Ficha de Reclamação — Teresa of the faint smile

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Ficha de Reclamação — Teresa of the faint smile

Mensagem  Teresa X. Liethor em Sab Ago 10, 2013 7:30 pm



Teresa of the faint smile

Amazon








Nome

Teresa X Liethor. Na realidade o X trata-se da alcunha da semideusa, que ganhou este nome ao ingressar nas Amazonas a partir do apelido de X, já que durante 8 meses ela não disse uma palavra. Liethor também não é seu sobrenome, ela apenas chama-se Teresa, os outros nomes foram acrescentados por capricho.



Idade

16 anos.



Descendência Divina — Por quê?

Héracles — descendência de Athena (ela não herda nada dessa descendência além da cor características dos filhos de Athena).
Conveniência, creio. Héracles é o único deus que, analisando os demais, notei que não há um comprometimento como há nos outros. Filhos de Hades controlam trevas, prendem-se a solidão e tal, assim como filhos de Hermes costumam ser brincalhões, rápidos e ágeis. No caso de Héracles a única coisa passada a seus filhos é a força sobrehumana — não há, no porém, nenhum acréscimo de comportamento ou influência. Filhos de Héracles não têm sede de guerra, de morte, de destruir, etc, a menos, claro, que eles almejem isso. Essa é o motivo, a liberdade.



Descendência Mortal

Teresa tinha um irmão mais velho mortal (pelo o que sabe), e foi o único responsável por ela quando a mãe os deixou, sumiu ou algo do tipo depois de chegarem da Polônia. Ela sabia quem era — ou melhor, o que era. Sabia também que a mãe era filha de Athena, no entanto, as informações que dispunha do seu passado são escassas.



Características — físicas e psicológica

Prefiro não diferenciar esses aspectos, visto que na minha opinião tanto qualidades quanto defeitos têm um outro lado, então tratarei esses aspectos como características, que serão julgadas de formas diferentes por cada um.
Teresa é desapegada, ela dificilmente prende-se a um ser humano, seja ele um semideus ou mortal. Ela prefere a companhia de si mesma, apesar de ser bastante divertida quando tem vontade.
Ela é fria, mas não da forma melancólica, e sim de uma forma meio sádica: o tipo de pessoa que mata sorrindo um monstro.
É bastante sincera, de forma a parecer cruel — a palavra não seria franca?
Ela tem um ego grande por conhecer-se bem, saber do que é capaz.
Ela nunca mente e não desobedece regras. Detesta a ideia de ser uma peça no xadrez dos deuses, apesar de ter consciência de quem é, ela não devota ninguém. É gentil apenas quando a honestidade causa isso.


Fisicamente ela tem o corpo esbelto e bem musculoso, mas não exageradamente musculoso. Ela é bem treinada. Tem cerca de 1,70 m e pesa 57 kg. Tem olhos prateados e longos cabelos loiros ondulados. É considerada bonita e a causa de seu apelido Teresa do Sorriso Aparente é porque sua expressão lembra o esboço de um sorriso constante, apesar de que ela dificilmente está sorrindo de verdade.



Habilidade não-hereditária

(I) Youma: Teresa dispõe da maldição de Alecto. O sangue e a maldição de uma Fúria corre em suas veias. Essa maldição, assim que ativa, muda a cor dos olhos de Teresa para amarelos e aspecto de suas pupilas lembra a de um gato ou crocodilo, no mais, sua destreza, agilidade e rapidez aumentam consideravelmente, tornando sua desenvoltura em batalha ótima. No entanto, vê-se que isso tem um preço, a cada turno em que essa habilidade estiver sendo usada, Teresa perde 20 HP por rodada, sendo que, após 4 rodadas sua aparência começa a mudar, deixando-a cada vez mais parecida com um monstro. Essa habilidade só será ativada quando a heracliana estiver bastante fatigada em uma batalha.

Obs.: Se a habilidade não for aceitável, Administradores, por favor, entrem em contato comigo para que possamos entrar em um acordo mutuamente bom. Isso faz parte da trama de personagem, lembrando que posso abrir mão de algumas coisas para que isso não se sobreponha aos direitos dos outros jogadores. Agradeço antecipadamente.


Higher High







A história de Teresa pode ser bastante resumida. Sua mãe e seu irmão vieram da Polônia para os EUA quando ela ainda era um bebê de colo, quando se estabilizaram no país, Linea, a mãe de Teresa desapareceu, deixando Teresa nos cuidados de seu irmão mais velho, Ethan. Ethan era um mortal comum, mas assim como Teresa ele herdou os olhos prateados da mãe e tinha a capacidade de enxergar através da Névoa. Tendo consciência de que a irmã mais nova, conforme fosse crescendo, sofreria de ataques por monstros, ele acabou por planejar o futuro dela.
O desconhecido por Teresa, mas conhecido vagamente por Ethan, era que durante a gravidez de Linea, a filha de Athena teve um encontro muito desagradável com Alecto, que enganada pela filha de Athena tratou de amaldiçoar a garota que crescia em seu útero. A maldição era que o sangue da própria Fúria estivesse nas veias da pequena. Os motivos desse encontro são desconhecidos.
Em 15 de Julho de 2005 Ethan foi morto na frente de Teresa por um monstro. A pequena heracliana conseguiu ajuda de um professor de artes marciais que estranhamente podia ver 'aquela mulher com uma perna metálica e outra de cavalo'.
Por muito tempo a garota viveu em um abrigo, tendo o notebook do irmão mais velho como única esperança de um dia obter uma chance, ela costumava vagar por Chicago deixando assistentes sociais loucas, mas no fundo sabia que ninguém mais importava-se com ela. Depois de estudar por dois anos o notebook do irmão mais velho ela acabou por sair em busca do Suporte que ele tanto mencionava em seus textos e que, por artimanha, havia deixado o endereço em um destes tais textos.
Como uma garota muito esperta, ela viu a oportunidade de uma viagem interestadual em um caminhão de carga, chutando o motorista assim que ele a descobriu. Felizmente ela havia chegado no seu destino: Seattle. O prédio com o letreiro 'Amazon' acabou tornando-se uma casa para ela.
Durante 8 meses ela não disse uma única palavra, por isso as Amazonas a apelidaram de X, como um fator desconhecido. Entretanto ela sempre mostrou-se como uma das melhores Amazonas, sempre ágil, esperta e forte. Depois de ter revelado o seu nome, apelidaram-na de Teresa do Sorriso Aparente, já que sua expressão lembrava a todos um sorriso que na verdade não estava ali.
Ao chegar nos 14 anos, bastante treinada, ela decidiu que o companheirismo visto nas Amazonas não lhe era assim tão almejado — e principalmente, ela não conseguia mais se conter. Ela preferia a solidão, preferia trabalhar caçando monstros por si mesma, tentando manter a paz da forma que pudesse. Com conhecimento bélicos, mitológicos e estratégicos ela partiu buscando estudar a vivência no Acampamento Meio-Sangue, em Long Island, não era um lugar tão difícil de se achar.
Em Nova Iorque ela conheceu Raki, um garoto de 5 anos de um abrigo no Queens que lembrava muito ela mesma e o próprio Ethan, seu irmão mais velho. Ela visita ele sempre que pode, visto que o garoto perdeu toda a família, e é o único ser humano por quem ela tem apreço.
No Acampamento Meio-Sangue ela por imprevisto ficou por cerca de dois anos. Mas estava de partida, o mundo era um lugar cheio de oportunidades e descobertas e ela estava sedenta por isso tudo. Visitaria Raki sempre que pudesse, mas nunca demais para não trazer risco a ele.
avatar
Teresa X. Liethor
Filhos de Héracles
Filhos de Héracles

Mensagens : 3
Pontos : 5
Data de inscrição : 10/08/2013
Idade : 19

Ficha do personagem
HP:
110/110  (110/110)
MP:
110/110  (110/110)
Arsenal:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum