Ficha de Reclamação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de Reclamação

Mensagem  Nicolle E. Hansen em Qui Out 24, 2013 8:27 pm

Ficha de reclamação de
Nicolle Elizabeth Hansen


NomeNicolle Elizabeth Hansen
Idade16
ProgenitorQuione
MotivoQuione é uma deusa que demonstra certos mistérios, uma deusa com uma personalidade fria e que não carece em demonstrar sentimentos. Suas proles seguem esse mesmo padrão e esse padrão é o que eu desejo seguir, porém sendo fiel aos deuses certos, colocando a honra acima de tudo e sem dó nem piedade.
Progenitor mortalMeu pai Francisco Hansen sempre fora uma pessoa ausente na minha vida, ele preferia ter suas aventuras em meio a suas pesquisas esquisitas no Alasca, ele acreditava que ainda haviam muitas coisas a serem descobertas no local, por mais difícil que eu achava isso. Minha vó, Elizabeth Hansen foi a pessoa que me deu amor e carinho, me criando sozinha já que meu avô havia falecido anos após o meu nascimento com um câncer em seu pulmão.
Defeitos e qualidadesQualidades não são muitas, mas são as que uma pessoa digna de respeito deve ter, lealdade e compreensão.
Defeitos já são inúmeros, mas citarei apenas os piores, impaciente, fria e um pouco agressiva, não sou uma pessoa para brincar, e sim uma pessoa de pé no chão, não acredito em amor, não acredito em sorte/destino, acreditava em força de vontade e que se realmente quiser e fizer, vai conseguir!

Cidade natal e atualNascida e criada em NY
Habilidadeº Acrobacias - Seu corpo é altamente flexível, além de possuir grande equilíbrio e agilidade.
HistóriaA historia é basicamente como a de muitos outros semideuses, eu estava voltando de um passeio no parque com uns amigos, estava sozinha e pedalava em minha bicicleta o mais rápido que eu conseguia já que havia recebido a noticia de que meu pai havia chegado em casa já depois de meses longe.
Poucos metros antes de casa eu posso perceber que entre os arbustos, comecei a me preocupar, estava começando a anoitecer e tudo ficava mais perigoso. Ao ver o vulto vir para minha frente eu freio a minha bicicleta logo dando de cara com um animal que parecia querer algo de mim, era esquisito, um pouco nojento de se ver, metade cavalo, metade galinha, que criatura era aquela?
Ele gritava para mim batendo aquela asas e ao mesmo tempo seus cascos, eu não poderia continuar o caminha pela estrada então tive a "brilhante" ideia de tentar escapar por entre a vegetação que tinha a beira da estrada. O animal corria em minha direção ameaçando voar, ele chegava cada vez mais perto até que conseguiu pegar com foucinho uma pequena parte de meus cabelos me jogando para fora da bicicleta ao mesmo tempo em que eu gritava por socorro, sentindo o impacto no chão eu me levanto tentando ser o mais rápida possível pegando algumas pedras, gravetos e até folhas o atacando para que aquele animal pelo menos me perca um pouco seu foco em mim, minha casa estava apenas a alguns metros de mim e o animal quase a centímetros, o mesmo pega impulso e salta planando me agarrando com o foucinho na blusa arranhando minhas costas.
Eu não sabia o que fazer, só gritava por socorro e me debatia tentando o arranhar esperando que o bicho me soltasse. Por sorte ele voava em direção a minha casa e por fim meus gritos foram ouvidos, papai e vovó saíram de casa correndo e logo atiravam com suas espingardas no animal, ele acertou uma das asas do bicho que ao "gritar" de dor me soltou e me fez cair em cima das arvores logo caindo no chão perdendo a consciência.
Não sei bem a quanto tempo fiquei desacordada, só sei que quando pude abrir os olhos me encontrava no sofá da sala perto com os dois ao meu lado, os mesmo me contaram alguns mitos sobre deuses, papai disse para mim que os mitos eram reais e eu era filha de uma deusa, ela não poderia me criar em seu palácio então essa responsabilidade era com meu pai, mas se certa época as coisas começassem a ficar difíceis eu deveria procurar um acampamento, eles me ensinariam a me defender e a ser uma guerreira nata, levei um tempo para engolir tudo aquilo e aceitar a proposta de meu pai de me levar a esse lugar no dia seguinte. A noite foi calma e fria, eu estava ansiosa, porém, sabia que era o melhor a se fazer.
avatar
Nicolle E. Hansen
Filhos de Quione
Filhos de Quione

Mensagens : 2
Pontos : 4
Data de inscrição : 03/10/2013

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum