Ficha de Reclamação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de Reclamação

Mensagem  Corallyne Kramer em Seg Set 02, 2013 9:16 pm

Ficha de reclamação de
Vyo Jasmien Sankler


NomeVyo Jasmien Sankler
Idade17 anos
ProgenitorÉris
MotivoBom... Nem sei por onde começar, a tantas coisas que me levam a querer ser uma filha de Éris:
-Primeiro: Ela é a deusa da discórdia, diz ai, quem nunca gostou de uma boa discórdia?
-Segundo: Ela é tipo muito interessante, uma das deusas que mais me chamam a atenção em toda a mitologia.
-Terceiro: Eu amo brigas, guerras, e qualquer coisa que cause uma boa confusão entre as pessoas.
-Quarto: Acho que não haveria deusa melhor para ser minha progenitora, além da Éris ser diva, ela é a deusa de algo que eu amo muito. Discórdia.

Progenitor mortalMeu progenitor me deixou com meus tios quando eu ainda era uma indefesa bebe. Então não faço a menor idéia de quem ele seja
Defeitos e qualidadesQualidades: Sou uma garota até que amavél, claro quando não me irritam, coisa que acontece com uma certa facilidade. Geralmente eu sou bem alegre, brincalhona e simpática. Amo fazer novos amigos, mas não tanto quanto amo fazer inimigos. Sou bastante inteligente também, procuro sempre estar lendo algum livro e estudando estratégias para futuras batalhas. Sou extremamente calculista, mas também sou muito paciente.
Defeitos: As vezes sou estratégista e calculista demais. As vezes também sou muito simpatica e algumas pessoas confundem minha simpatia com outras coisas. Em algumas ocasiões eu acabo me irritando facilmente e machucando algumas pessoas que só querem o meu bem ou acabo sendo ignorantes com os mesmos.

Cidade natal e atualcidade natal: Manhatan
cidade atual: ----

HabilidadeMuai Tai
HistóriaHavia exatamente 3 semanas que Vyo estava fora do hospício. A garota passara toda a sua infância sendo condenada por um crime que não cometera, ela fora chamada de louca por dizer que uma mulher meio pássaro havia matado seu pai. Agora ela estava ali, com 17 anos, sentada em um inoportuno banco de praça em quanto todos a olhavam de canto como se ela fosse uma especie de monstro.
Quinn sempre tinha na cabeça que os verdadeiros monstros não estavam em um livro de conto de fadas, eles eram os humanos, e principalmente aqueles que sabiam a verdade mas fingiam que não sabiam para poupar seus empregos e suas famílias.
Uma garota morena se sentou ao seu lado delicadamente, seus movimentos eram tão leves que Quinn mal notara sua presença por ali. A garota direcionou um sorriso amigável para Quinn, que como sempre, não devolveu. A ultima vez que alguém havia sido querida com a Ravenees, bem, ela havia acabado dentro de uma ala psiquiatra onde fora chamada de insana.
- Jasmien Sankler?- A garota perguntou.
- Na verdade, há "Vyo" antes de ''Jasmien"- Quinn continuou séria.
Muitas pessoas a chamavam de Mien, mas aquilo não era exatamente algo que Vyo gostava de ser chamada, o nome Jasmien pertencia a sua irmã mais velha, e pois bem, Jasmien não havia tido um final muito feliz.
- Me desculpe, Vyo- A garota continuava com o sorriso- Bem, eu vim aqui para te levar para seu lar.
-Meu lar?
Antes que a menina pudesse responder, um barulho imenso surgiu de trás. Vyo se virou rapidamente para ver de onde vinha aquele barulho. A primeira coisa que pensou ter visto era uma mulher, mas então percebeu que a mesma tinha grandes asas azuis e pernas de pássaro. Uma lembrança surgiu em sua cabeça, seu pai com medo de algo e então alguém, uma mulher meio pássaro o atacando e então tudo escureceu.
Uma pequena lagrima escorreu pelo o pálido rosto da garota, o panico por um momento tomou conta dela, e ela se sentiu como se fosse morrer naquele mesmo instante. A garota em sua frente percebeu o panico de Vyo e sacou duas espadas de um cinto preso em sua cintura, mas de onde havia vindo aquele cinto?
- Pegue, tome isso- A garota jogou a espada para a Vyo.
- Espera, quem é você? Oque é aquilo vindo em nossa direção?
- Eu sou Taylor, filha de Melinoe, e aquilo? É uma harpia- A garota sorriu de um jeito fantasmagórico e seguiu em direção a harpia.
Vyo pegou a espada e a seguiu. Por um momento ela pensou que estava sonhando, que nada pudesse a machucar, mas como ela era tola. Vyo partiu para cima da harpia e a golpeou na asa. A harpia caiu no chão murmurando alguns palavrões e então olhou furiosa em direção as semideusa.
Taylor correu em direção a harpia e a atacou pela as laterais, mas o monstro era rápido e muito esperto para sua especie. Vyo se lembrou de historias relacionadas a aquela harpia, lembrou também que ela fora a mesma que matou seu pai na ultima noite de domingo de seus 7 anos, talvez a ultima noite feliz de sua vida.
A garota correu em direção ao monstro a sua frente e atacou sua cabeça de forma brutal, a harpia deu um pequeno sorriso e por fim gritou quando a espada atingiu sua cabeça e a transformou em um pó dourado que se misturou com os ventos da cidade.
Vyo caiu de joelhos ao chão, as lagrimas percorrendo por todo o seu rosto, e então ela sentiu delicados braços a abraçando,e então ela desmaiou. Assim que acordou, estava sentada dentro de um carro com um garoto a olhando tão de perto que ela pensou que ele estivesse a sufocando, e bem, ele estava:
- Quem é voce? Onde estou?
- Jamien, vejo que acordou- Taylor disse em quanto dirigia em direção a algum lugar.
- É Vyo, e para onde estão me levando?
- Para o Acampamento meio-sangue- O garoto sorriu de leve- E aliás, eu sou Ethan, filho de Deméter.
- Filho de quem?
- Deuses- Taylor parecia impaciente- Somos filhos de deuses com humanos, como você. Todos nós somos semideuses e vivemos no acampamento meio-sangue, um lugar onde pessoas como nós podem aprender a sobreviver.
- A qual é, parem de mentir.
- Mentir?- Ethan arqueou a sobrancelha- Você acabou de matar uma harpia, a viu se tornar pó e você realmente acha que estamos mentindo?
- Bem, eu só acho que é um pouco improvável...
- Deuses- Taylor resmungou- Aceite quem você é e siga adiante, somos seus amigos, não iremos te levar para um hospício ou algo assim.
A palavra hospício atingiu Vyo como se ela estivesse no meio de um campo minado.
- Certo- Ela suspirou- Eu não tenho outra escolha mesmo.
- Esse é o espirito Jasmien- Taylor riu.
- É Vyo!
avatar
Corallyne Kramer
Filhos de Éris
Filhos de Éris

Mensagens : 41
Pontos : 43
Data de inscrição : 02/09/2013
Idade : 21
Localização : Comece indo até Narnia. Ao chegar lá procure pelo castor branco mudo e este lhe entregara um diamante. Pegue o diamante e vá até a casa do Snape, diga a ele que Lilian o odiava eternamente, receba de braços abertos o Avada Kedrava, morra e vá para o tártaro. Ao chegar lá de um jeito de encontrar a Perséfone, diga a ela que ela é uma chifruda e logo corra, mate os cães infernais e volte a Long Island. Chegando a Long Island procure pela fonte mais próxima, encontre a velhinha que estará sentada ali e apenas aponte para a mesma rindo, apanhe com o guarda chuva e vá parar no hospital. Quando estiver recuperado procure pela ala psiquiátrica, encontre a enfermeira baixinha e gorda. Fique em uma boa postura e caçoe pelo tamanho e largura da enfermeira. Fuja dos seguranças e tente chegar até o Ministério da Magia de algum jeito. Procure pelo Harry e o abrace forte, logo após volte ao aAcampamento Meio Sangue, encontre Quiron e diga a ele que você é um completo idiota e que perdeu seu tempo lendo isto achando que saberia onde eu me encontro. ^^’

Ficha do personagem
HP:
230/230  (230/230)
MP:
230/230  (230/230)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum