Ficha de Reclamação

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de Reclamação

Mensagem  Lolita Behemont em Sex Ago 08, 2014 2:59 pm

Ficha de reclamação de
Lolita Behemont
NomeLolita Behemont
Idade14
ProgenitorAres
MotivoVoltando no tempo:

Aos sete anos, quando eu estudava na minha primeira escola, eu fui expulsa dela por ter "acidentalmente" quebrado o braço de outra garota em uma briga.
Aos oito anos, na minha segunda escola, eu também fui expulsa por ter, bem, tipo, jogado um balde de água na professora que tinha brigado comigo.
Quando eu completei onze anos, eu fui para um parque local e, acabei arrumando briga com cinco garotas que estavam ali.

Se ainda não entendeu, eu sou filha de Ares porque sou briguenta, adora briga, não admito que me questionem bato em quem quer que seja que me perturbar.

Progenitor mortalMinha mãe é policial em Manhattan, mora comigo em um apartamento na cidade. Ela tem longos cabelos ruivos, olhos castanhos, pele branca. Os colegas dela na delegacia chamam ela de "A personificação da lei e da dureza". Se quiser saber por que, então pergunte para as 12 pessoas que ela prendeu sozinha esse mês.
Defeitos e qualidadesEu sou uma pessoa muito encrenqueira, muito mesmo, muito, muito mesmo. Puxo briga com qualquer um que me olhar torto. Não tenho medo de enfrentar as pessoas, não importa o tamanho ou a idade, já provei isso varias vezes na escola.
Mas como toda garota eu também tenho um lado sensível, apesar de que se alguém disser isso volta para casa em um caixão. Quando estou sozinha eu gosto de ficar olhando para o horizonte, meu maior sonho é poder viajar pelo mundo em busca de aventuras.

Cidade natal e atualManhattan
Habilidade✓ Artes Marciais: judo
HistóriaFoi mais ou menos assim:

Eu estava indo para a delegacia em que minha mãe trabalha, quando no caminho uma mulher me para e pergunta meu nome. Aquela mulher estava usando uma combinação de calças largas, camisa branca e boné preto. Eu olhei para ela meio confusa e respondi que meu nome era Lolita, ela sorrio, um sorriso mau que me fez arrepiar um pouco. eu tentei sair dali mais reparei que a mulher começou a mudar, e quero dizer mudra mesmo, de repente eu estava olhando para uma mulher que tinha dois trancos de serpente no lugar das pernas. Eu nunca fui de ter medo, mas todos temos que concordar que aquilo foi bizarro. Eu tentei passar por ela para chegar na delegacia de minha mãe que ficava ali perto, mas a mulher-cobra me impedia de correr sussurrando - Daqui você não passssssa, meio-sssssangue - Eu não sabia o que aquilo significava, mas no fim consegui sair dali em um ato fantástico envolvendo uma lata de lixo que eu joguei na cabeça dela.

Eu consegui chegar onde minha mãe estava, contar para ela o que aconteceu, não ficar louca, e ainda ter tempo de tomar um copa de água enquanto falava. Minha mãe, por mais incrível que pareça, não achou que eu estava louca. Na verdade ela me levou até a viatura dela e falou que ia fazer o que já devia ter feito.
Ela me levou até algum lugar de Long Island onde falou que eu tinha que entrar em um lugar em que meu pai falou que eu deveria ir. Eu fui e descobri que meu realmente era. Uma filha de Ares.
avatar
Lolita Behemont
Filhos de Ares
Filhos de Ares

Mensagens : 2
Pontos : 4
Data de inscrição : 08/08/2014
Idade : 16
Localização : Chalé de Ares

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum