O Mundo Do Sonhar

Ir em baixo

O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Morpheus em Sex Jan 16, 2015 4:23 pm

Dylan, o filho do deus dos ladões dormia tranquilamente. Parecia que os pesadelos tinham o esquecido por um tempo, que finalmente os Deuses estavam sendo misericordiosos não o castigando com sonhos horriveis... Não até agora.
 Com o ressoar dos trovões o garoto acordou em um lugar completamente escuro. O menino primeiro de tudo chegou para ver se ele estava com suas armas e armaduras, e com um grande alivio ele pode confirmar que sim. Tudo o que era dele e que ele precisaria estava lá. Depois de ter chegado suas armas ele observou o local, e parecia estar em algum lugar que não havia sido inventado ainda... lá não era escuro por falta de luz, mas sim por simplesmente não existir nada além de areia, onde ele pisava. A prole de Hermes, se levantou rapidamente assutado, e olhou a sua volta, e nada encontrou. A única coisa que conseguia ver era o chão preenchido com uma areia mais amarela do que o comum, e uma trilha de pegadas que levava para algum lugar. Dylan, sem ter muitas opções resolveu seguir a tal trilha, e assim fez. Andar e andar, era só isso que o garoto fazia. Parecia que tinham passados minutos, horas ou quem sabe dias. O cheiro que o lugar passou a emanar depois de um tempo, era um cheiro de velho... algo que havia sido guardado dentro de uma gaveta de madeira por séculos.
 A caminhada parou quando dylan viu coisas começando a existir. Arvores gigantes começaram a aparecer ao seu lado, estrelas surgiram nos céus e assim por diante. Um lugar morto antes, agora parecia o paraíso. Quando um garoto apareceu saindo de trás de uma das arvores. - Venha, aqui não é seguro. O lorde quer lhe ver... me siga por favor. - Falou o garoto misterioso, na qual uma túnica negra o cobria dos pés a cabeça. E começou a andar em direção á de um castelo que recém tinha surgido no horizonte.

Regras e tipo de postagem:
Como eu ja te falei la no chat, vai ser por dados e qualquer ação é valida... vou usar essa opção que tu tem de seguir o cara ou nao. Se tu quiser tu pode tentar estuprar ele que eu vou continuar postando pelo o que voce escolher... entao tome cuidado no que vc fizer pois as escolhas terão consequencias ou não XD

e sobre as regras nao preciso nem falar né ? eu sou o narrador e assim eu decido o que acontece ou o que nao... vc nao poderá afirmar uma ação, so falar que tentou e bla bla bla

hmmm e é isso, poste sempre DENTRO DO TEXTO E FORA EM SPOILER as habilidades passivas e ativas que tu quiser usar se não não irei considera-las
avatar
Morpheus
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 19
Pontos : 31
Data de inscrição : 14/04/2014
Localização : Alguma Gruta

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Morpheus em Sab Jan 17, 2015 11:36 pm

Dylan ainda meio desconfiado, mas sem muitas opções decidiu seguir a pessoa de mantos negros. O garoto de Hermes empunhava suas armas com firmeza enquanto andava rumo á um grande castelo. Conforme o semideus ia andando, o local parecia cada vez mudar mais, passando de algo encantado para amaldiçoado. As grandes árvores com folhas verdes e ricas em frutos, agora não passavam de troncos mortos e galhos secos, os belos arbustos vinham se transformando em cercas-vivas, e agora uma misteriosa névoa surgia, e assim por diante. O lugar ia se transformando cada vez mais mortifero. A única coisa que não mudava era o chão que continuava sendo de uma areia mais amarelada do que o comum.
Os dois garotos continuaram andando, até que um pouco mais a frente a areia começou a tomar forma. Instantes depois, dois guardas com armaduras completas de ouro e espadas de duas mãos feitas de algum material que parecia ser feito de areia surgiram em suas frentes. E ficaram ali parados sem se mover. O garoto misterioso olhou para Dylan e falou - prepare-se para a batalha - E logo em seguida correu com duas foices uma em cada mão, em direção á um dos centuriões. O garoto desferiu um ataque horizontal, mas que foi facilmente defendido pela lâmina da espada do guarda de areia, que num piscar de olhos contra-atacou o ''ceifador'', mas que conseguiu desviar a tempo, e tomou distância do seu inimigo. Arfando, o garoto observava o monstro de areia correndo em sua direção preparando um ataque horizontal. O garoto começou a correr em sua direção, e quando o monstro o atacou, ele desviu passando pelo lado esquerdo, e o decapitou. Com um dos guardas morto, que logo virou um morrinho de areia. Enquanto isso, Dylan ainda fitava atônito para o seu inimigo correndo até ele com uma espada enorme. O garoto estava paralisado... não sabia o que fazer, isso não era nem de perto das coisas que ele fazia no acampamento, lá, ele sabia que não seria morto cruelmente, mas aqui... O filho de hermes tremia, ao ver seu oponente chegando cada vez mais perto, até que em um piscar de olhos ele estava no sentado no chão. Ele não conseguia sentir seu braço esquerdo, somente um frio passando por um pouco abaixo do ombro... até que o garoto virou o rosto para ver o que havia acontecido. Assim que Dylan viu que praticamente todo o seu braço não estava mais ali, uma dor intensa tomou o seu corpo, e isso só fez mais sangue sair dor corte. Enquanto o semideus berrava de dor, o centurião vinha andando calmamente com seu peito e espada banhados de sangue. O monstro parou em frente ao garoto que choramingava por ter perdido o braço, e preparou o golpe de clemencia, quando foi descer sua espada para cravar na cabeça de Dylan, a mesma voou para longe, e logo em seguida o monstro foi partida em dois, e assim se desmanchou virando areia novamente.
Dylan acordou em um hall de onde parecia ser um palácio. O chão era feito do que parecia ser mármore, com símbolos no centro, pilares imensos feitos do mesmo material eram espalhados pelo lugar e por fim, no centro, um trono. Um trono negro feito de obsidiana com adornos de rubi, esmeralda e diamante localizados no final do encosto. Quatro pessoas estavam presentes além de Dylan, o garoto que provavelmente deve ter salvo sua vida, um garoto de cabelos negros e pele parda e uma pesada armadura que permanecia em pé do lado direito do trono, uma garota de cabelos ruivos e pele branca com sardas, que vestia uma túnica branca com adornos em azuis, e finalmente, sentado no trono um homem que emanava uma aura poderosa, a aura mais poderosa que o garoto já sentira. Seus cabelos negros como a noite, eram desgrenhados e volumosos, sua pele era branca feito papel e vestia uma longa túnica preta como onix. O filho de Hermes ainda muito confuso, se levantou do chão um pouco sem equilibrio, levou a mão direita onde costumava ficar seu antigo braço, que agora estava só o cotoco do ombro. Antes do menino falar algo, o homem que estava no trono se levantou e falou com voz grossa - Eu sou Morfeus, e fui quem te trouxe para cá, você está em meu mundo... lamento pelo o seu braço, pensei que você seria mais capaz. - O Deus deu uma pausa olhando para o semideus e logo continuou - Te darei duas escolhas, ou você poderá retornar para casa agora, do jeito que está... ou ficará aqui e terminará o serviço que planejei a ti, e quem sabe tu realize algum desejo teu... então, o que tu me diz ? -

Guarda de areia 1 0/200 hp
Guarda de areia 2  0/200 hp
avatar
Morpheus
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 19
Pontos : 31
Data de inscrição : 14/04/2014
Localização : Alguma Gruta

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

O autor desta mensagem foi removido do fórum - Ver a mensagem

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Morpheus em Qui Jan 29, 2015 7:21 pm

Morpheus olhou para o pobre mortal, que o desferia insultos carregados de uma arrogância que poderia ser mortal. Após Dylan ter terminado de falar, um terrível silêncio tomou a sala. O Deus se levantou irritado do trono e começou a andar até o semideus. Um passo depois do outro, naquele silêncio isso era quase enlouquecedor. Quando finalmente parou em frente ao semideus, se abaixou e falou baixinho em seu ouvido - Parabéns mortal inútil... Você acaba de perder o seu passe para a terra - Após isso Morpheus o socou no peito, fazendo o pobre garoto voar metros até colidir de costas em uma coluna de mármore. O senhor dos sonhos abriu os braços e falou alto - Você deveria ter pensado com muita calma antes de ser rude com o Deus, mortal... Você pode voltar para casa agora. - Morpheus se virou e logo em seguida parou - Ah... mas terá que fazer isso por conta própria... meus parabéns de novo, você acaba de fazer um inimigo desnecessário. Mas não irei te matar aqui, pois não teria graça... quero te ver sofrer tentando escapar daqui. Boa sorte. - E com um estalo de dedos, Dylan não se encontrava mais dentro do castelo, muito pelo contrário, ele estava em um tipo de pântano. A prole de Hermes se levantou ainda sem equilíbrio por causa do braço, e verificou onde estava. Um velho e sombrio pântano,  rodeado por árvores podres, grandes insetos e um mangue gigantesco. O garoto andou até a beira do lago que cheirava a carniça, e avistou do outro lado uma fumaça subindo aos céus.

  Morpheus ainda irritado com a falta de respeito do garoto, se sentou em seu trono novamente e gritou o nome de uma garota - Arine!-  Logo em seguida uma garota de pele extremamente branca como neve, cabelos vermelhos como sangue e vestida com uma túnica verde esmeralda, apareceu em frente ao Deus.
-O que o senhor deseja meu mestre ?
- Invoque outro semideus... Que desta vez seja um que preste !!
 A garota pegou um livro de sua cintura e começou a ler. A garota falou vários nomes pertencentes aos semideuses, até que finalmente achou algum...
- E esse Adrian ? aqui diz que o mesmo é filho de Hefesto. Ele parece ter potencial... Além de ser bem forte.
- Me parece perfeito, façam a invocação agora, e me tragam ele inteiro de preferência.


  Adrian estava deitado em sua cama se recuperando fisicamente e mentalmente do que o havia ocorrido á poucos dias atrás. O garoto olhava para o teto até que finalmente o sono lhe veio, e veio como uma porrada que o fez desmaiar.
 A prole de Hefesto se encontrava em um lindo bosque. Árvores grandes e cheias de folhas e frutos vermelhos desconhecidos, uma grama verde e e cheia de flores de diversas cores. O garoto se levantou e se deparou com duas pessoas um pouco a frente sentados o olhando. Antes que o menino pudesse fazer algo, as duas figuras encapuzadas á sua frente falaram primeiro;
- Finalmente você chegou. - Uma voz máscula saiu do que vestia um manto negro com adornos vermelhos.
- Então... você poderia por favor nos seguir ? Tem alguém importante querendo falar com você. -  Dessa vez uma voz mais feminina e doce sairá da pessoa que vestia um manto azul com esmeraldas encrustadas. - Ah, e por favor tenha cuidado... o caminho está um pouco perigoso. -
 Adrian sem muito o que fazer, obedeceu á ambos os seguindo. Conforme o trio ia andando por uma estradinha que parecia ser feita de uma areia mais reluzente, ao ponto de lembrarem pequeninas pedrinhas de ouro. As árvores gigantes que antes eram lindas e cheias de vida, iam se tornando cada vez mais mortas, assim como tudo ao redor dos garotos. A grama ia passando do verde para o verde escuro, as flores iam ficando cada vez mais murchas e o céu que antes era claro e azul, agora estava negro como o abismo.
 Os dois encapuzados iam andando na frente de Adrian, como se fosse uma barreira com o intuito de o proteger. Quando ambos pararam repentinamente. A prole de Hefesto sentiu um frio na espinha, como se algo ruim estivesse para começar. Os dois em sua frente desembainharam suas espadas e a garota falou - Cuidado... tem alg.-  Antes que ela pudesse terminar a fala, algo a arremessou á uns 5 metros de onde estava. O homem encapuzado falava algo, mas Adrian não conseguiu escutar, com o estrondo que veio logo em seguida, trazendo junto uma cortina de areia que cegou a visão dos dois garotos. Assim que a cegueira passou, eles viram um gigantesco cavaleiro com armadura completa do que parecia ser de ouro. Ele tinha cerca de uns 2,20 metros, e carregava uma espada de duas mãos proporcional ao seu tamanho. Ele deu dois passos e em seguida atacou horizontalmente os dois semideuses.
avatar
Morpheus
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 19
Pontos : 31
Data de inscrição : 14/04/2014
Localização : Alguma Gruta

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Adrian Bohlke em Qui Fev 05, 2015 9:21 pm

Estava na cama olhando para o teto, ainda me sentia cansado e ainda estava me recuperando. Fecho os olhos por um instante e sem querer acabo pegando no sono. Porém quando abri os olhos novamente, estava em um bosque caído no chão, me perguntava se aquilo era um sonho mesmo, e se não, como fui acabar parando ali. Pisquei os olhos algumas vezes e finalmente me levanto, avisto duas pessoas encapuzadas a minha mente, antes que eu pudesse falar ou fazer qualquer coisa, uma das pessoas fala que eu finalmente havia chegado, era um homem, a outra era uma mulher e fala que eu deveria seguir eles, pois alguém importante queria falar comigo.

Não sabia onde estava, e também não sabia se seria uma boa ideia seguir aqueles desconhecidos, porém de qualquer modo o fiz. Estávamos nós três agora andando por aquele bosque, que aos poucos parecia perder sua vida, as árvores iam secando e as flores murchando. Então, os dois pararam a minha frente, também parei e fiquei em guarda, como se algo de ruim fosse acontecer, a garota tentou me alertar sobre algo, porém em uma fração de segundo ela é lançada para longe, então uma cortina de areia sobe e por um momento fiquei sem enxergar absolutamente nada, após a areia abaixar e minha visão voltar ao normal, vejo um cavaleiro em minha frente, com uma armadura completa e uma espada, o cavaleiro era enorme e amedrontador também, então ele caminha em nossa direção e ataca horizontalmente.

- Cuidado! - Grito para o rapaz que estava ali, para alertá-lo do perigo.

Aquele cavaleiro era grande, sua armadura e sua espada com certeza eram pesadas, provavelmente seus ataques devem ser lentos, porém poderosos, por isso seria um grade problema caso ele me acertasse. Então, tento esquivar de seu ataque dando um rolamento para trás para que assim pudesse manter distância dele também. Então, pego um canivete suíço que havia em meu bolso e em um piscar de olhos ele vira um machado de lâmina dupla. "Minha vez." Pensei e tentei correr em direção ao cavaleiro com o machado em mãos e então, tento acertar um ataque vertical nele de cima para baixo.

habilidades e armas usadas:
- Extremix [Machado de lâmina dupla afiadíssima de adamantium com o final de seu cabo emborrachado, ao comando se torna um canivete suíço]

Machado&Martelo

: Os filhos de Hefesto possuem grande maestria no uso de machados e de martelos, mesmo sem prática com estes tipos de arma, com elas os golpes são bem executados, movimentos mais técnicos e os lançamentos mais precisos.
avatar
Adrian Bohlke
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 4
Pontos : 8
Data de inscrição : 01/02/2015

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Morpheus em Qui Fev 05, 2015 10:28 pm

Adrian percebeu o ataque vindo do inimigo. No mesmo instante alertou ao seu aliado, e quando a espada o ia acertar, o garoto rolou pesadamente e meio desengonçado para traz. Ele pode sentir a ponta da lâmina passando por traz de suas costas e trazendo o vento junto consigo. Enquanto isso, o homem encapuzado, com graciosidade se esquivou facilmente, pulando por cima da espada. Assim que caiu no chão correu em direção ao cavaleiro, e com tremenda força bateu de ombro na barriga do inimigo, assim fazendo-o trombar pesadamente no chão. E com uma sincronia quase perfeita, o filho de Hefesto fez o seu machado surgir e correu até o oponente caído e desferiu um forte ataque no peito do mesmo. O cavaleiro começou a se esfarelar virando areia novamente. O homem correu até a sua companheira que estava sentada no chão, e a ajudou a levantar. O seu braço direito sangrava muito, mas só isso também.
- Isso foi meio... inesperado. - falou o homem - mas no final deu tudo certo. Ah, e o meu nome é Alex, e o dela é Alice. -
- Vamos logo. O mestre esta esperando. - Falou a garota.
E assim eles continuaram a seguir o caminho de areia. Depois de alguns minutos de caminhada, Adrian podia ver um grande castelo mais a frente, e o que parecia ser uma vila ao redor. Um tipo de feudo. Entrando na pequena cidade, e seguindo até os portões do castelo, dava para perceber que as pessoas que ali viviam eram de certo modo felizes. As crianças brincavam onde que se parecia ser uma praça, idosos se sentavam para jogar partidas de xadrez, e varias lojas e residencias ao redor. Passando pelo grande portão, e assim que chegaram á uma grande porta de madeira dupla , Alice puxou o filho de Hefesto e sussurrou em seu ouvido - Por favor tenha respeito com Ele - logo após isso, as duas portas se abriram, mostrando um hall gigantesco e maravilhoso. O chão era feito do que parecia ser mármore, com símbolos no centro, pilares imensos feitos do mesmo material eram espalhados pelo lugar e por fim, no centro, um trono. Um trono negro feito de obsidiana com adornos de rubi, esmeralda e diamante localizados no final do encosto. Sentado ao trono havia um ser, do qual uma energia extremamente poderosa vinha dele. Ele estava com vestes prestas, como se fossem um monte de trapos. Sua pele era tão branca como a neve e seu cabelo desgrenhado, volumoso e negro como a noite sem nenhuma estrela. Seus olhos eram pretos, mas no centro de cada um ficava o que parecia ser uma super nova prestes a explodir. Ao seu lado direito se encontrava uma linda garota ruiva com túnica verde.
O Deus se levantou de seu trono e falou com uma voz grossa e onipotente - Bem vindo ao meu mundo, mortal. Eu sou Morpheus, e lhe trouxe para cá pois preciso que você me faça algo. - Morpheus andou, mais a frente e parou - há algumas horas atras, eu havia invocado um semideus... assim como você, mas o sujeito, ousou em desafiar a mim! no meu próprio mundo e em minha própria casa! Eu lhe trouxe aqui pois quero que você mate-o. - ele olhou fixamente paro os olhos do garoto esperando uma resposta.
avatar
Morpheus
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 19
Pontos : 31
Data de inscrição : 14/04/2014
Localização : Alguma Gruta

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Adrian Bohlke em Qui Fev 05, 2015 11:03 pm

Havíamos conseguido acabar com aquele cavaleiro, para falar a verdade foi mais fácil do que pensei. Após isso, eu e o rapaz fomos ajudar a garota que estava com seu braço sangrando, porém não parecia ser nada grave. Então, os dois se apresentaram para mim, o homem se chamava Alex e a mulher Alice.

- Me chamo Adrian... mas por algum motivo eu acho que vocês já sabiam disso. - Digo enquanto olho diretamente para os dois.

Alice diz para irmos logo pois um tal de mestre estava nos esperando, não fazia nem ideia de quem poderia ser tal pessoa e também me perguntava o que essa pessoa queria comigo, porém tinha a impressão de que logo eu iria descobrir. Continuamos caminhando, após uma longa caminhado pude ver um grande castelo, após nos aproximarmos mais um pouco do castelo, notei que havia uma pequena vila em volta dele e algumas pessoas moravam por ali, olhava para os lados enquanto continuávamos caminhando em direção ao castelo que estava à nossa frente.

Quando entramo no castelo, Alice me puxa e sussurra em meu ouvido, pedindo para eu ter respeito com ele. Olho para frente e vejo um trono negro, com mais algumas outras pedras de enfeite em volta dele, sentado no trono estava um homem, sentia uma energia poderosa vindo dele. Ele usava algumas vestes pretas e sua pele era pálida, porém o que mais me chamou atenção nele foram seus olhos, que eram completamente negros, porém o centro de seus olhos pareciam brilhar.

Ele então se levanta e se apresenta como Morpheus. Mospheus? O que um deus como ele queria com um filho de Hefesto? Várias perguntas estavam em minha mente agora, então ele da alguns passos para mais perto de mim e para. Ele explica que havia chamado outro semideus, porém o semideus desafiou ele, e agora ele quer que eu mate esse semideus. Arregalei os olhos e fiquem em silêncio por um momento, olhei em volta e só agora havia notado que ao lado do trono havia uma bela garota de cabelos ruivos, fiquem olhando para ela por um momento enquanto pensava em que tipo de resposta dar para o Deus que estava ali na minha frente.

- Desculpe por desapontá-lo... mas como você mesmo disse, o semideus desafiou VOCÊ, no SEU mundo e na SUA casa, acho que você mesmo pode cuidar dele. Me perdoe, mas eu não tenho nada a ver com isso. - Após terminar de falar desvio o olhar para a garota ruiva novamente e depois olho para o chão, apenas a presença daquele Deus ali se tornava algo sufocante para mim.
avatar
Adrian Bohlke
Filhos de Hefesto
Filhos de Hefesto

Mensagens : 4
Pontos : 8
Data de inscrição : 01/02/2015

Ficha do personagem
HP:
100/100  (100/100)
MP:
100/100  (100/100)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Morpheus em Dom Fev 08, 2015 5:43 pm

Morpheus olhou para o garoto com um pouco de raiva, se virou e andou calmamente até seu trono, onde se sentou cansado. - É uma pena, você parecia ter tanto potencial... Arine! mande-o de volta.
A garota de verde ao lado do deus olhou desapontada para o garoto - Muito bem então. - Ergueu as mãos e de lá uma luz azul saiu e rodeou o garoto, onde poucos segundos depois não estava mais ali.
-Daniel! - Chamou Morpheus. - Vou te transportar para onde se encontra Dylan, e quero que você o mate.
- Sim, meu lorde. - Com isso o homem desapareceu igual Adrian há poucos segundos atrás.

Daniel apareceu em frente á uma cabana em um horripilante pântano. O homem vestia um sobretudo negro, e carregava uma espada longa prata. Ele andou até a porta, e sem muita frescura a chutou com tremenda força, á arrebentando. Lá dentro ele pegou Dylan de surpresa apreciando uma xícara de chá junto a um velho pescador que logo se levantou pedindo satisfações.
- O que é isto!? quem você pensa que é ?? - Gritava o indignado senhor.
- Eu sou Daniel, vim a comando do lorde. Esta pessoa deve morrer, por favor se afaste. - E andou em direção ao filho de Hermes.
O garoto assustado e pego de surpresa não teve muito no que reagir, antes que ele pode ter soltado uma palavra de manifesto, a lâmina já atravessava seu peito. Ele olhou assustado para a espada que estava fincada em seu corpo, e olhou para o seu assassino. Quando ele foi fazer força para falar, acabou se engastando com o próprio sangue e o cuspiu. Daniel tirou devagar a lâmina, a limpou e a guardou. Pegou o garoto já sem vida pela perna e o arrastou da casa, antes de sair deu ao senhor 10 moedas de ouro. Fora da casa, a luz azul de antes envolveu ele e o corpo, e assim como antes foram teletransportados de lá.

Morpheus após ver o seu servo e o corpo, se levantou e foi até ambos. - Muito obrigado.- Falou para Daniel, e logo em seguida para o corpo. -Arine, coloque o corpo do rapaz de volta em sua cama no acampamento. - E assim como pedido a garota obedeceu.

O garoto de Hefesto acordará de manha, pensando no estranho sonho que teve. Ele se levantou e começou a se arrumar, quando ouviu um grito vindo do chalé de Hermes.

-----*Recompensa*-----
50Xp

explicações e desculpas:

Primeiro queria pedir desculpas sobre ter demorado tanto para postar, mas tive problemas pessoais.
Segundo... A missão não foi ''grande'' e satisfatoria pela as escolhas do seu personagem, não posso dar continuidade á algo que que ele não queira ( Sei que possa ter sido a personalidade da personagem, mas mesmo assim. ) é isso... Boa sorte da próxima XD quando quiser outra é só pedir kkk
avatar
Morpheus
Deuses Menores
Deuses Menores

Mensagens : 19
Pontos : 31
Data de inscrição : 14/04/2014
Localização : Alguma Gruta

Ficha do personagem
HP:
999999/999999  (999999/999999)
MP:
999999/999999  (999999/999999)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: O Mundo Do Sonhar

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum