013 2:07 am

Depois de tanto tempo voando, minhas asas começaram a reclamar de exaustão e meu estômago me importunava com fome. Parei em nova Jersey para descansar minhas asas e ver se eu acho algo para calar o ronco da minha barriga. Adoro leite quentinho com cookies de baunilha, mas acho que dessa vez qualquer coisa sere para mascarar a minha fome. 
Assim que pousei em terra, balancei minhas penas na brisa que passava, para secar a cera natural que nelas há. Rolei os olhos e encontrei uma lanchonete chamativa. De primeira não consegui ler o nome, mas quando concentrei meus olhos, pude ler o nome do local "LANCHONETE EGÍPCIA". Nunca comi comida egípcia antes, mesmo quando eu fui enviado para a terra dos faraolá para cuidar de uns assuntos. Ainda hoje lembro do rosto da garota que me guiou pelas terras arenosas do Egito. Enfim, caminhei até o local como quem não quer nada. Dei um longo bocejo e assim como o lugar sugeria, não havia muita gente dentro da lanchonete. Era um deserto com uma musica de fundo que eu não conhecia. As paredes pareciam ser de blocos grandes de tijolo, como as pirâmides e sua porta era mais parecida com uma boca de leão prontinha para dar uma mordida. Não gosto muito de carne, mas tenho certeza que sou delicioso. Pelo menos para os monstros. Esbocei um sorriso idiota e continuei rolando os olhos pela porta. 
Além do letreiro, havia outra placa na fachada que dizia algo que não entendi a primeira vista. Nem na segunda e na terceira vez que fui ler, desisti de tentar. Porem, minha mente entrou em devaneio e aos poucos consegui compreender o que estava escrito. "Desvende a Pergunta" não era um slogan muito bom, mas se eu não me engano, talvez esta placa seja bem sugestiva ao que vou encontrar dentro dessa lanchonete. Se me servirem bem? talvez a perguntadeira ganhe um cliente se não, creio que serei o lanche da vez. E olha, o cheiro era tão gostoso que quando percebi, já estava lá dentro.
Caminhei até o balcão, ignorando quem quer que seja e dedilhei pela bancada. Olhei ao redor com meus olhos sonolentos e - É... - me perdi nas palavras. Não sabia como pedir um lanche ou qualquer coisa pra comer, mas - Tenho dracmas aqui, troco por um lanche... - sussurrei num tom normal. Se a dona do lugar fosse quem eu acho que é, a palavra DRACMA somada ao meu cheiro de frango à passarinho a atrairiam até mim. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Dom Ago 04, 2013 9:03 am

Abel havia decifrado com maestria as escritas da lanchonete egípcia, mas talvez o cansaço estivesse tão extremo que ele não havia reparado que havia entrado em sua morte quase certa. Ao invés de esperar pelo enigma do lado de fora, o rapaz acabou por adentrar na boca da própria esfinge que lá esperava para devorar os descuidados e desavisados. Será que seria o fim de Abel já?

Assim que o campista deu seu último passo para dentro do local, as portas se trancaram e as luzes se apagaram, enquanto uma cadeira moveu-se sozinha por trás dele o obrigando a sentar-se diante do balcão onde um feixo de luz iluminou uma caveira de uma garçonete ainda com o avental e trepadeiras mortas, porém resistentes, se entrelaçaram ao redor de Abel o firmando preso na cadeira. O a voz da atendente era digna das caveiras do submundo enquanto ela começava com as regras e perguntas, sem dar espaços para interrupções.

- Bem vindo à rede de lanchonetes egípcias da Esfinge. Não esqueça de ser claro em suas respostas, qualquer erro resultará em sua morte. Se responder a todas as perguntas corretamente, poderá servir-se de nosso banquete. Qual o nome do primeiro presidente dos Estados Unidos?


Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.
Avisos Importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Dom Ago 04, 2013 9:12 pm

Quando eu percebi, eu estava sendo atendido por uma garçonete esquelética. Deu o tempo de um bocejo profundo para que meu corpo ficasse preso numa cadeira. Pisquei surpreso, pois meu sono foi embora de repente. A moça cadavérica começou a tagarelar sobre perguntas e perguntas e eu apenas assentia com um sorriso angelical no rosto. Minha aureola pairava sobre a minha cabeça, mas mesmo que eu quisesse, não conseguiria pegar o item. Se bem que eu posso atravessar essa cadeira e essas amarras e sair daqui rapidinho, mas acho que vale a experiência. Se Andrew, meu quase primo conseguiu responder 12 perguntas no labirinto de Atena para encontrar um novo enigma para a Esfinge, eu também acho que sou capaz.
Acabei dormindo enquanto a caveira me perguntava a primeira questão. Era algo sobre os Estados Unidos da America, mais precisamente o primeiro presidente do meu país. Eu nunca fui bom em história. Eu e Cain vivíamos dormindo e Seth é quem nos ensinava depois. Mas pelas minhas contas e pelos sucessos de cinema, creio que sei quem foi o primeiro presidente - George Washington... - falei dormindo como um zumbi. Até senti uma baba escorrer pelo canto da minha boca. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Seg Ago 05, 2013 11:10 pm

Os olhos da caveira tilintavam em fogo conforme esperava pela primeira pergunta e a mesma apoiou um dos cotovelos ossudos sobre a bancada do balcão, de maneira pensativa. Parecia estar relembrando-se de algo quando começou a tagarelar sobre o presidente enquanto o rapaz respondia, deixando o pergaminho das perguntas em cima da mesma ainda o segurando.

-Georginho, como eu costumava chama-lo. Uma gracinha de menino, conheci ele quando ainda era criança, uma pena o fim que ele teve, poderia ter ficado comigo para sempre. Mas ele tinha uma queda por rabos de saia. Enfim, acertou, próxima pergunta: Quem foi que deu de presente para os Estados Unidos a estátua da liberdade?

A caveira voltou a ler o objeto em mãos suspirando em tédio e fez um rato morto aparecer diante do rapaz dando uma “piscada” para o mesmo e murmurando em seguida.

-Parece faminto, por conta da casa.


Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.
Avisos Importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Ter Ago 06, 2013 12:56 am

A caveira crepitante parecia contente em me perguntar coisas. Dei de ombros a este estimulo e bocejei novamente. Pisquei meus olhos sonolentos e joguei minha franja cobreada para o lado. Não gosto quando fios de cabelo coçam minha testa. Olhei calmo para o balcão e sorri atencioso para um rato abatido que a garçonete morta me oferecera - Hum... agradeço a gentileza, mas... acho que passo o rato - abri um sorriso brilhante e meneei a cabeça em agradecimento. Não que eu fosse contra ratos, mas é que eu não curto muito carne. 
A segunda pergunta foi sobre a estátua da liberdade. Confesso que nunca fui vê-la de perto. Quando minha mãe nos trouxe para Nova Iorque, eu preferi dormir no Hotel. Quer dizer, eu e os outros dois dormimos agarradinhos num colchão grande e fofo de um hotel chique da região. Tava muito melhor dormir do que caminhar no Sol. Soltei um sorriso com a lembrança e voltei a pensar sobre a reposta - Bom, pode ser França? - respondi, lembrando que a estátua é um presente do país latino em amizade ao meu país. Eu poderia responder o nome do engenheiro ou construtor da Estátua, mas seus nomes não me veem à memória. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Qua Ago 07, 2013 9:23 am

A caveira apenas deu de ombros com relação ao agradecimento do rapaz pelo rato e pegou o próximo pergaminho o desenrolando em mãos e passando para a próxima pergunta em um tom tedioso, parecia que em muitos anos ninguém passava no seu local de trabalho, quem dirá ter a coragem de adentrar no mesmo.

- Passemos para a próxima pergunta. Categoria: Curiosidades gregas.

Falou em um tom de talk show e limpou a garganta, pigarreando, quando começou a ler a próxima etapa dos enigmas para o rapaz.

- O pai eu derrotei, pelas mãos do filho eu afundei, o enigma que passa de geração para geração, está no destino da nossa missão. Quem sou eu?

Assim que as palavras cessaram, os olhos da caveira fixaram-se no rapaz aguardando pela sua resposta.


Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.
Avisos Importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Qua Ago 07, 2013 2:08 pm

A próxima questão me assolou de tal forma que acabei adormecendo. Meu corpo pendeu na cadeira e apesar de estar desmaiado, minha mente continuava bem ativa. Dava até pra sentir os olhos vazios da garçonete me encarando. O enigma era um tanto complicado e com várias respostas, então eu precisaria de um tempo extra para pensar no caso. A charada era a seguinte: O pai eu derrotei, pelas mãos do filho eu afundei, o enigma que passa de geração para geração, está no destino da nossa missão. Quem sou eu?. Eu precisaria descobrir quem foi que derrotou quem usando um filho. Minha mente buscou as respostas nos livros escondidos no chalé do meu pai. Sinapse atrás de Sinapse, meu cérebro trabalhou a todo vapor procurando traços de respostas. Uma baba escorreu pelo canto da minha boca e meus pulmões respiravam alto. 
Enfim, a julgar pela pergunta, creio que seja uma mãe que usou um filho para destronar um pai, que no caso é marido dessa mulher "x" da questão. Relembrei da maldição que Uranos passou para Cronos e em seguida para Zeus. Lembrei dos tais filhos, no caso Cronos derrotou Uranos por Gaia, Zeus derrotou Cronos por Rheia e Atena nó não fez o mesmo com Zeus, pois sua mãe foi engolida. Porem crio que a deusa não faria o mesmo com seu pai... já que, enfim, não vale a pena pensar nisso agora. Suspirei enquanto dormia e acordei de repente com um bocejo longo. Queria me espreguiçar, mas meu corpo amarrado não deixava. Se bem que o enigma pode se tratar sobre uma mulher que derrotou seu próprio pai com ajuda de um filho, mas nada me vem a cabeça e creio que de "geração para geração" não se enquadra em nada que eu conheça.
Rolei os olhos e suspirei tranquilo, meu rosto de anjo sorria para a garçonete e mais insights me sobreviera. Urano quando foi derrotado teve seu contato limitado com a terra, ou seja, nunca mais desceu dos céus para ter contato com Gaia. Já Cronos, seu filho, foi acorrentado no tartaro, ou seja, foi afundado (de certa maneira claro.) - Hum... - comecei abrindo um sorriso - Estamos falando de Rheia?! - respondi com certo receio, mas sem deixar meu rostinho de anjo se abater. 
 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Consciência Independente: Os semideuses filhos de Hipnos mesmo adormecidos, possuem total consciência do que ocorre e do que esta presente ao seu redor.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Qui Ago 08, 2013 11:08 pm

Assim que a resposta fora dita pelo campista, uma névoa começou a assolar o interior do local, primeiramente atingindo a altura de seus joelhos conforme todas as luzes começavam a falhar. A caveira fechou o pergaminho e olhou para cima, como se falasse com alguém em cima de sua cabeça, em um tom de protesto e reclamação enquanto apoiava as costas de uma de suas ossudas mãos na cintura.

- Viu? Viu bem o motivo de não termos visitantes mortais mais? Ainda preferia a pergunta sobre os horários do dia, muito mais tradicional.

Em um suspiro, voltou os olhos cintilantes na direção do garoto que estava quase adormecido e deu de ombros.

- Sinto muito, você é uma gracinha, mas a resposta correta seria Cronos. O pai Urano ele matou, pelas mãos do filho Zeus ele afundou e tem um fardo que passa de geração para geração, a da profecia do pai ser substituído pelo filho.

Em um estalar de dedos, as raízes que prendiam o rapaz sentado na cadeira se desfizeram e a caveira desapareceu. Atrás de Abel, uma boca prensava a porta de vidro que começava a mostrar suas rachaduras em sinal que em muitos poucos minutos o destino do rapaz estaria selado, como sair dali agora? Fosse como fosse, o rapaz deveria ser rápido antes de ser engolido.


Prazo:
Abel terá 48 horas para postar. Qualquer imprevisto, envie-me uma MP.
Avisos Importantes:
Siga sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverá deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Sex Ago 09, 2013 9:46 pm

Hum, eu havia errado a questão, mas não tenho culpa se o mistério era confuso e me dava duas possibilidades de resposta. Dei de ombros e rolei meus olhos azulados para qualquer ponto da lanchonete. Na verdade tanto faz qual dos dois foi afundado. Dei de ombros novamente e soprei minha franja pra cima. A garçonete estalo os dedos e as raízes que me seguravam na cadeira se desfizeram, abri minhas asas, espreguiçando meus músculos, estalando meus ossos e ventilando as minhas penas branquinhas. Ainda não estou acostumado com as asas negras... mas seria uma ótima estratégia enegrece-las quando eu precisar intimidar alguém. Minha auréola cintilava no alto da minha cabeça e algo monstruoso começava a "mastigar" a lanchonete. Acho que se eu não me movesse com fluidez eu seria engolido por alguma especie de monstro. Dei de ombros entediado e a única saída que encontrei foi atravessar a parede do local. Ela sendo imóvel, minhas células cansadas atravessariam o sólido com eficácia e eu sairia ileso da armadilha. Sorri bobo com a possibilidade e bati minhas asas.Senti meus pés no chão e coloquei meu plano em pratica. Eu só não uso as habilidades de meu tio Thanatos, pois não estou acostumado com elas, mas creio que ao longo da missão eu terei oportunidade de usa-las. Contei até três e impulsionei meu corpo com minhas preciosas asas de anjo. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Consciência Independente: Os semideuses filhos de Hipnos mesmo adormecidos, possuem total consciência do que ocorre e do que esta presente ao seu redor.

ATIVO:
♦Intangiblidade Parcial: Na morada de Hipnos não havia portas, já que o ruído propagado pelas maçanetas poderia despertar o deus, por tanto, seus filhos agora possuem a habilidade de atravessar objetos imóveis, inanimados de matéria sólida. {Ex.:Carros estacionados, portas,muros,paredes}.
-Gasta 15MP para cada objeto transpassado + 5MP por pessoa que leva junto

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Dom Ago 11, 2013 9:32 pm

Abel havia saído bem em tempo para que não acabasse esmagado por uma montanha de pedras que despencou acima dele. Quando se retirou, pôde observar os dentes da esfinge estilhaçando os cacos de vidro da porta conforme a boca terminava de se fechar, fazendo com que pedaços voassem para todos os lados. A prole de Hipnos protegeu-se com as asas e, como tudo naquela viagem, mais uma anormalidade aconteceu quando uma voz provinda por entre os pinheiros.

- Errou uma das perguntas, não?! Essas Esfinges, sempre conseguem uma maneira de se alimentar dos mortais com enigmas complicados.

O vulto deu alguns passos adiante e lançou um sorriso ao rapaz que passou a distinguir com mais clareza quem se aproximava. Um garoto não muito mais velho que ele, com cabelos negros e olhos escuros, além de uma pequena barbicha no queixo, porém com uma peculiaridade que seu corpo parecia ser levianamente transparente, como se objetos pudessem lhe atravessar.

- James Macarthur, prazer. Então... Para onde vamos?
- Vamos?

O filho de Hipnos perguntou em um tom intrigado, como se houvesse adormecido e perdido a parte em que o garoto lhe perguntava se aceitaria a sua companhia, mas uma ajuda extra nunca seria demais. Logo, deu de ombros assoprando sua franja e começou a contar-lhe sua ideia de trajeto de viagem. O que aconteceria a seguir apenas as Parcas sabiam.

Prazo & Ordem de postagem:
O prazo será de 48 horas para cada um e a ordem de postagem será definida nesta rodada. Caso precisem de mais tempo, avisem-me com antecedência.
Repassando a regra inicial para James:
A missão tem a limitação de apenas uma arma, itens extras necessários serão encontrados no caminho.
Avisos importantes:
Sigam sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverão deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Dom Ago 11, 2013 11:22 pm

Tudo havia desmoronado em questão de segundos. Usei minhas asas para me proteger da poeira e dos escombros que poderiam saltar daquele estabelecimento. Pela fresta das penas, pude ver a boca da fera abocanhando o vidro da lanchonete e o destruindo em fragmentos cristalinos. Eu não iria limpar aquela bagunça. Não nasci empregado domestico e sim dorminhoco. Abri minhas asas tirando a poeira e bati em minhas roupas limando a sujeira. Meu sentido sensitivo alcançou a presença de alguém pelas redondezas e, como tudo numa missão de semideus é louco e sem explicação, havia uma figura, uma sombra por detrás de um pinheiro. Uma voz que não me agradava muito, era meio sarcástica e tal. Ele discorria sobre a minha falha ao responder o enigma, mas não tenho culpa se o enigma foi mal formulado e com duas respostas quase idênticas. Dei de ombros e olhei por cima dos ombros, através de minhas asas sem dizer palavra alguma. 
Ovulto era na verdade uma espécie de fantasma ou espectro. Quando você é ceifador essas assombrações não te largam nunca. O garoto parecia ter olheiras, cabelo em pé, uma barbicha o deixava mais velho, mas não sei isso significava que ele era mais velho que eu. Acho que temos quase a mesma idade, mas sei lá (bocejei). Enfim, como sou simpático e o mais angelical dos três, abri um sorriso largo e puro. Recolhi minhas asas ajeitei a aureola que pairava no alto da minha cabeça. Ele se apresentou como James alguma coisa, mas quando eu ia fazer o mesmo eu meio que dormi nalguma parte da nossa "conversa" - Vamos? - perguntei cruzando os braços e erguendo uma sobrancelha. Balancei os cabelos e dei de ombros - Enfim... me chamo Abel, muito prazer - Não queria entrar em detalhes de onde ele veio ou o porque de estar ali comigo. Pode ser muito constrangedor. Estendi a mão cortês e aguardei sua resposta.
Um segundo constrangedor assolou-nos até que eu voltasse de minha viagem mental. As vezes, sempre, eu posso ser avoado em demasia. Eu estava longe, pensando na minha casa. Mamãe deve estar fazendo aqueles cookies de baunilha que só ela sabe fazer - É, eu estou indo para São Francisco... se eu não me engano. Eu ia voar o caminho todo, mas agora com vc aqui - bocejei - não sei se o farei. Alias... se eu entendi certo - bocejei e me espreguicei - você vai comigo né? - bati meu tênis na calçada, limpando a poeira - e eu também recebi isso - tirei da mochila o bauzinho acorrentado com o globo desenhado nele. Entreguei o item para o menino e continuei - Acho que estamos indo ver Atlas... - dei de ombros. Eu não sabia se James era uma pessoa simpática, então resolvi calar-me por ora. Olhei distraído para o céu e abri um sorriso quando percebi alguns passarinhos cantando qualquer coisa. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO:
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Consciência Independente: Os semideuses filhos de Hipnos mesmo adormecidos, possuem total consciência do que ocorre e do que esta presente ao seu redor.

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  James Macarthur em Seg Ago 12, 2013 9:46 am

Eu caminhava por um corredor vazio, obscuro, úmido. Poucos os espectros passaram por lá, eu vislumbrava minhas mãos, mas tudo que contemplava eram ossos se movendo como um truque barato, um esqueleto dentro de uma armadura negra. Trespassei a porta, lá estava minha senhora, Melinoe, não sentada em um trono como ordinariamente viam-se deuses que se intitulavam de todo-poderosos. Não, ela estava lá, admirando as flores de um jardim que de repente surgiu defronte a mim. Sua face pálida amuou, embruteceu, sua postura tornou-se ereta e seus olhos penetrantes. Ajoelhei-me perante a ela. - James. - ela começou, como se houvesse esquecido que eu chegaria a qualquer momento. - Você foi requisitado, deve seguir um ceifador. - levantei a cabeça, em seguida meu corpo espectral, que oscilava incessantemente naquele lugar florido. Não que eu não gostasse de flores, mas desde que morri eu havia criado involuntariamente uma certa repugnância a coisas boas. -Será feito, senhora. - dei as costas e comecei a caminhar novamente em direção aquele túnel de que vim, eu era um soldado, não fui feito para questionar ordens. Entretanto, algo me intrigou, vacilei. - Devo... matá-lo? - perguntei, seco, e ela esbugalhou os olhos. - Não, de maneira alguma. - arqueei as sobrancelhas, dada a respostas, pensei que o propósito fosse esse, talvez o tal ceifador fosse um traidor ou algo do tipo. Não faz diferença, de qualquer forma. Entrei novamente no túnel. Onde sai; porém, era um lugar diferente, observei um garoto entrando dentro de uma esfinge. Sua aura, era um ceifador.

Observei o garoto como o espectador de uma apresentação cinematográfica, devo dizer que eu jamais teria feito isso em toda minha vida. Esperei ansioso para que ele saísse de lá, e saiu, desmoronando tudo atrás tudo. Preciso dizer que eu riria, se ao menos me desse ao luxo. Decidi, por fim, sair das trevas, apresentar-me, e assim fiz. Notei sem demora que era de confiança, um ceifador a não muito tempo, ainda estava se adaptando a vida que levava. Uma franja loira por vezes escondia-lhe a testa, possivelmente tinha a mesma idade que eu. Quem diria, viveria mais que o miserável filho de Érebo. Cocei a barba no queixo, fitei-o por um tempo, ouvi o que tinha a me dizer, estava receoso. Mas se ele seria meu líder, e eu seu guia espiritual, deveríamos conviver com isso, eu não voltaria para minha senhora para dizer que não cumpri o desígnio que me concedeu. - Atlas, hum? Ele está recebendo visitas? Quem diria. - apertei a mão do rapaz, tentei ser ao máximo simpático, visto que eu não era a melhor das companhias. - Não se incomode comigo, eu também tenho asas. Além do mais, eu posso pegar alguns atalhos pelo submundo. - dei um breve sorriso, que teria sido assustador para outras pessoas. Eu ficaria preocupado se ele não fosse um ceifador, provavelmente o deixaria traumatizado para toda uma vida. - Não se preocupe com o meu corpo, fazia algum tempo que eu não subia pra cá. Logo volto ao normal e você nem verá mais meus ossos. - gesticulei com a cabeça, teria sido quase uma vênia. Preso as minhas costas, estava o machado a que o preço para consegui-lo foi minha alma. Na minha mente, eu deveria ter raiva daquele ceifador, afinal foi para salvar também o tenente dele que morri. Não obstante, eu nada sentia, meu corpo e minha mente eram como o vácuo.


ARMASeEQUIPAMENTOS:
º Jaw of the Beetle: Um grande machado feito da mandíbula de um imenso monstro. Com dentes afiados e inscrições tribais, tem uma filiação ao elemento terra e dá ao usuário Geocinese Avançada.

PASSIVO ÉREBO:
Trevosidade Natural ○ – Como filhos das trevas, filhos de Érebo tem seus poderes e habilidades aprimoradas quando estão em um ambiente sombrio, além disso também conseguem enxergar normalmente em ambientes escuros e se aprimoram durante o período noturno.
Elegância ○ – Os filhos de Érebo possuem uma extrema elegância, sendo dificílimo abalá-los emocionalmente ou fazê-los perder sua postura, cabeça sempre erguida, coluna ereta e olhos intimidadores geram o respeito alheio.
Darkogenese ○ – Os herdeiros do criador das sombras possuem a capacidade de gerarem escuridão, infestando um ambiente com sombras.
Irmandade Trevosa ○ - Como filho de Érebo quando entrar em um combate contra filhos e seguidores de divindades trevosas você levará vantagem, os danos causados seram mais avançados e o poderio seu aumentará, quando estes estiverem lutando como seu aliado também terão seus poderes e habilidades aprimorados.
Emoções ○ – Os filhos de Érebo não podem ser controlados por habilidades que mexam com emoções, pois eles possuem um excelente controle sobre suas emoções, só podem ser tirados do sério se quiserem, são duros e calmos, devido a sua personalidade natural.
Regeneração Trevosa ○ – Ao manterem contato com as sombras são capazes de ter suas feridas cicatrizadas, e dependendo da intensidade e quantia de trevas você irá recuperando sua vida gradativamente.
Camuflagem Sombria ○– Você agora pode se camuflar na escuridão, sendo praticamente imperceptível, a não ser para aqueles dotados de sentidos extremamente aguçados.
Rivalidade ○ – Érebo é o principal rival de Zeus, por tanto seus filhos quando entram em um combate contra proles do mesmo, são reforçados em suas habilidades por uma onda de raiva e ódio.
Ligação de Fortalezas ○ – Filhos de Érebo conseguem se orientar perfeitamente quando estão em fortalezas, castelos, palácios, fortes, labirintos, entre outros. Quando estiver nestes tipos de construções saberá se orientar com grande perícia, nunca se perdendo, além disso pode rastrear a localização de tais construções.
Equilíbrio Aprimorado ○ – Graças a extrema elegância dos filhos de Érebo, eles possuem um equilíbrio corporal sobre humano, podendo se manter equilibrado em pequenas superfícies como finas cordas, como em superfícies instáveis que sofrem com tremores ou escorregadias e molhadas, sendo praticamente impossível que o filho de Érebo se desequilibre a menos que o impacto sofrido seja realmente intenso.
Intangibilidade Inicial ○ – Filhos de Érebo conseguem atravessar qualquer matéria sólida desde que essa não esteja em movimento e de que seja inanimada. Podendo, assim, atravessar muros, paredes e portas e janelas fechadas.
Insondável ○ – As suas sombras naturais fazem com que seus pensamentos nunca possam ser lidos e com que seus sentimentos, sensações e seu espírito no geral esteja totalmente protegido contra qualquer tipo de bisbilhotice ou espionagem.

PASSIVOS NÊMESIS:
Vingança: Nêmesis é a deusa da vingança, por tanto, quanto mais danos o seu oponente lhe causar, maior será seu poderio no momento de contra atacar.
Noturnância: Nêmesis era uma das divindades que tinha como mãe Nyx, sendo uma das divindades trevosas. Assim durante o período noturno os seus seguidores terão seu poder elevado, executando golpes e habilidades com maior perfeição e maestria e também sentindo-se mais confortáveis.
Equilíbrio Emocional: O Justiceiro possui um grande equilíbrio emocional, nunca se exaltando em suas emoções e sempre mantendo-se estável, um dom importante nos instantes decisivos e que exigem auto-controle do individuo.
Anatídeopatia: O Justiceiro consegue comunicar-se mentalmente com qualquer ave que constitua a família dos anatídeos, como os gansos, patos, marrecos e cisnes. Tais animais obedeceram suas ordens prontamente.
Reflexo Extremo: Justiceiros possuem uma capacidade de reação a estímulos externos extremamente avançada, podendo desviar de ataques extremamente rápidos e surpreendentes que o peguem desprevenido.
Inevitável: ''Você poderá fugir, mas não poderá se esconder'', esta frase define bem o poder. Nêmesis também era conhecida como ''A inevitável'', por tanto, é impossível se esconder por longos períodos de um justiceiro, ele consegue rastrear um ser pela simples existência que este exerce, independentemente da distância, e acha o procurado custe o que custar.
Imunidade Maldita: Maldições são sinais de injustiça, por tal motivo qualquer maldição independentemente de sua origem, poder ou consequência é inaplicável aos justiceiros.
Combate Frontal: Torna-se impossível atacar um justiceiro, quando o mesmo encontrar-se involuntariamente virado de costas, desprevenido ao ataque, caso o individuo tente atacá-lo nesta situação seus movimentos serão bloqueados, mas ele não estará paralisado deste de que não tente te atacar.
Experiência: Se o oponente tentar realizar o mesmo movimento contra você por duas vezes você terá quase total chance de se defender na segunda ocasião.

ATIVOS:
---



Ser como o rio que deflui
Silencioso dentro da noite.
Não temer as trevas da noite.
Se há estrelas nos céus, refleti-las.
E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens são água,
Refleti-las também sem mágoa
Nas profundidades tranquilas.
avatar
James Macarthur
Filhos de Érebo
Filhos de Érebo

Mensagens : 22
Pontos : 22
Data de inscrição : 10/02/2012

Ficha do personagem
HP:
185/240  (185/240)
MP:
195/240  (195/240)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Ter Ago 13, 2013 6:26 pm

O filho de Hipnos havia conseguido sair ileso daquele desmoronamento, quando avistou o rapaz que tinha apenas se revelado das sombras. Após uma pequena observação do globo que girava no pequeno baú, os garotos combinaram como seria a trajetória deles sendo que James, provavelmente, o acompanharia à sua própria maneira. O que estava por vir? Isto era uma incógnita, mas se já tinham o destino, bastava que retomassem a viagem. A esta altura, Abel mal havia reparado que já estava de manhã, mas seu estomago o lembrou com um ronco.

Uma curiosidade sobre o pequeno baú que o ceifador carregava era que não continha a chave junto dele, provavelmente ambos deveriam procura-la juntos. Mas a conversa fora interrompida por um barulho de motor, um veículo que se aproximava na estrada ainda desconhecido, fazendo com que os dois parassem de falar. Seria um mortal? Uma nova armadilha? Conforme as luzes do farol se aproximavam, cada vez mais intensas, um caminhão verde era revelado indo na direção deles. Uma buzinada alta irradiou nos ouvidos dos campistas e puderam reparar que o caminhão diminuía a velocidade conforme ficava mais próximo dos dois. O que fazer?

Prazo & Ordem de postagem:
O prazo será de 48 horas para cada um. A ordem de postagem será Abel – James.
Avisos importantes:
Sigam sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverão deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Abel O. Drowsiness em Qua Ago 14, 2013 4:02 pm

James parece ser divertido, apesar de sua aparência rustica e seu modo um tanto desleixado de ser. Quam sabe ele vire meu primeiro amigo do acampamento. Se os vivos parecem não gostar de mim, quem sabe os mortos? Sorri estranhamente feliz no momento e espero que a aparição não tenha percebido. Nunca fui muito de fazer amigos e mesmo numa missão anterior, as garotas da missão pareciam tão distantes da minha simpatia. Enfim, mesmo sendo deixado de escanteio, eu continuo um anjo. Mamãe me ensinou a ser cortês com todo mundo e é assim que eu me porto. De qualquer maneira a noite estava indo embora e antes que eu pudesse comentar qualquer coisa sobre nossos planos de viajem, minha barriga me lembrou de que eu ainda estava morrendo de fome. Até fiquei vermelho por causa do barulho - Desculpa... Eu ainda não morri de fato - disse constrangido - Você não tem nada pra comer ai né? - comentei, mas não sentia firmeza em qualquer resposta que ele me daria. Eu acho que James não come, ou não precisa. Dei de ombros ao fato e tentei achar algo em meus bolsos, mas nada encontrei. Acho que eu deveria ter ficado com o rato na primeira oportunidade. Fiz uma cara de sofrimento, mas logo respirei fundo e ocupei minha mente com outras coisas. Abri um sorriso simpático e balancei as asas

Fora a minha fome, eu e o fantasma ainda precisávamos discutir outras coisas. Uma delas era a caixinha acorrentada a sete chaves - Esse baú não veio com chave e nem com manual de uso... e... - bocejei - nem sei onde encontrar a chave pra isso... alguma ideia? - perguntei sem tirar o entusiasmo. Minha voz pode parecer monótona demais quando falo naturalmente. Espreguicei-me e bocejei longamente enquanto coçava meus olhos marejados - Então James, a gente poderia marcar um ponto de encontro em São Francisco, o que acha? - perguntei, já que ambos tínhamos métodos para chegar lá e talvez viajar sozinho não seja tão ruim assim - Ai lá a gente traça novos... - Novamente meus pensamentos foram interrompidos quando ouvi um barulho de motor. O meu rosto de anjo tornou-se frio como o de um ceifador e meus olhos azuis simáticos um tanto mais escuros e concentrados. Algumas das minhas penas tornaram-se negras como as trevas, iguais às do meu tenente ou capitão, Andrew. Eu lutava ao máximo para não parecer um servo do meu Tio, mas as vezes me foge do controle. 

As luzes do veículo, ou melhor caminhão eram extremamente fortes e me doíam as vistas. Detesto a luz do Sol, imagina o meu humor depois de receber essa quantidade enorme de luz. Fechei ainda mais o rosto, quase como emburrado. A buzinada então foi pior ainda. Barulho é tão irritante que me faz arrepiar por inteiro. Não sei se gente morta (olhei de relance para James) tem problemas com essas coisinhas mortais. O fato é que estou ficando irritado e minha paz logo irá embora. Dei alguns passos para trás, fechando minhas asas e pegando no ombro do garoto espectral. Espero que ele não entenda o fato como uma espécie de cantada. Eu nem gosto de homem e minhas tentativas com mulheres foram tão frustrantes que nunca mais tentei. Contei até 10 em minha mente e esvaziei a minha irritação. A calma e o raciocínio novamente me encontraram e pude cochichar para meu novo parceiro - É... se for alguma armadilha... eu distraio e você ataca - afirmei. 
O plano que passou pela minha cabeça foi básico e prático. Se quem sair do caminhão verde for uma espécie de monstro ou qualquer tipo de inimigo, eu balançaria minhas penas com cuidado para levantar uma fina camada de poeira do sono dourada. Meu objetivo era tentar causar sonolência no oponente para que James tivesse a chance de brilhar. Sim, brilhar. As vezes é bom deixar o heroísmo para os outros. De fama eu não preciso de nada, apenas uma banheira cheira de moedas de ouro. 

Armas Levadas:
★Drowsiness (火) - Espada tripla de dois metros com punhal enfeitado de pedras preciosas. Trás consigo as lembranças dos Trigêmeos de Hipnos. As lâminas contem o pó do sono fundindo para amolecer seus oponentes a cada golpe desferido e, os espaços são propositais para criar uma vibração sonora intensa capaz de distorcer o ambiente por segundos. Transforma-se numa aureola se não estiver em uso.

PASSIVO HIPNOS:
♦Sonolencia Natural: Os filhos de Hipnos possuem uma natural aura interna de sonolência, assim podem dormir a qualquer período durante o tempo que quiserem, enquanto estiverem dormindo suas mentes bloqueiam qualquer ataque psíquico e sua alma torna-se imune a habilidades espirituais.
♦Espírito Zen: Os filhos de Hipnos são extremamente calmos e tranquilos, assim eles se mantem, mesmo em situações críticas e em ocasiões de extrema pressão e perigo. Isso auxilia na preservação da racionalidade em seus movimentos e na realização de escolhas corretas nos momentos decisivos.
♦Sono de Beleza: Ao acordar após um profundo sono ou um simples cochilo os filhos de Hipnos acordam sem qualquer amasso em suas roupas, pestana nos olhos ou mau hálito e seus cabelos ficam bem penteados.
♦Consciencia Independente: Os semideuses filhos de Hipnos mesmo adormecidos, possuem total consciência do que ocorre e do que esta presente ao seu redor.
♦Auto-Controle: São totalmente imunes a toda e qualquer habilidade que lhes manipule espiritualmente ou fisicamente, seja de natureza hipnótica, persuasiva ou sedutiva. (A mente ainda é vulnerável)
♦Senhor das Aves I: Durante o sono, Hipnos transformava-se numa ave, por tanto, seus filhos possuem a habilidade de comunicar-se telepaticamente com os seres pertencentes a tal grupo de animais.
♦Empatia I: O filho de Hipnos possui alto nível de sensibilidade, por tal motivo são sensíveis às emoções alheias, podendo identificar as emoções de outro ser vivo apenas com a proximidade. (Dependendo da intensidade das emoções pode acabar sendo contagiado pelo sentimento alheio)
♦Oneirocinese I: Os filhos de Hipnos possuem a habilidade de introduzir a si mesmos nos sonhos de outros seres vivos que estejam exercendo um sonho. Ainda não conseguem controlar os acontecimentos ou a estrutura do sonho, somente podem infiltrar-se neles para adquirir informações.
♦Bloqueio-ESP: Neste nível os semideuses herdeiros de Hipnos se encontram com uma mente tão calma, serena e avoada que se tornam imunes a qualquer habilidade psíquica e mental.
♦Pés de Pluma: Os filhos de Hipnos possuem os passos leves e silenciosos, podendo ser até inaudíveis caso haja empenho para isso.
♦Rosto de Anjo: O filho do sono é tão calmo e sereno, que sua tranquilidade é sentida por seus inimigos, oponentes e amigos e eles simplesmente não sentem vontade de te golpear.
♦Pericia com Ouro: Sabe manipular muito bem qualquer arma feita de ouro (amarelo, branco ou negro), já que um dos símbolos de seu pai é o ouro.
♦Evolução Noturna: Hipnos era filho da noite, por tanto seus filhos sentem-se mais confortáveis e realizam seus movimentos com maior habilidade e precisão durante o período noturno.
♦Senhor das Aves II: Neste nível além de comunicarem-se, os filhos de Hipnos conseguem controlar as aves. (As mais ferozes nem sempre lhe obedecerão inteiramente)
♦Interpretação de Sonho: Os filhos de Hipnos conseguem interpretar qualquer sonho com exatidão, sabendo os seus respectivos significados.
♦Empatia II: Agora a aura e a mente do filho de Hipnos estão ainda mais sensíveis, e como esses são extremamente serenos e calmos, agora conseguem diminuir a raiva, ódio e fúria de outra pessoa, transferindo sua tranquilidade a este. (Filhos de Ares são imunes)
♦Sono Restaurador: Neste ponto você pode adormecer e durante seu descanso você estará restaurando seus pontos de vida - restaura 20HP/MP por postagem dormindo.
♦Oneirocinese II: Agora o filho de Hipnos consegue, além de invadir os sonhos alheios, dominar os acontecimentos, a formação e toda realidade destes. Os únicos danos sofridos pela vitima serão mentais – traumas e lembranças do sonho que foi manipulado.

PASSIVO THANATOS:
 Perícia com Foice I:Terão uma certa habilidade ao manusear foices, realizando golpes incríveis com a arma.
♦ Reputação I: Ceifadores de Thânatos são quase seus filhos, são seus fiéis servos, sendo assim, tem algum respeito com certos monstros, já que um dia Thânatos o ceifou.
♦ Cura Sombria I: Quando estão em contato com as sombras recuperam cerca de 10% de HP e MP.

♦ Dano Espiritual I: Sendo ceifadores, vocês conseguem atacar consideravelmente a alma do oponente em vez do seu corpo físico.
♦ Elo Espiritual: Os ceifadores conseguem perceber o mundo a nível espiritual e energético. Identificam auras e aprendem muito sobre as diversas situações em que se encontram a partir disto. Também podem reconhecer traços de energia de seres que estiveram ou tocaram em certos lugares e objetos, cada ser tendo sua marca de energia espiritual.
♦ Aura da Morte I: Liberam uma aura negra que da um certo medo no adversário, claro que não pode faze-lo parar, mas talvez pensar duas vezes antes de assim faze-lo.
♦ Visão Noturna: Podem enxergam perfeitamente no escuro.
 Apropriação Indevida: Podem tomar controle temporário sobre objetos ou mágicas de origem obscura, negra ou espiritual que não sejam suas.
♦ Adaptação Aérea: Se adaptam a grandes altitudes.
♦ Necromancia I: Os ceifadores podem ouvir o que os mortos falam. Porém, isso ocorre quando os mortos querem e se irão responder também depende deles.
♦ Jarro de Almas: Item que permite ao ceifador juntar e guardar almas de criaturas já ceifadas por ele.
 Aura Negra II: Emite uma aura mais forte que pode fazer com que se oponente não ataque.
 Cura Maligna: Pode curar involuntariamente sua vida em locais com más vibrações e medo.
♦ Dano Espiritual II: Nesse nível, o dano a alma do adversário é muito maior.
 Coração de Ferro: Você é imune a qualquer magia/poder do coração ou sedução, principalmente quando estiver ceifando. O ser que o tentar enfeitiçar sofrerá de um mal agouro e depressão por três turnos.
 Mensageiro: Quando você vê uma pessoa com uma aura negra que oscila para o dourado essa pessoa irá morrer. Essa informação não pode ser passada para ninguém, nem para seu pai, irmão ou muito menos para a pessoa escolhida.
♦ Entranhas de Bronze: Seus interiores são duros como bronze. Seus órgãos não perfuram facilmente e aguentam danos físicos com uma resistência acima do comum. Por estarem meio-mortos, devido à ganharem os poderes da morte, não precisam de funções do corpo humano como respiração ou circulação sanguínea, funcionando quase como "entranhas mecânicas de bronze".
 Espírito do Sábio: Pode evocar e pedir conselhos à um morto-vivo experiente. Este, pode dar-te informações úteis da batalha, como o próximo golpe do seu oponente, mas também pode não dar qualquer informação que seja.
♦ Benção de seu Mestre: Quando nas sombras, seus poderes, sentidos e habilidades são dobradas.
 Dano Espiritual III: Pode desferir golpe extremamente fortes contra o inimigo, podendo até partir sua alma em pedaços.
♦ Perícia com Foice II: Maneja a foice com total perfeição, aplicando golpe tão fortes que seria muito difícil muitos escudos de bronze celestial segurarem.
♦ Premonição: Você poderá prever as probabilidades do que acontecerá no futuro através de um aviso de seu mestre ou de Ceifadores Primordiais. Só pode ser usada uma vez por missão.
 Fidelidade: Sua ligação com o poder do seu mestre Thânatos está terminada, você agora pode impor seu respeito contra qualquer outro monstro, incluindo os que possuem autoridade sobre os mesmos

ATIVO:
...

MUSICAL:
...

ESPECIAL:
♦Chryso-Puoli: O filho de Hipnos ganhará asas douradas permanentes. Porem se for do gosto do usuário, podem ser retrateis, para não causar espanto publico. As asas lhe darão um controle maior em qualquer tipo de pássaro, Alem de produzir ventos carregados com pó do sono. O usuário também pode se transformar num grande pássaro branco rajado de dourado, com garras e bico de ouro puro.
- pó do sono 30MP
- Transformação 25MP por postagem
- Asas gasto ZERO


 




Sleep and Death walk together



There is no sorrow that sleep doesn't win  ✫@
avatar
Abel O. Drowsiness
Filhos de Hipnos
Filhos de Hipnos

Mensagens : 354
Pontos : 345
Data de inscrição : 17/01/2012
Idade : 24
Localização : Vagando...

Ficha do personagem
HP:
270/270  (270/270)
MP:
270/270  (270/270)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  James Macarthur em Qui Ago 15, 2013 5:36 pm

Atente-me as palavras do garoto, que bocejava seguidamente. Não que aquilo me incomodasse, eu nem sequer cochilava de vez em quando. A barbicha no meu queixo de repente se fez coçar, arqueei a sobrancelha, analisando o baú. Eu odiava baús que não podiam ser abertos, nunca há algo bom dentro deles, caso contrário não seriam selados. - Hum... - resmunguei, ruminando pensamentos a cerca daquilo. Então, algo me veio a mente. - Bom, amigo, eu posso ficar intangível à objetos inanimados. Talvez funcione com isso aí. - comentei, estendendo a mão em direção a caixa, quando uma forte luz acertou-me a cara como se fosse algo realmente sólido. Minhas mãos foram instantaneamente transferidas para o meu rosto, rosnei e praguejei àquele infortúnio, eu apreciava a luz tanto quando apreciava flores. Ouvi apitos, a buzina do caminhão, eu juro que tentava ser simpático, mas mortais, como eu já fui, são azucrinantes, não merecem muito mais que desprezo. De relance eu observava a luz se aproximando, cada vez mais vagarosa, o que me era deveras preocupante. Senti uma mão apalpar meu ombro, e rapidamente meus olhos se direcionaram para ela. Censurei o ceifador com o olhar, logo desviando-o novamente para o caminhão. Ele era meu líder e servo do meu... irmão, merecia respeito. - É... se for alguma armadilha... eu distraio e você ataca. - ri com o comentário, caminhando calmamente em direção ao caminhão. - Descanse, rapaz, você tem mais a perder, o soldado raso aqui sou eu. - já com as mãos na minha nova arma, esperei que as portas do caminhão se abrissem, para que eu recepcionasse quem quer que fosse. - Eu distraio e você ataca. - corrigi-o.

ARMASeEQUIPAMENTOS:
º Jaw of the Beetle: Um grande machado feito da mandíbula de um imenso monstro. Com dentes afiados e inscrições tribais, tem uma filiação ao elemento terra e dá ao usuário Geocinese Avançada.

PASSIVO ÉREBO:
Trevosidade Natural ○ – Como filhos das trevas, filhos de Érebo tem seus poderes e habilidades aprimoradas quando estão em um ambiente sombrio, além disso também conseguem enxergar normalmente em ambientes escuros e se aprimoram durante o período noturno.
Elegância ○ – Os filhos de Érebo possuem uma extrema elegância, sendo dificílimo abalá-los emocionalmente ou fazê-los perder sua postura, cabeça sempre erguida, coluna ereta e olhos intimidadores geram o respeito alheio.
Darkogenese ○ – Os herdeiros do criador das sombras possuem a capacidade de gerarem escuridão, infestando um ambiente com sombras.
Irmandade Trevosa ○ - Como filho de Érebo quando entrar em um combate contra filhos e seguidores de divindades trevosas você levará vantagem, os danos causados seram mais avançados e o poderio seu aumentará, quando estes estiverem lutando como seu aliado também terão seus poderes e habilidades aprimorados.
Emoções ○ – Os filhos de Érebo não podem ser controlados por habilidades que mexam com emoções, pois eles possuem um excelente controle sobre suas emoções, só podem ser tirados do sério se quiserem, são duros e calmos, devido a sua personalidade natural.
Regeneração Trevosa ○ – Ao manterem contato com as sombras são capazes de ter suas feridas cicatrizadas, e dependendo da intensidade e quantia de trevas você irá recuperando sua vida gradativamente.
Camuflagem Sombria ○– Você agora pode se camuflar na escuridão, sendo praticamente imperceptível, a não ser para aqueles dotados de sentidos extremamente aguçados.
Rivalidade ○ – Érebo é o principal rival de Zeus, por tanto seus filhos quando entram em um combate contra proles do mesmo, são reforçados em suas habilidades por uma onda de raiva e ódio.
Ligação de Fortalezas ○ – Filhos de Érebo conseguem se orientar perfeitamente quando estão em fortalezas, castelos, palácios, fortes, labirintos, entre outros. Quando estiver nestes tipos de construções saberá se orientar com grande perícia, nunca se perdendo, além disso pode rastrear a localização de tais construções.
Equilíbrio Aprimorado ○ – Graças a extrema elegância dos filhos de Érebo, eles possuem um equilíbrio corporal sobre humano, podendo se manter equilibrado em pequenas superfícies como finas cordas, como em superfícies instáveis que sofrem com tremores ou escorregadias e molhadas, sendo praticamente impossível que o filho de Érebo se desequilibre a menos que o impacto sofrido seja realmente intenso.
Intangibilidade Inicial ○ – Filhos de Érebo conseguem atravessar qualquer matéria sólida desde que essa não esteja em movimento e de que seja inanimada. Podendo, assim, atravessar muros, paredes e portas e janelas fechadas.
Insondável ○ – As suas sombras naturais fazem com que seus pensamentos nunca possam ser lidos e com que seus sentimentos, sensações e seu espírito no geral esteja totalmente protegido contra qualquer tipo de bisbilhotice ou espionagem.

PASSIVOS NÊMESIS:
Vingança: Nêmesis é a deusa da vingança, por tanto, quanto mais danos o seu oponente lhe causar, maior será seu poderio no momento de contra atacar.
Noturnância: Nêmesis era uma das divindades que tinha como mãe Nyx, sendo uma das divindades trevosas. Assim durante o período noturno os seus seguidores terão seu poder elevado, executando golpes e habilidades com maior perfeição e maestria e também sentindo-se mais confortáveis.
Equilíbrio Emocional: O Justiceiro possui um grande equilíbrio emocional, nunca se exaltando em suas emoções e sempre mantendo-se estável, um dom importante nos instantes decisivos e que exigem auto-controle do individuo.
Anatídeopatia: O Justiceiro consegue comunicar-se mentalmente com qualquer ave que constitua a família dos anatídeos, como os gansos, patos, marrecos e cisnes. Tais animais obedeceram suas ordens prontamente.
Reflexo Extremo: Justiceiros possuem uma capacidade de reação a estímulos externos extremamente avançada, podendo desviar de ataques extremamente rápidos e surpreendentes que o peguem desprevenido.
Inevitável: ''Você poderá fugir, mas não poderá se esconder'', esta frase define bem o poder. Nêmesis também era conhecida como ''A inevitável'', por tanto, é impossível se esconder por longos períodos de um justiceiro, ele consegue rastrear um ser pela simples existência que este exerce, independentemente da distância, e acha o procurado custe o que custar.
Imunidade Maldita: Maldições são sinais de injustiça, por tal motivo qualquer maldição independentemente de sua origem, poder ou consequência é inaplicável aos justiceiros.
Combate Frontal: Torna-se impossível atacar um justiceiro, quando o mesmo encontrar-se involuntariamente virado de costas, desprevenido ao ataque, caso o individuo tente atacá-lo nesta situação seus movimentos serão bloqueados, mas ele não estará paralisado deste de que não tente te atacar.
Experiência: Se o oponente tentar realizar o mesmo movimento contra você por duas vezes você terá quase total chance de se defender na segunda ocasião.

ATIVOS:
---
[/quote]



Ser como o rio que deflui
Silencioso dentro da noite.
Não temer as trevas da noite.
Se há estrelas nos céus, refleti-las.
E se os céus se pejam de nuvens,
Como o rio as nuvens são água,
Refleti-las também sem mágoa
Nas profundidades tranquilas.
avatar
James Macarthur
Filhos de Érebo
Filhos de Érebo

Mensagens : 22
Pontos : 22
Data de inscrição : 10/02/2012

Ficha do personagem
HP:
185/240  (185/240)
MP:
195/240  (195/240)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Atena em Sex Ago 16, 2013 9:08 pm

Os garotos pareciam peculiarmente irritados com a aproximação do grande caminhão vermelho que interrompeu a discussão sobre como abrir o pequeno baú que o espírito havia cedido ao Abel ainda em seu chalé. O veículo diminuía a velocidade conforme James aproximava-se divergindo da opinião do filho de Hipnos e será que aquilo iria causar alguma discussão futura? Não se sabia. Mas assim que a porta do caminhão abriu-se, um cheiro de fuligem e fogo invadiu o ambiente como um jato quente no rosto dos dois.

Na direção, estava um homem com uma cicatriz no rosto e olhos com tonalidades diferentes que indicavam que talvez tivesse catarata. O seu físico era praticamente o dobro de cada um deles e os dedos se curvavam nas pontas para fora, contrariando uma expressão deformada de sua face. Os cabelos escuros apareciam em tufos dispersos em sua careca o que parecia não lhe ser de enorme importância. Assim que seus olhos pousaram nos rapazes, ele ergueu as mãos em sinal de inocência e lançou um sorriso à James que percebeu diversos dentes lhe faltando na boca e os poucos que ainda restavam pareciam apodrecidos.

- Vim em missão de paz, James e...

Ele fez uma pausa, voltando os olhos para o ceifador que ali estava esperando para ser atacado novamente, como havia acontecido quando entrou em uma aparente lanchonete inofensiva a fim de conseguir uma refeição gratuita. Não era para menos que sua desconfiança estivesse aumentando nas surpresas que cruzavam seu caminho, afinal, ele quase virou o prato do dia. O caminhoneiro que usava uma camiseta listrada estreitou os olhos para o menino loiro e fez sinal para que se aproximasse, continuando a falar em um tom despreocupado e pouco intimidado.

- Vamos, irmão dos sonhos, não mordo. Vim aqui ajudar vocês, fazer um acordo. Uma mão lava a outra e preciso da ajuda de vocês, assim posso dar uma carona em troca.

Dando um sorriso encorajador, ele bateu nos dois lugares livres do caminhão encarando os garotos como se não estivesse com grande vontade de insistir em ajuda-los, mas o faria de boa vontade se assim o quisessem. Dos assentos, assim que a mão pesada do motorista afundou no tecido, o cheiro de fuligem e fogo, e a fumaça aumentaram ainda mais. Quem seria esse motorista e o que ele pediria em troca da ajuda? E como ele já sabia quem os campistas eram?

Prazo & Ordem de postagem:
O prazo será de 48 horas para cada um. A ordem de postagem será Abel – James.

Avisos importantes:
Sigam sempre o que foi estipulado pelo narrador.
Posts de no mínimo 10 linhas.
A partir de agora, deverão deixar os itens e armas em spoiler, assim como os poderes utilizados.
Boa sorte.



Atena

Goddess of Wisdom and battle strategy
By C. Raymond
avatar
Atena
Deuses
Deuses

Mensagens : 59
Pontos : 106
Data de inscrição : 29/04/2012

Ficha do personagem
HP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
MP:
9999999/9999999  (9999999/9999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: How to save a life - missão de Abel O. Drowsiness (Atena)

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum